Jovem tem rosto queimado com líquido ácido em Caxias - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tentativa de homicídio13/12/2019 | 06h35Atualizada em 13/12/2019 | 09h35

Jovem tem rosto queimado com líquido ácido em Caxias

Crime ocorreu no bairro Desvio Rizzo

Uma jovem de 24 anos teve queimaduras no rosto e em parte do tórax, possivelmente, provocadas por ácido, em Caxias do Sul. A tentativa de homicídio por meio cruel, como consta no registro de ocorrência, aconteceu por volta das 22h30min, da quinta-feira (12), na rua Cristiano Ramos de Oliveira, no bairro Desvio Rizzo.

Leia mais
"Dei dois passos, aquilo queimou e eu saí correndo", conta mulher que teve rosto ferido em ataque com ácido em Porto Alegre

De acordo com o boletim policial, a Brigada Militar (BM) foi acionada para atender uma ocorrência em um hospital da cidade, onde uma jovem de origem venezuelana estava em atendimento com queimaduras profundas no rosto e no tórax. Ainda segundo o registro, os ferimentos devem ter sido provocados por substância ácida.

Os policiais conversaram com a mãe da jovem, que contou que a filha estava chegando em casa, e no portão da residência uma pessoa a chamou e no momento em que a moça olhou, essa pessoa teria jogado um líquido no rosto dela. A jovem começou a gritar de dor e pediu socorro. A mãe ouviu os gritos e socorreu a filha.

Ela foi encaminhada à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Zona Norte, mas devido a gravidade dos ferimentos foi transferida para um hospital da cidade. Conforme último boletim médico, a jovem continua em observação.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio por meio cruel e remetido para investigação pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). A primeira suspeita é que o autor do ataque poderia ser um ex-namorado da vítima, contudo a Polícia Civil ainda não se manifestou oficialmente.

Casos envolvendo queimaduras com ácido assustaram moradores de Porto Alegre 

Em Porto Alegre, cinco pessoas foram vítimas de uma série de ataque na zona sul da cidade, neste ano. O homem que atacou a dona de casa  Bruna Machado Maia, 27 anos,  a primeira vítima,  estava em uma bicicleta e usava um capuz branco para tentar cobrir o rosto. 

O crime aconteceu na Rua Santa Flora. Quando percebeu que ele se aproximava, Bruna chegou a trocar o lado da calçada, mas foi seguida pelo criminoso. Ele carregava uma garrafa pet transparente na mão direita. 

"Olha a água!", gritou ao arremessar o líquido.

Leia também
Família procura por homem desaparecido em Caxias do Sul
Mesmo com novo acesso, motoristas seguem se arriscando em Forqueta
Campanha de doações para o Hospital Geral terá cartão com descontos em consultas e no comércio em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros