Greve dos médicos em Caxias do Sul acaba depois de oito meses - Pioneiro

Versão mobile

 

27/12/2011 | 12h23

Greve dos médicos em Caxias do Sul acaba depois de oito meses

Acordo aumenta valor recebido por hora para futuros médicos

A prefeitura de Caxias do Sul e o Sindicato dos Médicos assinaram nesta terça-feira um acordo pondo um fim à greve dos médicos, que já durava oito meses. O documento garante a suspensão da greve por 11 meses e também a suspensão de todos os processos judiciais.

Mas o sindicato obteve uma vitória parcial. Apenas novos médicos, que serão contratados em futuros concursos, terão aumento salarial. Atualmente, a prefeitura paga R$ 2,3 mil por 20 horas. Os novos médicos ganharão os mesmos R$ 2,3 mil mas por 12 horas.

Para que esse valor passe a vigorar para novos contratados, a Câmara de Vereadores deverá aprovar a criação do cargo de médico. Atualmente, esses profissonais são servidores públicos, e por isso, não poderiam receber aumento diferente dos demais funcionários públicos da prefeitura.

Os atuais médicos não ganharão esse valor acordado, mas irão receber gratificação maior por plantões aos domingos e feriados, cerca de R$ 200.

As faltas durante a greve não serão descontadas, mas os médicos deverão trabalhar mais no próximo ano:

— Há um compromisso de compensar consultas médicas diariamente por um período de um ano a partir de janeiro de 2012 — disse a secretária de Saúde, Maria do Rosário Antoniazzi.

O presidente do Sindicato dos Médicos, Marlonei Silveira dos Santos se desculpou pela longa duração da greve:

— Isso ocorreu em função da complexidade de promover um aumento respeitando o princípio da isonomia. É um bom acordo, mas não é o ideal. Vamos continuar perseguindo os valores do início. Isso era o possível para o momento — explicou.

O Sindicato exigia o piso nacional dos médicos, R$ 9,1 mil por 20 horas.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros