Frei Jaime: as relações humanas não deveriam ser tão complexas - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Opinião04/08/2020 | 08h00Atualizada em 04/08/2020 | 08h00

Frei Jaime: as relações humanas não deveriam ser tão complexas

A terça-feira chega, não somente como mais um dia, mas com mil possibilidades

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando sem pressa, mas não distanciando o olho dos ponteiros do relógio... Na vida é preciso ficar sempre de olho... A terça-feira chega, não somente como mais um dia, mas com mil possibilidades... Convém espantar o sono e deixar a claridade inundar de luz o coração... Feliz terça-feira! 

"O mal de quase todos nós é que preferimos ser arruinados pelo elogio do que ser salvos pela crítica." (Norman Vicente Peale). 

A convivência é um dos espaços mais exigentes, pois supõe saber lidar com as diferenças das pessoas. As relações humanas não deveriam ser tão complexas, como são em alguns momentos e em certos ambientes. Nem todos sabem lidar com alguns entraves que invadem o cotidiano, dentro e fora de casa. As pessoas são praticamente o somatório das suas qualidades e defeitos, e o modo como elas agem e reagem nas situações mais exigentes.               

Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

Cada um tem seu jeito de ser, mas a interdependência supõe que todos sejam capazes de se adequar às diferentes situações. É interessante perceber como muitos, a cada dia que passa, estão se tornando intolerantes às críticas construtivas. O crescimento pessoal só se dá pelas observações que ressaltam os detalhes, preenchem lacunas e aperfeiçoam o ser e o fazer. É evidente que um elogio faz um bem enorme, pois alegra o coração e amplia os horizontes. Mas um cuidado é necessário ter presente: muitos elogios não são sinceros, pois são apenas trocadilhos de palavras, sem conteúdo. 

Ninguém sobrevive sem a circulação da afetividade, onde a ternura emociona e revigora a profunda capacidade de amar. Mas criar dependência de elogios, isto é, só conseguir avançar tendo ao seu lado pessoas que multiplicam palavras doces, é preocupante. O ideal é primar pela sinceridade, quer seja nos elogios ou nas críticas. Por outro lado, para tudo há um jeito equilibrado de dizer as coisas, mesmo que a maioria se deixa dominar pelo impulso. A maturidade é alcançada quando a pessoa é capaz de acolher serenamente as críticas, sem nenhum abalo emocional, e absorver os elogios, sem querer ir morar nas nuvens. Que a cada dia que passa, a existência possa se encontrar com a normalidade e com a alegria de simplesmente existir. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!  

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros