Jogador do Esportivo pulou pela janela e correu por duas quadras antes de ser preso em Bento Gonçalves - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tráfico de drogas17/05/2019 | 19h30Atualizada em 17/05/2019 | 19h35

Jogador do Esportivo pulou pela janela e correu por duas quadras antes de ser preso em Bento Gonçalves

Esta é a segunda prisão em flagrante do volante de 23 anos

Jogador do Esportivo pulou pela janela e correu por duas quadras antes de ser preso em Bento Gonçalves Marcelo Dargelio/Notícias de Bento/Divulgação
Foto: Marcelo Dargelio/Notícias de Bento / Divulgação

No momento que a Polícia Civil invadiu a casa no bairro Tancredo Neves, o jogador do Esportivo fracionava um tijolo de 250 gramas de cocaína. Renan Silva de Lima, 23 anos, conhecido como Renan Pedrada, ainda pulou a janela e correu por duas quadras antes de ser capturado. Esta foi a segunda prisão em flagrante dele por tráfico de drogas em Bento Gonçalves.

De acordo com a investigação, o volante formado nas categorias de base do Esportivo atua no embalo e distribuição de um esquema que abastece pontos de venda de drogas nos bairros Conceição, Tancredo Neves e Juventude da Enologia. Esta organização criminosa foi  alvo de duas operações da 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP), batizadas de Marmota e Heresia, que foram deflagradas simultaneamente no início da tarde desta sexta-feira (17).

Leia mais:
Jogador do Esportivo é preso em operação contra o tráfico de drogas em Bento Gonçalves

No total, a mobilização da Polícia Civil cumpriu 10 mandados de busca e apreensão e prendeu nove homens em flagrante. Foram apreendidas cerca de 300 gramas de cocaína, 53 pedras de crack e e munições de calibre 9mm e .22, além de R$ 40 mil em espécie, três automóveis e 15 celulares.

Renan Pedrada foi preso em flagrante junto com o irmão Igor Juarez Reups, 21. Esta é segunda vez que o jogador do Esportivo é autuado por tráfico de drogas. Em 2016, em outra investida da 1ª DP no bairro Tancredo Neves, Pedrada foi flagrado tentando descartar drogas por um cano de esgoto.

As operações Marmota e Heresia contaram com 53 policiais civis de toda a Serra. Até as 18h, o registro do flagrante ainda estava em andamento na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e nenhum dos presos havia sido chamado para o interrogatório.

Presidente do Esportivo lamenta

O presidente do Esportivo, Anderson Zanella, lamenta o ocorrido. O mandatário ressalta que o clube não tem responsabilidade sobre as ações dos jogadores em seus momentos de folga 

— É uma  figura que no dia-a-dia no clube sempre foi sensacional. Até por isso, (a notícia) chocou todos os jogadores nesse retorno de Erechim. Não é a primeira vez que acontece isso, lembro que (em 2016) ele já havia sido preso. No entanto, um ano depois demos uma chance para ele retornar e desde então estava conosco — comenta Zanella.

O Esportivo decidiu não divulgar uma nota oficial em suas redes sociais. 

Quem são os presos em flagrante:
:: Luciano Escobar de Mello, 43 anos
:: Giovani Carlos Gurkievicz, 24 anos
:: Luis Carlos Gurkievicz, 49 anos
:: Renan Silva de Lima, 23 anos, o Renan Pedrada
:: Henrique de Azevedo Schimitz, 26 anos
:: Adriano da Silva, 32 anos
:: Jorge Schimitz, 49 anos
:: Igor Juarez Reups, 21 anos
:: Jeferson Rodrigues, 29 anos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros