BM apreende mais de R$ 115 mil, armas e munição com quadrilha que atacou bancos em Ibiraiaras - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Violência04/12/2018 | 07h10Atualizada em 04/12/2018 | 16h13

BM apreende mais de R$ 115 mil, armas e munição com quadrilha que atacou bancos em Ibiraiaras

Um refém e seis assaltantes morreram durante a fuga; polícia segue com cerco na localidade de Pio X, em Ibiraiaras

BM apreende mais de R$ 115 mil, armas e munição com quadrilha que atacou bancos em Ibiraiaras Brigada Militar / Divulgação/Divulgação
Foram apreendidas cerca de dez armas, entre metralhadoras, revólveres e pistolas Foto: Brigada Militar / Divulgação / Divulgação

A Brigada Militar apreendeu mais de R$ 115 mil com a quadrilha que assaltou duas agências bancárias na tarde de segunda-feira (3), em Ibiraiaras, no norte do Rio Grande do Sul. São notas de R$ 100, R$ 50, R$ 20, R$ 10 e R$ 2. Mas a contagem ainda não terminou. Ainda falta somar a grande quantidade de moedas encontradas em bolsas usadas pelos criminosos.  

Leia mais
Hospital de Ibiraiaras confirma morte de funcionário de banco durante assalto
"Foram muito mais violentos e teve muitos tiros", conta morador de Ibiraiaras  
Bandidos assaltam bancos de Ibiraiaras pela segunda vez no ano 

Já era madrugada desta terça-feira (4) quando a reportagem de GaúchaZH presenciou policiais civis analisando o material apreendido com os criminosos. Tudo foi reunido em uma sala da Delegacia de Pronto Atendimento de Lagoa Vermelha, que ficará responsável pela investigação. Policiais da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) já estão na cidade e vão trabalhar no caso. 

Além do dinheiro, foram apreendidas cerca de 10 armas, entre metralhadoras, revólveres e pistolas, munição, coletes à prova de balas e celulares.

Um refém foi morto durante a fuga dos criminosos após o ataque aos bancos. Gerente adjunto de uma das agências,  Rodrigo Mocelin da Silva, 37 anos, foi baleado e não resistiu aos ferimentos. Ainda não se sabe de onde partiu o tiro que atingiu a vítia, se dos PMs ou dos criminosos.

Dois assaltantes seguem foragidos, segundo a BM. Um foi preso e foi ouvido pelos policiais durante a madrugada. Seis criminosos foram mortos durante troca de tiros.

A BM segue com cerco na localidade de Pio X, em Ibiraiaras. O objetivo é evitar que eles deixem a área para, quando amanhecer, retomarem o ingresso na mata e tentar prendê-los.

Ainda falta somar a grande quantidade de moedas encontradas em bolsas usadas pelos criminososFoto: Brigada Militar / Divulgação

Leia também
Preço mínimo da uva será definido nesta terça
Cadastramento individual de motoristas de aplicativos começa nesta segunda em Caxias 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros