Autoria e motivação do assassinato de empresário em Bento Gonçalves estão esclarecidas pela Polícia Civil - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Homicídio20/12/2019 | 11h45Atualizada em 20/12/2019 | 11h53

Autoria e motivação do assassinato de empresário em Bento Gonçalves estão esclarecidas pela Polícia Civil

Expectativa é que o autor se apresente ainda nesta sexta-feira (20)

Autoria e motivação do assassinato de empresário em Bento Gonçalves estão esclarecidas pela Polícia Civil Marcelo Dargelio/Notícias de Bento
Foto: Marcelo Dargelio / Notícias de Bento

A Polícia Civil afirma já saber a autoria e motivação do assassinato do empresário Camilo Geremia, 54 anos, em Bento Gonçalves, na última quarta-feira (18). A expectativa é que o investigado se apresente na 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) ainda nesta sexta-feira (20), conforme negociação com seu advogado. Os detalhes do caso serão divulgados em uma coletiva de imprensa convocada pelo delegado Arthur Reguse, às 16h.

A investigação conseguiu imagens que mostram a movimentação da caminhonete da vítima e do automóvel se deslocando até o local do crime. Também foi ouvida uma testemunha que é parente do suspeito.

— Em tese, o suspeito se apresenta hoje para confessar o crime e se manifestar sobre as razões. Mas, já temos elementos de autoria, independentemente do que falar. Esta postura de se colocar à disposição pode influenciar num pedido de prisão. Em caso não se apresente, será considerado foragido — afirma o delegado Reguse.

Leia mais
De garçom a proprietário de restaurantes: a trajetória do empresário executado em Bento Gonçalves
Polícia Civil trata como execução morte de empresário do ramo da gastronomia em Bento Gonçalves 

Camilo foi alvejado a tiros dentro de sua caminhonete Strada Adventure, na Rua Severo Cesca, no bairro Aparecida, das 10h30min de quarta-feira. As informações iniciais da Polícia Civil apontavam que o endereço não fazia parte da rotina do empresário.

Na coletiva, serão divulgados detalhes sobre como foi o crime, a motivação e informações periciais, além das alegações do suspeito. A intenção é documentar e concluir o inquérito policial ainda nesta tarde.

— A motivação também já temos uma linha (de investigação), mas não irei divulgar detalhes neste momento. Iremos aguardar o depoimento do suspeito — aponta Reguse.

Foto: Gilmar Gomes / Divulgação

Camilo é um dos filhos mais jovens de uma família com 15 irmãos, que ocupou a linha de frente na administração de restaurantes reconhecidos da Serra. Ele foi sócio da rede de galeterias Galeto Di Paolo. Há cinco anos, passou a se concentrar na gestão do Canta Maria — as duas marcas pertenciam ao mesmo grupo.

Criado há 20 anos, o restaurante Canta Maria tem duas unidades em Bento. Seu cardápio é recheado por pratos da culinária italiana, peculiar às cidades da Serra. Em novembro de 2018, o empresário também abriu um pub na Capital do Vinho, batizado de Latitude29.

Leia também
AO VIVO: votação de impeachment do prefeito de Caxias lota plenário da Câmara de Vereadores
Comando Rodoviário intensifica fiscalização na Rota do Sol a partir desta sexta-feira
Homens são presos com mais de meio quilo de maconha em Gramado

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros