"Inauguramos um centro de reciclagem de trajetórias de vida", diz secretário em inauguração de presídio em Bento - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Casa Prisional03/10/2019 | 14h21Atualizada em 03/10/2019 | 16h11

"Inauguramos um centro de reciclagem de trajetórias de vida", diz secretário em inauguração de presídio em Bento

Penitenciária antiga será demolida 

"Inauguramos um centro de reciclagem de trajetórias de vida", diz secretário em inauguração de presídio em Bento Antonio Valiente/Agencia RBS
Presídio Estadual de Bento Gonçalves foi inaugurado nesta quinta-feira Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

A inauguração do novo presídio de Bento Gonçalves, entregue à comunidade na manhã desta quinta-feira (3), marca o início de um novo conceito de sistema prisional no RS. A declaração partiu do governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB). Ele chegou à penitenciária por volta das 10h10min. Leite ressaltou que é preciso focar na reinserção do preso à sociedade. A cadeia é considerada uma das mais modernas do Estado, com uso de uniformes, sem a entrada de artigos de higiene para evitar que outros materiais entrem no presídio, comando de abertura de celas à distância e monitoramento diferenciado.

Leia mais
Detentos serão transferidos para novo presídio de Bento ao longo de 30 dias, afirma vice-governador
Governador Eduardo Leite cumpre agenda na Serra nesta quinta-feira
Nova cadeia de Bento Gonçalves será inaugurada nessa quinta-feira
Após três prazos adiados, a expectativa é que presídio de Bento Gonçalves abra até o final de junho
Prédio está pronto, mas não há cronograma para inauguração do novo presídio de Bento Gonçalves
Prefeito reforça discurso por destruição da atual cadeia de Bento Gonçalves 
Bento Gonçalves pede interdição e demolição do presídio  
Começam as obras no novo presídio de Bento Gonçalves
Bento Gonçalves assina doação de área ao Estado para construção de novo presídio

— Essa é uma unidade não apenas com uma estrutura física melhor, mas com uma nova cultura, desde o uso de uniformes às relações com a sociedade. Teremos o esforço para que seja utilizada a mão de obra prisional, para que esse preso volte melhor à sociedade, e se reintegre ao convívio diário com a comunidade — destaca Leite.

O Secretário de Administração Penitenciária, César Faccioli,  afirma que a casa prisional inova ao olhar o detento de maneira diferente:

— Não é apenas uma casa de contenção. Inauguramos um centro de reciclagem de trajetórias de vida. Temos o compromisso de devolver à sociedade um ser humano recuperado e melhor. Essa recuperação passa pela oportunidade de trabalhar e de reconquistar a dignidade. Estamos buscando parceiras até com empresas do setor de vinícolas para produzir sucos de uva e em busca de demais atividades — afirma Faccioli.

O superintendente da Susepe, César da Veiga, ressalta que o investimento de R$ 31 milhões busca a mudança de conceito.

— Vamos focar nesse retorno à vida em comunidade, com respeito à vida do detento, e garantindo a segurança da população. É preciso recuperar o presidiário e isso passa por modificações e qualificação dentro da casa prisional em busca da evolução de quem cumpre pena — diz Veiga.

O argumento é o mesmo defendido pelo prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin (PP).

— A construção de uma casa prisional é sempre difícil porque se cobra investimentos em escolas, por exemplo. Fechar presídios e construir colégios seria sim o ideal, mas é um discurso que está longe da realidade que vivemos. Precisamos focar na recuperação dessas pessoas que transgridem as normas  e as leis, mas que sabemos que vão voltar a essa convivência. A ideia é garantir que eles reflitam e voltem melhor à comunidade — ressalta Pasin.

Novo presídio


A nova penitenciária será ocupada gradualmente pelos 362 presos do antigo presídio. Eles serão transferidos de 10 em 10, mas a Susepe não detalha o cronograma por questões de segurança.  Os primeiros detentos chegam ao presídio novo nesta sexta-feira (4). A obra é uma reivindicação antiga da comunidade. As primeiras negociações começaram em 2004. A cobrança ocorre pela proximidade do atual presídio à área central de Bento.

Com 420 vagas, a nova penitenciária foi construída em uma área de 5,6 mil metros quadrados, na Linha Palmeiro, no interior do município. A estrutura foi erguida em monoblocos de concreto de alta resistência, adotando a mesma técnica usada na construção da Penitenciária Estadual de Porto Alegre (PPOA), na de Canoas e na nova penitenciária de Sapucaia do Sul, que deverá ser entregue até o final deste ano.

A cadeia conta com duas escolas, duas oficinas de trabalho, ambulatório, cozinha, área de isolamento, módulo para revista, refeitório, casa de bombas, sala psicossocial, lavanderia e área administrativa. A Penitenciária de Bento Gonçalves conta também com um sistema que permite que os agentes penitenciários possam monitorar, de um pavimento superior, a rotina das galerias, evitando o contato direto com os apenados. O investimento ocorreu por meio de permuta com a construtora pelo prédio que abriga a Superintendência do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) de Bento Gonçalves. Sessenta e dois agentes vão atuar no novo presídio de Bento.

Presídio antigo será demolido

Considerado uma "bomba-relógio no coração da cidade" pelas autoridades de Bento Gonçalves, o presídio antigo será demolido. A ideia é que uma Central de Polícia seja construída no terreno.

— Nossas delegacias ficam em pontos distantes da cidade, então a ideia é utilizar, com a concordância do Governo do Estado, a área do antigo presídio para a construção de uma central de polícia — explica Pasin.

Leia também
Garibaldi passa a ter grupo de policiamento rodoviário a partir desta quinta
Três municípios da Serra estão no topo da lista no Idese
Detentos serão transferidos para novo presídio de Bento ao longo de 30 dias, afirma vice-governador

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros