Denúncia aponta que homem pode ter sido morto por engano em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Crime no Diamantino24/06/2019 | 10h03Atualizada em 24/06/2019 | 13h30

Denúncia aponta que homem pode ter sido morto por engano em Caxias do Sul

Relato anônimo afirma que assassinos procuravam por um familiar da vítima

Uma denúncia anônima à Polícia Civil afirmou que José Valdecir da Silva, 22 anos, pode ter sido assassinado por engano em Caxias do Sul. Conforme o relato, o alvo do ataque seria um familiar da vítima. A Delegacia de Homicídios confirma que esta possibilidade está sendo investigada. Silva não possuía antecedentes criminais.

— O modo de execução do crime transparece uma relação com vida criminosa, mas não me parece ser o perfil desta vítima. Nossa equipe está na rua (na manhã desta segunda-feira) para apurar mais informações — aponta o delegado Rodrigo Kegler Duarte.

O assassinato aconteceu na noite de sábado (22), na Rua Victório José Bisol, no bairro Diamantino. De acordo com o registro policial, Silva assistia televisão com a esposa, uma jovem de 17 anos, quando dois homens armados invadiram a casa e efetuaram um disparo de arma de fogo na perna dela e ordenaram que ela e o filho fossem para um dos quartos. Do interior do cômodo, ela ouviu diversos disparos contra Silva. Ele foi atingido na cabeça e morreu na hora.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, a jovem observou, da janela do quarto, mais quatro homens armados na parte externa da residência, um deles usando capacete e outros três usando toucas ninja. Segundo o relato, os homens saíram a bordo de um veículo Sandero e em uma moto por ruas do interior do bairro.

A esposa de Silva foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, de onde foi liberada na manhã de domingo (23). O corpo de Silva foi sepultado por volta das 17h no Cemitério Público Municipal.

A polícia buscou imagens de câmeras de monitoramento de um estabelecimento próximo que confirmaram o relato da jovem. Este é o 37º assassinato registrado em Caxias do Sul em 2019.

Leia também:
Terceira vítima de acidente em Vacaria é sepultada em Carazinho
Homem é agredido a pauladas ao evitar que vizinho provocasse incêndio em Caxias do Sul
Brigada Militar captura procurado por homicídio em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros