Operação prende grupo ligado à comercialização de drogas sintéticas em Caxias do Sul - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Candy Shop06/11/2018 | 12h13Atualizada em 06/11/2018 | 13h52

Operação prende grupo ligado à comercialização de drogas sintéticas em Caxias do Sul

Cinco homens e duas mulheres foram detidos na manhã desta terça 

Operação prende grupo ligado à comercialização de drogas sintéticas em Caxias do Sul Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

Uma investigação de cinco meses resultou na prisão de sete pessoas por associação ao tráfico de drogas em Caxias do Sul na manhã desta terça-feira (6). Outros dois envolvidos foram detidos em Esteio e Vacaria. A Operação Candy Shop (loja de doces, em inglês), como foi denominada, visa combater o tráfico organizado de entorpecentes sintéticos na região. Os nomes dos presos não foram divulgados pela polícia.

Agentes da Delegacia de Entorpecentes, Furtos, Roubos e Capturas (Defrec), coordenados pelo delegado Adriano Linhares, prenderam cinco homens e duas mulheres nos bairros Lourdes, São Ciro, Reolon, Jardim Iracema, Desvio Rizzo, Cruzeiro e Bela Vista. Outro envolvido não foi localizado e está em situação de foragido. 

Segundo a Polícia Civil, as investigações apontaram que existia uma associação para a vendas das drogas sintéticas na região e que era liderada por um dos presos na operação. A companheira dele colaborava, inclusive, na administração da compra dos entorpecentes. Um dos fornecedores do casal era de Esteio e também foi preso na manhã desta terça. Os três vendiam a droga para traficantes menores, que repassavam os sintéticos em festas de música eletrônicas. 

— Os integrantes se intercomunicavam: eles traziam droga para cá (Caxias) e mandavam para fora (da cidade). Agora está sendo identificado todo o grupo criminoso e esclarecido o que cada um fazia dentro da organização.— explica Linhares. 

Durante as buscas, foram apreendidas porções de cocaína, maconha, LSD e comprimidos de ecstasy. A quantidade ainda não foi divulgada, porque está sendo realizada a pesagem do material. 

A ação teve o apoio de policiais da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DPHPP) e o 1º Distrito Policial de Caxias do Sul. 

Em um ano, preso por três vezes

Um dos investigados na Operação Candy Shop foi preso três vezes em um intervalo de um ano por tráfico de drogas. Em uma das ocasiões, ele foi detido com 150 unidades de ecstasy, recebidas pelo setor de cargas da Estação Rodoviária de Caxias do Sul.

Leia mais
Homem é preso com 700 comprimidos de ecstasy em Caxias do Sul
Idosa perde R$ 6 mil em golpe em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros