Polícia alerta sobre golpe de falso funcionário de banco em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Estelionato26/09/2019 | 12h08Atualizada em 26/09/2019 | 12h10

Polícia alerta sobre golpe de falso funcionário de banco em Caxias do Sul

Estelionatários se dirigem à residência da vítima e solicitam informações pessoais para extrair valores da conta

Um golpe praticado ​por criminosos que se passam por falsos funcionários  de uma agência bancária em Caxias do Sul, que teve como vítima uma mulher de 60 anos na tarde da última terça-feira (24), lançou um novo alerta sobre o retorno da atuação de estelionatários que se fazem passar por funcionários de banco para extrair valores de clientes.  

No caso mais recente registrado somente na quarta-feira (25), na Polícia Civil em Caxias, a vítima perdeu aproximadamente R$ 6 mil após fornecer as informações pessoais e o cartão bancário para um homem que solicitou os dados por telefone. Ele se dirigiu à residência da vítima, no bairro Esplanada, para buscar o cartão do Banrisul.

Segundo a vítima, o ​criminoso alegou que o motivo da ida à casa seria a necessidade de confirmação das informações por conta de uma suposta clonagem do cartão.  Após ter acesso à senha da vítima, ele solicitou que ela escrevesse uma carta à agência informando sobre a clonagem. Depois de deixar a residência, ele fez compras com o cartão e um saque no caixa eletrônico. O prejuízo totaliza em R$ 5.898,00.  

Uma das prisões mais recentes envolvendo esse tipo de crime ocorreu em Canela, em outubro do ano passado, quando um homem natural de São Paulo foi preso por se passar por um funcionário do Banco do Brasil para retirar valores de vítimas. Segundo o delegado titular da Polícia Civil do município, Vladimir Medeiros, o procedimento adotado pelo criminoso é praticamente o mesmo da última ocorrência registrada em Caxias, na qual é solicitada uma carta à vítima para dar veracidade à simulação.  

— Eles usam isso para dar credibilidade e tirar qualquer desconfiança da vítima sobre o golpe — destaca Medeiros.  

O titular da 1º Delegacia de Polícia de Caxias do Sul, Vítor Carnaúba, orienta as pessoas a jamais acreditar em abordagens de supostos funcionários de banco.  

— Não é um tipo de golpe novo, e acontece em todo o Estado. Os bancos não encaminham mensageiros para retirar o cartão nas casas. Essa forma que eles usam para entrar em contato com o titular do cartão para resolver um problema que foi diagnosticado e não existe. Nem a agência bancária quer saber a sua senha, quanto mais um mensageiro que aparece na sua casa — orienta Carnaúba.  

Via assessoria de imprensa, o Banrisul informou que “não entra em contato com os clientes por telefone ou e-mail, solicitando atualizações de segurança, dados pessoais ou senha”. a nota destaca que “se o cliente receber qualquer contato em nome do Banrisul referente a estes assuntos, não realize os procedimentos indicados e contate a sua agência”. 

O homem que aplicou o golpe na vítima de Caxias nessa semana não foi preso.

Leia também
Homem é detido após invadir cervejaria em Caxias
Mulher perde quase R$ 6 mil em golpe de falso funcionário de banco 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros