André Costantin: AC - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião12/03/2020 | 07h00Atualizada em 12/03/2020 | 07h00

André Costantin: AC

AC acha que pode fazer investimento vivendo de pequenos filmes, contando histórias. E se estrepa

André Costantin
André Costantin

andre@transe.com.br

Quando todos esperam de AC a lógica, uma luz, algum juízo, ele decepciona. AC quer escrever crônica e faz outra coisa. AC acha que pode fazer investimento vivendo de pequenos filmes, contando histórias. E se estrepa. AC chora no banheiro.

AC fez fama no Grêmio e depois foi boleiro estelar na seleção do Barcelona. Ganhou grana, mas grana. Coisa Nike. Aquela grana preta que deixa os seres humanos com um cheiro meio azedo de perfume e metais. Então AC se aposenta logo e vai viver de fama & tretas. Até embaixador do turismo do Brazil ele vira. Circo armado, o palhaço dando as cartas. AC é pego no Paraguai com passaporte falso. “Olha o que ele fez, olha o que ele fez” – grita AC global.

Leia mais
André Costantin: crônica suja
André Costantin: Adsuida

AC do Ministério da Justiça está preocupado com AC no Paraguai. AC também foi centroavante. Isso e aquilo e, pasmem, vereador de uma cidade do fim do mapa. Arranja uma cadeira na gloriosa CBF, com espaldar para o paletó. Coisa Rio de Janeiro, Barra da Tijuca. Pô, que boquinha essa, do AC! Mas aí AC pega avião e vai lá no fim do mapa torcer para o seu time do coração num jogo de campeonato nacional. E mete os pés pelas mãos, reclama do juiz, dá pitacos onde não deve, sai em rede nacional, “olha o que ele fez” e tal. AC é demitido da cadeira com espaldar.

Ninguém normal nunca tinha ouvido falar de AC todo poderoso da economia brasileira. Um tipo estranho. Até que AC surge numa live, plantado e mudo, ao lado de AC mito da arminha na mão. AC candidato a presidente. AC maluco da faca opera o milagre derradeiro – o diabo cagando no monte mais alto, como sempre. E então AC tipo estranho vira o Antonio Conselheiro dos Mercados. O novo caga-regras da nação. AC Conselheiro reescreve a Constituição. AC Conselheiro faz o PIB aumentar; lida com fundos públicos. AC Conselheiro tem no armário dez generais de quatro estrelas e dentes mal cuidados. Mete a mão com as empregadas domésticas, só para descontrair.

AC vai ser prefeito, vai mandar e desmandar. Vai ser impichado no último ano. Parabéns a você, AC, nesta data querida, que está feliz mais perto da morte. AC nunca andou com uma bike elétrica de trilha de 90 paus. AC toma emprestado, AC se entusiasma, AC se estrachina no chão. Foi toco, ou pau? AC tradicionalista anda a cavalo pelas calçadas da Jacob. AC é do Povo Escolhido. Somos 210 milhões de ACs ruminando o país do futuro. AC tem dupla cidadania mas é, no fundo e ao fim, um apátrida. AC de Antes (e bem depois) de Cristo. AC. Corrente Alternada. André Costantin.

Leia também
Cervejarias artesanais da Serra conquistam prêmios no Festival Brasileiro da Cerveja
Agenda: exposição "Trajetórias da Linha", de Beatriz Dagnese, entra em cartaz no Campus 8, em Caxias
Paulistas da Cia Druw visitam Caxias pela primeira vez para mostrar "Poetas da Cor"

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros