Espetáculo de rua apresentado em Caxias, leva mesmo nome de montagem censurada em 1980 - Pioneiro

Versão mobile

 

24/09/2011 | 10h10

Espetáculo de rua apresentado em Caxias, leva mesmo nome de montagem censurada em 1980

O Amargo Santo da Purificação será encenado no Parque dos Macaquinhos, neste domingo

Espetáculo de rua apresentado em Caxias, leva mesmo nome de montagem censurada em 1980 Pena Filho/
Teatro de rua aborda período de luta contra a resistência militar Foto: Pena Filho

O texto é outro, mas o título da peça que a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz (de Porto Alegre) apresenta em Caxias neste domingo é o mesmo de um espetáculo do grupo, que foi censurado em 1980. O Amargo Santo da Purificação traz esta referência a um tempo em que a arte era controlada a rédeas curtas e acaba também por evidenciar a verve política do grupo.

— Era um desejo da origem do grupo falar da resistência armada no Brasil — comenta Paulo Flores, ator e um dos fundadores da Tribo.

O espetáculo utiliza a trajetória de Carlos Marighella, político brasileiro que lutou contra o regime militar, como pano de fundo para abordar este e outros assuntos. A maior parte da peça é composta por textos do próprio Marighella musicados.

O Amargo Santo da Purificação foi a primeira montagem de teatro de rua a receber o Prêmio Açorianos de melhor espetáculo, em 2009. No mesmo ano, eles também levaram os troféus de melhor atriz (para Tânia Farias), melhor figurino, melhor trilha e melhor produção.

A apresentação é gratuita e faz parte da programação da 13º Caxias em Cena. Será às 16h deste domingo, no Parque dos Macaquinhos. Em caso de chuva, o espetáculo será cancelado.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros