Bandido que fugiu para a mata após confronto com a polícia é visto em lancheria da ERS-122, em Antônio Prado - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Alerta11/09/2019 | 19h14Atualizada em 11/09/2019 | 19h14

Bandido que fugiu para a mata após confronto com a polícia é visto em lancheria da ERS-122, em Antônio Prado

Polícias de quatro municípios da região mantêm cerco e alerta a moradores das comunidades da área, próxima à divisa com Flores da Cunha

Bandido que fugiu para a mata após confronto com a polícia é visto em lancheria da ERS-122, em Antônio Prado Brigada Militar / Divulgação/Divulgação
Foto: Brigada Militar / Divulgação / Divulgação

O bandido que fugiu para a mata após envolver-se em um confronto com a polícia por fuga de abordagem na manhã de segunda-feira (9), procurou uma lancheria de Antônio Prado na tarde desta quarta-feira (11), por volta das 16h30min.

O dono do estabelecimento — que fica às margens da  ERS-122, próximo ao belvedere — identificou o homem e informou a Brigada Militar do município, que reforçou o cerco com apoio de equipes de Flores da Cunha, Nova Pádua e Farroupilha.

Leia mais
BM faz alerta sobre bandido que fugiu após confronto no interior de Flores da Cunha
Perseguição com troca de tiros termina com três presos entre Flores da Cunha e Antônio Prado

Segundo a Brigada Militar de Flores da Cunha, o homem teria procurado o estabelecimento para comer e comprar recarga para o telefone celular. Ao perceber que tinha sido reconhecido, ele fugiu novamente em direção à mata, onde são realizadas as buscas.

A lancheria onde o suspeito foi visto fica a cerca de cinco quilômetros de distância do local em que os três criminosos que estavam com ele foram capturados, ainda na segunda-feira.

A polícia alerta moradores de comunidades próximas e motoristas que trafeguem pelo trecho a não prestarem socorro ou disponibilizarem carona para o suspeito, conhecido como Alemão.

Ele vestia uma calça azul e camiseta vermelha e portava uma arma no momento da fuga, sendo ainda descrito como magro e loiro. Qualquer informação pode ser reportada à polícia pelo telefone 190.

Leia também
Advogada feita refém com o filho de oito anos relata momentos de pânico em Caxias do Sul 
Assembleia aprova projeto para reaproveitamento e distribuição gratuita de medicamentos no RS

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros