Equilíbrio e objetividade são as apostas do Glória para superar o Ypiranga - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Divisão de Acesso01/05/2019 | 08h00Atualizada em 01/05/2019 | 08h00

Equilíbrio e objetividade são as apostas do Glória para superar o Ypiranga

Por vaga na elite, equipes iniciam a semifinal nesta quarta-feira, às 15h3omin, em Erechim

Equilíbrio e objetividade são as apostas do Glória para superar o Ypiranga Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Repetir 2015 é a meta do Glória a partir de hoje. Às 15h30min, em Erechim, o time de Vacaria inicia a busca pelo retorno à elite do futebol gaúcho diante do Ypiranga. Serão dois jogos, após esta partida no Estádio Colosso da Lagoa, a decisão será no Altos da Glória na próxima semana.

Leia Mais:
Pegador de pênaltis, goleiro Vandré é um dos trunfos do Glória para voltar à elite
Esportivo e Glória conhecem datas dos jogos que valem o acesso 

Em pleno Dia do Trabalhador, empenho não faltará desde o primeiro minuto nesta semifinal da Divisão de Acesso.

— Para ser decisivo em mata-mata é preciso equilíbrio e ter 100% de concentração. Contra o Bagé fomos eficientes e alcançamos o objetivo. Agora são 180 minutos de jogos aguerridos. É uma história do nosso futebol. Precisamos saber defender e ter qualidade na hora de definir as jogadas. O Glória é uma equipe de tradição. Temos que manter a postura daquele ano, onde conseguimos dar alegrias ao torcedor de Vacaria - destaca o técnico Jair Galvão, que vai para o seu quarto jogo desde que retornou ao clube, ainda no final da primeira fase.

Em 2015, exatamente com Jair Galvão no comando, o time dos Altos da Glória conseguiu o acesso à Série A, mas acabou caindo no ano seguinte. Já o time de Erechim deu passos mais largos. Subiu para elite Estadual em 2014 e dois anos depois estava na Série C do Campeonato Brasileiro. Com maior orçamento, o Ypiranga se mostra um time mais difícil para ser batido. Exigirá e muito do Leão, que se apega no seu ambiente para conseguir o tão sonhado retorno ao Gauchão.

— É um grupo que criou afinidade, parceria. Nosso grupo tem isso de bom. Fora de campo existem as cobranças e todos aceitam. Essa união é a nossa virtude - comenta o goleiro Vandré.

O Glória deve ter Vandré; Thiago Machado, Sergipano, Alisson e Ednei; Thiago Costa, Téo e Germano; Erick, Pablo e Jean Carlos.

Leia Também:
Ausência de funcionário adia atendimentos da Secretaria Federal do Trabalho na Serra
Vacaria cria lei que proíbe ato de dar e pedir esmolas 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros