Monumento de 50 quilos é levado de praça de Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Patrimônio público27/07/2018 | 17h27Atualizada em 27/07/2018 | 17h27

Monumento de 50 quilos é levado de praça de Caxias do Sul

Sumiço foi percebido por filho do homenageado e prefeitura busca informações

Monumento de 50 quilos é levado de praça de Caxias do Sul Felipe Nyland/Agencia RBS
Apenas a base de alvenaria segue na Praça da Bandeira Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A prefeitura busca informações sobre o sumiço do busto do empresário Cândido João Calcagnotto, instalado em 1979, na Praça da Bandeira, em Caxias do Sul. O furto da peça foi percebido por Carlos Calcagnotto, filho do homenageado, que informou a Secretaria Municipal do Meio Ambiente sobre o fato mas ainda não recebeu um retorno. O caso deve ser registrado na Polícia Civil na semana que vem. O busto pesava cerca de 50 quilos, era feito de bronze e foi esculpido por Bruno Segalla.

Leia mais:
Placa de bronze é furtada do monumento Gigia Bandera, em Caxias do Sul

Por envolver um patrimônio público, o crime é caracterizado como furto qualificado, cuja pena prevista é de dois a oito anos de reclusão. O monumento a Cândido João Calcagnotto, considerado um dos pioneiros do comércio em Caxias do Sul, foi inaugurado pelo então prefeito Mansueto Serafini no dia 15 de maio de 1979. De acordo com a Secretaria da Cultura, o monumento (incluindo a base de alvenaria) media 2,70m de altura por 1,40m de largura. A homenagem ao empresário ainda contava com duas placas de bronze, que foram furtadas em 2010 e ainda não foram repostas. Hoje, a Praça da Bandeira apresenta três bases de alvenaria vazias.

— O problema maior é quando passamos à noite, a falta de cuidado com as praças. Qual é o tipo de vigilância prestado? A segurança está ruim no Brasil inteiro, Caxias não é uma exceção. As placas já foram furtadas três vezes. Não sabemos dizer se é um dever da prefeitura, afinal na época ninguém imaginava que o monumento fosse levado inteiro, mas acho que é uma responsabilidade por serem eles quem fazem a guarda das praças — afirma Carlos Calcagnotto.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL - 16/06/2015 -  placas de parques de Caxias do Sul são alvos de vandalismo. Monumento em homenagem a Cândido Calcagnotto, na Dante Marcucci. Placa reposta em 2012, foi retirada
Imagem de 2015 mostra o busto em homenagem a Cândido João CalcagnottoFoto: Suelen Mapelli / Gaúcha Serra

A suspeita é que furto tenha ocorrido há mais de 20 dias, porém não é possível precisar a data porque a Praça da Bandeira não é monitorada por câmeras. A Guarda Municipal, responsável por zelar pelo patrimônio público, pede que a comunidade denuncie qualquer informação sobre furtos e danos ao patrimônio público pelo telefone 153.

— É impossível arrancar um busto desse e ninguém ter visto ou ouvido nada. Se não contarmos com os olhos da comunidade, nunca pegaremos em flagrante estes criminosos. E quem compra um busto, um patrimônio desse? — analisa Cristiano Vitali, gerente operacional  da Guarda.

Reunião na semana que vem

O inventário do patrimônio público fica na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, que administra as praças. Porém, os monumentos históricos são de responsabilidade da pasta de Cultura. Por isso, há dificuldade em determinar que responde diante de um caso destes. Como os danos e furtos a monumentos têm sido recorrentes, principalmente os de bronze, os secretários Joelmir da Silva Neto e Patrícia Rasia devem se reunir na semana que vem para debater o tema. Na tarde de sexta-feira, ambos não estavam em suas secretarias e não puderam falar com o Pioneiro. 

A responsabilidade sobre a reposição do monumento é uma incógnita. Originalmente, o monumento foi custeado por familiares de Calcagnotto. Inclusive, a família ainda tem o molde de gesso original do busto.

Leia também:
Dupla é detida com mais de R$ 4 mil em notas falsas em Caxias do Sul
Criminosos assaltam posto bancário em Vale Real, no Vale do Caí
Indiciado foi preso e solto quatro dias antes de roubo com estupro em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros