Polícia Civil prende último integrante de grupo que cometeu crimes em Gramado e Canela - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Segurança pública09/11/2019 | 08h53Atualizada em 09/11/2019 | 18h27

Polícia Civil prende último integrante de grupo que cometeu crimes em Gramado e Canela

Ao todo, nove criminosos foram presos pela sequência de crimes que iniciou no dia 1º deste mês

Polícia Civil prende último integrante de grupo que cometeu crimes em Gramado e Canela Divulgação / Polícia Civil/Polícia Civil
Foto: Divulgação / Polícia Civil / Polícia Civil

A Polícia Civil realizou operação na madrugada deste sábado (9), em Taquara, para prender Dejair Filipiak de Souza, o último integrante do grupo que cometeu uma série de crimes em Gramado e Canela desde o dia 1º deste mês.

Leia mais
Viatura é alvejada durante buscas a criminosos envolvidos em sequestro em Gramado
Presos cinco suspeitos de sequestro que terminou em atropelamento de policiais em Gramado
VÍDEO: Polícia segue buscas a criminosos em Gramado 
"A caminhonete chegava a tremer", relata refém de sequestro em Gramado
Policial atropelado por criminosos em Gramado passa por exames em Caxias
Polícia faz cerco a criminosos que atropelaram policiais e fugiram após sequestro em Gramado    

O homem fugiu da localidade de Caracol, no interior de Canela, onde estava escondido, rendeu uma família e a obrigou a levá-lo até a Região Metropolitana. Ele teria sido deixado na ERS-020, e seguido até Taquara. As vítimas voltaram a Canela e acionaram a Polícia Civil que organizou a operação. 

Policiais civis de Canela e Taquara realizaram buscas em uma casa em Taquara, localizando o criminoso, por volta da 1h30min deste sábado. Com ele, foram apreendidos uma pistola 9mm, munição e dois coletes balísticos. Ele foi autuado em flagrante por roubo com restrição de liberdade e encaminhado ao Presídio Estadual de Canela. Além deste, o homem irá responder pelos demais crimes cometidos a partir do sequestro de empresário em Gramado no dia 1º deste mês e que desencadeou um cerco ao bando e resultou na prisão de nove criminosos e na morte de um outro. Entres os crimes estão formação de quadrilha e sequestro. 

De acordo com o delegado regional de Gramado, Heliomar Athaydes Franco, a casa onde o criminoso foi encontrado é a mesma que foi alvo de apreensão dias atrás e da prisão de outro integrante da quadrilha. Com essa prisão, serão finalizados os inquéritos sobre os crimes ocorridos em Gramado e Canela, mas terá prosseguimento investigação sobre a possível participação dos integrantes do grupo em outras ações criminosas.

– Esse trabalho foi muito intenso e muito concentrado em cima das pessoas que estavam envolvidas neste fato de Gramado. A partir desse fato, surgiram novas linhas de investigação  sobre grupos criminosos que atuam não só na região de Gramado como na Região Metropolitana. A partir de agora, vamos compartilhar com os colegas e dar sequência à investigação sobre outros indivíduos – explicou o delegado regional.

A ação

O criminoso seria um dos três envolvidos no sequestro de uma família na localidade de Quilombo, em Gramado. Após interceptação da Polícia Civil, o trio conseguiu fugir pelo mato. Destes três, dois foram foram presos e um baleado acabou morrendo no hospital (irmão do que foi preso neste sábado).

Depois do primeiro sequestro, foram mais duas ações com reféns, pelo menos três confrontos com a polícia e um cerco policial que durou cerca de 70 horas, com buscas pela área de mata em Canela, onde um dos fugitivos havia se escondido.

Leia também:
Há mais de uma semana sem funcionar, sinaleiras na RSC-453 em Farroupilha precisam de novo equipamento

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros