Com virada incrível no último quarto, Caxias Basquete vence Vasco por 81 a 69 - Pioneiro

Versão mobile

 

NBB 1010/01/2018 | 22h08Atualizada em 11/01/2018 | 15h37

Com virada incrível no último quarto, Caxias Basquete vence Vasco por 81 a 69

Equipe caxiense venceu último período por 29 a 13 e recuperou vantagem carioca no jogo

Com virada incrível no último quarto, Caxias Basquete vence Vasco por 81 a 69 Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

Foi mais uma vez uma partida de muita emoção no Ginásio do Vascão. O ano de 2018 começa com mais uma vitória incrível do Caxias do Sul Basquete/Banrisul em casa. A vítima da vez foi o Vasco, que tomou de 81 a 69 de um time que buscou uma recuperação incrível no último quarto e se consolida cada vez mais como integrante do grupo que disputará os playoffs. Com novo show de Cauê Borges - que ouviu os gritos de MVP e atingiu a marca de 22 pontos - o Caxias chegou a sétima vitória na competição. O próximo confronto pelo NBB 10 será na sexta-feira, também em casa, contra o Botafogo, Às 20h05 min.

NBB10

 O primeiro quarto começou com o Caxias Basquete ameaçando uma disparada. Antes mesmo de completar dois minutos de partida a equipe de Rodrigo Barbosa já havia aberto 7 a 2 sobre o Vasco. Porém, a time carioca se organizou e o Caxias se perdeu, principalmente após Alex sentir o tornozelo. O camisa 1, autor dos primeiros pontos caxienses em arremesso de três, até continuou por mais algum tempo, mas perdeu a eficácia nos chutes. Os erros bobos de passe no ataque começaram a pesar para os mandantes, além de uma marcação pouco agressiva no garrafão. O Vasco buscou o marcador e ainda abriu vantagem. Ao final do período os vascaínos ficaram com 25 a 19 no placar.

O segundo período teve uma atitude diferente do Caxias. Cafferata entrou bem na partida ofensivamente e, principalmente, tornando a marcação caxiense mais firme. Assim como aconteceu no quarto anterior, o Caxias pontuou mais nos minutos iniciais. Mas da mesma maneira que aconteceu nos primeiros dez minutos, o time da casa se desorganizou. A marcação voltou a falhar e o experiente Giovanonni, sempre marcado pelos mais baixos do Caxias, começou a aparecer - terminou o  primeiro tempo com dez pontos. A vantagem vascaína no jogo se manteve até o final do quarto - 17 a 15 no período e 42 a 34 no jogo para os cariocas.

O terceiro quarto começou quente. Enquanto Caxias tentava se recuperar, esbarrava em uma arbitragem de marcações confusas e que irritavam o time gaúcho. Muito rapidamente Cauê Verzola chegou a quarta falta. Ainda assim, o time da casa conseguiu vencer o período e diminuiu a vantagem carioca para 56 a 54.

No último quarto os 1011 torcedores que se fizeram presentes ao Ginásio do Vascão empurram o time para mais um jogo histórico. Com Paranhos de volta ao jogo - o ala/pivô fez um duplo-duplo com 12 pontos e 13 rebotes - o Caxias Basquete fez com que rapidamente a vantagem do Vasco fosse eliminada. Com cinco jogadores fazendo pelo menos 10 pontos, o time de Rodrigo Barbosa fez o melhor quarto do jogo. Com uma defesa impecável e um contra-ataque  matador. O Caxias fez 29 a 13 no período e fechou o jogo em 81 a 69, para delírio da torcida.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros