Investimentos no combate à criminalidade em Caxias do Sul podem ser financiados com destinação de imposto - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Segurança25/06/2019 | 09h30Atualizada em 25/06/2019 | 09h30

Investimentos no combate à criminalidade em Caxias do Sul podem ser financiados com destinação de imposto

Proposta é da Comissão da Segurança Pública e Proteção Social da Câmara de Vereadores

Investimentos no combate à criminalidade em Caxias do Sul podem ser financiados com destinação de imposto Antonio Valiente/Agencia RBS
Proposta é da Comissão da Segurança Pública e Proteção Social da Câmara de Vereadores Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Um rumo para a segurança pública em que os empresários podem acreditar e acompanhar de perto. Essa é a proposta da comissão de vereadores que definiu três investimentos prioritários (quadro abaixo) no combate à criminalidade em Caxias do Sul. Os projetos podem ser financiados com a destinação do imposto que já é pago pela iniciativa privada, mas que agora pode ser direcionado pelo próprio contribuinte.

A iniciativa tem como base o Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg), lei aprovada no final do governo de José Ivo Sartori (PMDB). Possibilita à iniciativa privada direcionar 5% do ICMS diretamente para projetos de segurança pública. O protocolo prevê que cada órgão liste suas necessidades, elabore projetos e disponibilize a "papelada" em uma lista no site da Secretaria Estadual de Segurança Pública, onde os empresários podem escolher qual iniciativa apoiar.

A Comissão de Segurança Pública e Proteção Social da Câmara de Vereadores, porém, buscou uma forma de agregar e facilitar esse processo. As três prioridades foram definidas em reuniões com representantes das forças de segurança de Caxias do Sul.

— Muita coisa não era feita por falta de recursos e o Piseg surge como uma luz no fim do túnel. O que estamos fazendo é buscar um olhar em conjunto, um olhar de construção. Essas três primeiras ações beneficiam a todos os órgãos — aponta a vereadora Paula Ioris (PSDB), que preside a comissão.

Os projetos escolhidos são investimentos em tecnologia para facilitar e aprimorar o combate ao crime.  Porém, a definição sobre estratégias de segurança, como a contratação de mais policiais para a cidade ou como implementar bloqueadores de sinal telefônico em presídios, cabem exclusivamente ao governo estadual.

— As três ações têm a ver com uso de inteligência, porque sabemos como está a folha (de salários dos servidores) do Estado. Por mais que venham policiais militares desses dois mil que irão se formar em agosto, e está garantido que Caxias irá receber em razão dos seus índices de violência, não será suficiente. Precisamos se valer de recursos da tecnologia para fazer esse papel. Não é que substitua (PMs na rua), mas ajuda — explica a vereadora.

As reuniões da Comissão de Segurança com a Brigada Militar, Polícia Civil e demais órgãos listaram 26 medidas necessárias para Caxias do Sul, segundo a vereadora Paula Ioris. A iniciativa priorizou os três projetos que foram considerados mais urgentes. A comissão garante rapidez para justificar e entregar os projetos ao governo estadual, contudo, ainda não é possível saber quando serão implementados.

* Aquisição de viaturas especiais - compra de veículos com características específicas, como celas para o transporte de presos.

* Criação de um laboratório do IGP em Caxias - quase todas as perícias solicitadas são feitas na sede do Instituto Geral de Perícias (IGP), em Porto Alegre, o que acumula o trabalho e atrasa investigações, geração de provas e processos judiciais.

* Ampliação e modernização do Centro Integrado de Operações - aquisição de tecnologia inteligente para o videomonitoramento urbano. Programas analíticos de imagens, como os que identificam placas de carros roubados, devem otimizar resultados que, hoje, são feitos manualmente por policiais militares.

Leia também
Morre jovem baleado no rosto próximo a bar em Bento Gonçalves
Jovem é morto ao abrir a porta de casa em Serafina Corrêa 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros