Em júri nesta terça-feira, homem responde por assassinato em festa automotiva no interior de Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Homicídio de 201617/12/2019 | 09h45Atualizada em 17/12/2019 | 09h45

Em júri nesta terça-feira, homem responde por assassinato em festa automotiva no interior de Caxias do Sul

Crime teria sido motivado por uma dívida entre traficantes de drogas

Apontado como o autor de um assassinato durante uma festa no distrito de Fazenda Souza, no interior de Caxias do Sul, Eduardo da Silva Rodrigues será julgado nesta terça-feira (17). Ele é acusado de homicídio qualificado contra Joel Lopes Cordeiro, 29 anos, na madrugada do dia 28 de agosto de 2016. Segundo a investigação, o crime ocorreu em razão de uma dívida ligada ao tráfico de drogas.

Leia mais
Dívida entre traficantes teria motivado assassinato em Fazenda Souza, no interior de Caxias do Sul
Homem é morto a tiro em Fazenda Souza, interior de Caxias do Sul

Conforme a denúncia do Ministério Público (MP), o homicídio aconteceu durante uma festa automotiva no interior do município. Rodrigues teria se aproximado da vítima com a mão direita debaixo do braço esquerdo, sacado um revólver e atirado na cabeça da vítima.

A denúncia aponta que o crime foi ordenado por Cleodir Pereira de Souza, que teria entregue a droga para a vítima revender. Cordeiro foi preso pela Brigada Militar em um flagrante no dia 28 de novembro de 2013 no bairro Belo Horizonte. Na ocasião, foram apreendidos R$ 5,3 mil e diversas porções de maconha, cocaína e crack.

O valor apreendido, a dívida, permaneceu até que Souza ordenasse o assassinato de Cordeiro. Este que foi preso pela Polícia Civil em fevereiro de 2017, enquanto Rodrigues estava foragido, por isso houve a cisão dos processos. O trâmite contra o denunciado como mandante do assassinato teve a última movimentação em maio de 2019 e aguarda designação de audiência.

Rodrigues foi preso preventivamente em novembro de 2017 e segue recolhido no sistema penitenciário. Em seu depoimento, o réu negou a acusação e afirmou ter ouvido de populares que o autor do crime foi outra pessoa, que ele não conhece.

Leia também
Após denúncia, jovem é detido por ter pés de maconha nos fundos de casa em Caxias
Mulher alega que para se defender pegou arma do marido e atirou contra ele em Caxias
Morre homem baleado no abdômen no bairro Jardim América em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros