Morte de homem em represa de Caxias do Sul começa a ser investigada como latrocínio - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Maestra09/08/2018 | 17h15Atualizada em 09/08/2018 | 17h22

Morte de homem em represa de Caxias do Sul começa a ser investigada como latrocínio

Polícia Civil está intrigada com o desaparecimento do carro da vítima

Passou a ser investigada como latrocínio a morte de Paulo Cesar Fernandes Dutra, 43 anos, que foi encontrado na Barragem da Maestra, em Caxias do Sul, na tarde de segunda-feira (dia 6). A suspeita ocorre em razão do veículo da vítima, um Meriva, ainda não ter sido encontrado. Conforme a família, Dutra foi visto a última vez no domingo (4) quando saiu para beber e não retornou.

Leia mais:
Corpo é encontrado na Barragem da Maestra, em Caxias do Sul

A partir desta suspeita de roubo com morte, o caso passou para a Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec).  O delegado Adriano Linhares, contudo, ressalta que ainda não há resultado da perícia para determinar a causa da morte e, assim, não há certeza que ocorreu um assassinato. Quando o corpo foi resgatado, não foram percebidos sinais de violência.

— Por conta do desaparecimento do veículo dele, este Meriva, a hipótese é de assalto, ou seja, um latrocínio (roubo com morte). É bastante tempo (passado desde o crime), o que dificulta, mas estamos nas ruas em diligências e iremos esclarecer este caso — afirma o chefe da Defrec.

Até a manhã desta quinta-feira, o inquérito estava com o 3º Distrito Policial e era tratado como um encontro de cadáver. Caso a hipótese de um assalto seja confirmada, este seria o quarto latrocínio registrado em Caxias do Sul em 2018.


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros