Polícia investiga morte de jovem proprietário de lavagem em Bento Gonçalves - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Homicídio08/05/2019 | 09h57Atualizada em 08/05/2019 | 10h44

Polícia investiga morte de jovem proprietário de lavagem em Bento Gonçalves

Alex de Souza Reis, 22 anos, foi atingido com disparo no rosto

A Polícia Civil investiga o assassinato de Alex de Souza Reis, 22 anos, morto com um disparo de arma de fogo no início da noite desta terça-feira (7) em Bento Gonçalves. O crime ocorreu na lavagem que pertencia à vítima, localizada na Rua Antônio Michelon,  no bairro Santa Rita, por volta das 19h30min.

Conforme informações apuradas com a Polícia Civil, duas pessoas chegaram de moto ao local do crime. Uma delas disparou contra Reis, acertando a vítima com um tiro no rosto. Em seguida, a dupla fugiu.

Leia mais
Jovem é assassinado em lavagem de Bento Gonçalves
Homem é morto a tiros em lavagem em Bento Gonçalves
Três mortes em três dias: "Objetivo é evitar recorde negativo", diz major da BM de Bento Gonçalves

O titular do 2º Distrito Policial de Bento, Álvaro Becker, explica que, na manhã desta quarta (8), a polícia segue o trabalho de apuração junto a possíveis testemunhas e verifica se há imagens de câmeras próximas. Ao lado da lavagem, há um posto de combustíveis.

— Também aguardamos o laudo de necropsia. O projétil ficou alojado no crânio. Vamos verificar qual é o calibre da arma utilizada — explica o delegado.

Segundo a informação da polícia, Alex de Souza Reis era natural do estado da Paraíba e não possui registro de antecedentes criminais.

Outra morte em lavagem

Em outro assassinato que ocorreu em lavagem de carros em Bento, pouco depois do meio-dia de 25 de março, um homem de 58 anos foi morto com disparos de arma de fogo por duas pessoas que chegaram ao local em uma moto. Amaro Antunes dos Santos cumpria pena por tráfico de drogas no regime semi-aberto e trabalhava na lavagem e estacionamento.  A esposa dele, de 40 anos, ficou ferida. O fato ocorreu no bairro Cidade Alta, na Avenida Oswaldo Aranha.

A investigação desse caso está a cargo do 1º Distrito Policial. Conforme a delegada Maria Isabel Zerman, as apurações estão em andamento. A moto utilizada pelos assassinos, fruto de um roubo em Caxias do Sul, foi encontrada posteriormente, mas ainda não há indícios da autoria do crime. Em princípio, não há elementos que apontem relação desse homicídio com o assassinato desta terça-feira (7).  

Leia também
Caxienses enfrentam filas para apostas na Mega acumulada
Jaguatirica e tamanduá são resgatados em Vacaria


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros