Polícia Civil diz que tentativas de homicídio mostram acirramento de conflito entre criminosos rivais em Caxias   - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Violência25/09/2019 | 13h18

Polícia Civil diz que tentativas de homicídio mostram acirramento de conflito entre criminosos rivais em Caxias  

Grupos disputam controle de tráfico na Zona Norte da cidade

Após o registro de três tentativas de homicídio em um espaço de cerca de uma hora na madrugada desta quarta-feira (25) em Caxias do Sul, a Delegacia de Homicídios investiga se os crimes possuem relação. O que chama a atenção da investigação é a região em que os ataques aconteceram: a Zona Norte, área que atualmente está no centro de uma disputa que envolve grupos criminosos rivais pelo domínio do tráfico de drogas e do jogo do bicho.   

Leia mais
Mulher e dois homens são baleados no intervalo de uma hora na zona norte de Caxias 

De acordo com a polícia, os casos possuem conexão com vídeos divulgados recentemente nas redes sociais, nos quais membros de facções criminosas portam armas de grosso calibre e fazem referência à disputa pelo tráfico nessa região da cidade. Na última sexta (20), a polícia prendeu três homens e apreendeu um adolescente, que seriam os responsáveis pela gravação de um dos vídeos.   

Segundo o titular da Delegacia de Homicídios de Caxias do Sul, Rodrigo Duarte, o método de atuação nas tentativas de homicídio - em que os criminosos passam atirando com armas de fogo a bordo de veículos - indica que os ataques tenham partido de facções com o propósito de demonstrar força e intimidar o grupo rival.  

— A Zona Norte foi alvo recente da divulgação de vídeos onde há a reivindicação dessa região por parte de uma delas (das facções). Isso pode sim se tratar de uma demonstração de força em uma contenda com a facção rival, o que será apurado no decorrer da investigação — afirma.  

De acordo com o delegado, existe a possibilidade de que o veículo vermelho descrito em dois dos ataques tenha sido o mesmo.  

— O método de ataque foi o mesmo e existe uma forte possibilidade de que tenha sido o mesmo veículo. Geralmente, eles utilizam veículos furtados para esse tipo de ação — destaca Duarte.  

Ataques aconteceram em pouco mais de uma hora 

A primeira tentativa de homicídio foi contra uma mulher de 39 anos no bairro Santa Fé. De acordo com o registro policial, a mulher foi baleada por volta de 1h40min na Rua das Andorinhas. Ela relatou à polícia que os tiros foram efetuados de dentro de um carro de cor vermelha que passou na rua.  Um dos disparos atingiu a perna direita da vítima. Ela foi atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada a um hospital da cidade. 

No segundo caso, um homem de 37 anos foi baleado por volta de 2h40min na Rua Esperança, no ponto conhecido como Escadaria do Beco, no bairro Cânyon.  Nesta ocorrência, os disparos também foram efetuados de dentro de um veículo vermelho. Um dos tiros atingiu a coxa direita do homem. Ele foi socorrido pelo Samu e encaminhado para uma instituição de saúde da cidade.  

O terceiro caso também ocorreu no bairro Santa Fé, por volta das 2h45min. De acordo com o relato da irmã da vítima, um homem de 43 anos, ele foi atingido por um tiro no tórax. Ele foi até a casa dela pedindo ajuda e foi levado para um hospital da cidade.  A vítima segue internada em observação. 

Leia também
Idosa perde R$ 20 mil em golpe do bilhete premiado em Caxias
Quatro homens e uma mulher são presos por tráfico e armas são apreendidas em sítio no interior de Bento 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros