Mulher morta a facadas em Caxias do Sul comemoraria aniversário do filho no sábado - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Comoção 12/09/2019 | 11h38Atualizada em 12/09/2019 | 15h39

Mulher morta a facadas em Caxias do Sul comemoraria aniversário do filho no sábado

Eliane Mazzochini residia na região do Desvio Rizzo

Mulher morta a facadas em Caxias do Sul comemoraria aniversário do filho no sábado Facebook/Reprodução
Considerada uma funcionária exemplar, ela trabalhava como tecelã e tinha um bom relacionamento com todos no trabalho Foto: Facebook / Reprodução

Trabalhadora e dedicada ao único filho, Arthur Oliveira, que fará aniversário de 21 anos neste sábado.  Voluntária constante nas festas e eventos da comunidade de Cerro da Glória, em Nova Palmira, região de Vila Cristina. Caseira e feliz com a nova moradia adquirida recentemente na região do Desvio Rizzo. É assim que familiares descrevem Eliane Paula Mazzochini, 45 anos, assassinada a facadas num provável assalto na manhã desta quinta-feira (12), no loteamento Sanvitto, em Caxias do Sul. 

Apesar de residir havia muitos anos na zona urbana de Caxias, Eliane mantinha fortes laços com a comunidade do Cerro da Glória. A localidade é pequena, tem 11 ou 12 famílias e todos estão chocados com a morte dela, muito querida entre todos e também conhecida dos moradores de outras capelas de Nova Palmira. Ela saiu de Cerro da Glória ainda na juventude para trabalhar. Neste final de semana, ajudaria na tradicional festa da Capela de Santo Antônio, evento que tem a presença confirmada de 700 pessoas. A organização ainda não avaliou se manterá a celebração marcada o domingo (15). 

Leia mais
Mulher é morta a facadas e Caxias registra 60 assassinatos no ano
"É um crime que assusta, nos faz ter medo", lamenta colega que trabalhava com mulher morta a facadas em Caxias
 

Solteira, morava com o filho Arthur. Há pouco mais de um ano, o pai dela morreu de causas naturais. Desde então, ela e outras duas irmãs cuidavam da mãe, que ainda reside no Cerro da Glória.

Segundo o padre Lucas Mazzochini, primo de Eliane, ela havia comprado um novo imóvel na região do Desvio Rizzo e estava muito contente com a mudança. 

— Eu sou padrinho do Arthur e o pai dela era meu padrinho. Ela está de aniversário no sábado, possivelmente faria alguma coisa para o filho. A Eliane criou ele com muito amor e dedicação. Ela estava sempre presente nas festas da igreja na 2ª Légua (Nova Palmira), todos os finais de semana estava lá cuidando da mãe. Podia contar com ela para qualquer coisa. Estamos tão tristes, tão chocados e tentando processar a perda — desabafa o religioso.

Ainda não há informações sobre o velório de Eliane. 

De acordo com a ocorrência policial, Eliane foi atacada logo ao descer do ônibus na Rua Carlos Cesa, no Sanvitto. Ela teria resistido à abordagem de um homem e foi golpeada no lado esquerdo do abdômen. Socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a mulher morreu a caminho do hospital.

O corpo de Eliane será velado na capela Santo Antônio, na localidade de Cerro da Glória. O enterro está marcado para sexta-feira (13), às 10h, no cemitério da mesma localidade.

Leia também
Advogada feita refém com o filho de oito anos relata momentos de pânico em Caxias do Sul 
Jovem é baleado enquanto assistia a partida de futebol em Caxias
Após ter carro arrombado e objetos furtados, homem persegue e imobiliza suspeito em Caxias  



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros