Governo do RS anuncia novo Batalhão de Choque e Serra ganhará 110 PMs em agosto - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Reforço15/07/2019 | 16h06Atualizada em 15/07/2019 | 20h05

Governo do RS anuncia novo Batalhão de Choque e Serra ganhará 110 PMs em agosto

Anúncio foi feito durante balanço do programa RS Seguro

Governo do RS anuncia novo Batalhão de Choque e Serra ganhará 110 PMs em agosto Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Tropa especializada será responsável por atender ocorrências de grande vulto Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A Serra receberá um Batalhão de Choque e contará com 110 novos policiais militares a partir de agosto. O anúncio foi feito pelo governo estadual durante balanço dos primeiros 120 dias do programa RS Seguro na manhã desta segunda-feira (15). A sede ficará em Caxias do Sul, mas ações contemplarão todos os municípios da região. Além da Serra, a Região Sul também terá a criação de um novo Batalhão de Choque.

Leia mais:
Secretário da Segurança do RS diz que Serra pode ter polícia de choque: "Está em estudo"
Vice-governador garante novos policiais militares na Serra para o segundo semestre

Os 110 novos PMs serão oriundos da formatura de 2 mil novos soldados prevista para a primeira quinzena de agosto. Hoje, o Rio Grande do Sul possui três Batalhões de Choque: em Porto Alegre, Santa Maria e Passo Fundo.

Estas tropas especializadas são acionadas para ações especiais, como responder ao ataque de uma quadrilha a um banco ou garantir a ordem em uma manifestação com milhares de pessoas.

Atualmente, Caxias do Sul possui uma Companhia de Operações Especiais (COE) e outros quatro batalhões da região — Bento Gonçalves, Farroupilha, Gramado e Vacaria — contam com os seus Pelotões de Choque (POE). Ainda não foi anunciado o que acontecerá com estas equipes.

Vagas para o sistema prisional

Na mesma coletiva de imprensa, o governo estadual anunciou a criação de 3,5 mil novas vagas no sistema prisional — sendo 61% delas até o final de 2020. Neste cálculo, já estão incluídos as vagas pela Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves (420 vagas) e da Penitenciária Estadual de Sapucaia do Sul (600), ambas com previsão de conclusão até o final do ano.

Outra meta anunciada é a criação de unidades para cumprimento de pena alternativa, com a abertura de cinco Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac): uma em Pelotas (2020), uma em Novo Hamburgo (2021) e mais três, em fase de estudo, até 2022. 

O programa RS Seguro também prevê instalar, até o final deste ano, 5 mil tornozeleiras eletrônicas do novo contrato, firmado em fevereiro, e mais 5 mil até 2022.

Leia também:
Homem é preso após esfaquear caroneiro e dirigir embriagado e sem carteira de motorista em Caxias
Homem é preso em flagrante após ameaçar esposa e policiais com faca em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros