Homem que matou mulher em Canela já havia ameaçado ex-companheira, diz delegado - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Violência11/12/2018 | 11h14Atualizada em 11/12/2018 | 11h26

Homem que matou mulher em Canela já havia ameaçado ex-companheira, diz delegado

Ainda segundo a polícia, a vítima morava com duas filhas e uma delas teria presenciado o crime

Pioneiro

Testemunhas relataram à Polícia Civil que Lucrécia da Silva, 34 anos, vítima de feminicídio na noite de segunda-feira, em Canela, vinha sofrendo ameaças do ex-companheiro. O assassinato ocorreu na Rua Caxias, bairro Santa Teresinha. O principal suspeito, Gilmar Pires Pereira, 47 anos, se suicidou logo após o crime. Ela foi morta com dois tiros.Segundo o delegado Vladimir Medeiros, a mulher não havia solicitado medida protetiva e nem havia registrado a ocorrência contra o ex-namorado.

— Era um relacionamento recente. Ficaram juntos menos de 90 dias e haviam se separado há mais ou menos um mês. Os relatos preliminares indicam que essa separação estava conturbada. Inclusive, soubemos que ele teria dito a outras pessoas que iria matá-la e depois ia se suicidar — explica. 

Ainda segundo o delegado, a mulher morava com duas filhas e uma delas teria presenciado o crime. Pereira também tinha antecedentes criminais por Maria da Penha. 

Leia também
Homem é preso com cocaína e mais de R$ 13 mil em Caxias do Sul
Mulher é morta com dois tiros em Canela 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros