Identificados quatro dos seis assaltantes mortos após ataque a bancos em Ibiraiaras - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Cerco policial04/12/2018 | 11h52Atualizada em 04/12/2018 | 13h34

Identificados quatro dos seis assaltantes mortos após ataque a bancos em Ibiraiaras

Dois estavam em prisão domiciliar, um em liberdade provisória e o outro encontrava-se foragido

Identificados quatro dos seis assaltantes mortos após ataque a bancos em Ibiraiaras Júlio Stella  / Divulgação /Divulgação
Foto: Júlio Stella / Divulgação / Divulgação

Quatro dos seis criminosos mortos no cerco após ataque a bancos no município de Ibiraiaras, no norte do Estado, na segunda-feira (3), foram identificados pela polícia. Segundo a Brigada Militar, dois deles cumpriam prisão domiciliar, um estava em liberdade provisória e outro estava foragido. 

Dois dos assaltantes são de Caxias do Sul, na Serra. Um deles é Maicon Rafael da Silva, o "Guela", que estava em prisão domiciliar. Ele possuía dois antecedentes por roubo a lotéricas, dois por roubo a residências, um por roubo de carro, além de porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Leia mais
Gerente de banco morto em assalto é velado em Passo Fundo
Bandidos assaltam bancos de Ibiraiaras pela segunda vez no ano
"Foram muito mais violentos e teve muitos tiros", conta morador de Ibiraiaras
Morto em assalto, gerente de banco havia se transferido para Ibiraiaras em setembro
Seis suspeitos de participar de assalto a banco em Ibiraiaras são mortos em confronto com a polícia
BM apreende mais de R$ 115 mil, armas e munição com quadrilha que atacou bancos em Ibiraiaras 

O outro é Moisés da Silva, conhecido como "Doente", também em prisão domiciliar. Segundo a BM, ele havia fugido seis vezes após ser preso e possuía antecedentes por roubo a comércio e roubo a um cartório de registro de imóveis, além de porte de arma. 

O terceiro é de Alvorada, na Região Metropolitana: Richard Colares Torres, o "Ri", que estava em liberdade provisória. A BM afirma que ele possuía dois antecedentes por roubo a pedestre, dois por porte de arma e ainda uma ocorrência por lesão corporal.  

O quarto criminoso identificado é Alex Jonas de Morais Rébis, que estava foragido. Ele cumpria pena em regime aberto, com tornozeleira, e tem antecedentes por associação criminosa, roubo de veiculo, tráfico de drogas e roubo a estabelecimento comercial, de acordo com a Brigada Militar. 

O ataque em Ibiraiaras ocorreu na tarde de segunda-feira. Um refém foi morto durante a fuga dos criminosos: gerente adjunto de uma das agências, Rodrigo Mocelin da Silva, 37 anos, foi baleado e não resistiu aos ferimentos. 

Dois assaltantes seguem foragidos, segundo a BM. Um foi preso e foi ouvido pelos policiais durante a madrugada.

Leia também
Homens são assassinados em frente de oficina em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros