Família confirma que morta em represa é a mulher que estava desaparecida em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Reconhecida02/12/2018 | 16h12Atualizada em 02/12/2018 | 16h20

Família confirma que morta em represa é a mulher que estava desaparecida em Caxias do Sul

Em princípio, caso é investigado como afogamento

Família confirma que morta em represa é a mulher que estava desaparecida em Caxias do Sul Acervo de família / divulgação/divulgação
Lourdes Maria Lorenson havia desaparecido na terça-feira Foto: Acervo de família / divulgação / divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A mulher encontrada morta em uma represa de Caxias do Sul é Lourdes Maria Lorenson, 59 anos, que estava desaparecida desde a terça-feira (27). Familiares dela foram até o Departamento Médico Legal (DML) e reconheceram a vítima. Lourdes será sepultada no Cemitério de Santa Corona às 10h de segunda-feira.

Ela havia sido vista pela última vez ao deixar a residência que morava na Rua Luiz Segalla, bairro Esplanada. Segundo a nora, Vanessa Lorenson, Lourdes sofria de depressão. Durante a investigação, a Polícia Civil encontrou testemunhas que afirmaram ter visto a mulher sentada próxima a uma das represas do Complexo Dal Bó, na quarta-feira.

O corpo foi encontrado no bairro Fátima por volta das 10h deste domingo, quando a Brigada Militar (BM) foi acionada. Com um bote, os bombeiros auxiliaram no resgate. O corpo estava em avançado estado de decomposição e o efeito da água impedia qualquer conclusão sobre a morte.

— Aparentemente, nenhum ferimento externo. Parece que se afogou, mas só poderemos afirmar após a necropsia — declarou o delegado plantonista Ives Trindade durante o registro da ocorrência.

Leia também:
Caixa eletrônico do Banco do Brasil é arrombado em Caxias do Sul
Sepultada segunda vítima de acidente em Garibaldi

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros