"Bruno Segalla, O Operário da Arte" pode ser visitada em Caxias - Pioneiro

Versão mobile

 

03/06/2011 | 07h13

"Bruno Segalla, O Operário da Arte" pode ser visitada em Caxias

Obras estão no Instituto Bruno Segalla

"Bruno Segalla, O Operário da Arte" pode ser visitada em Caxias Maicons Damasceno /clicRB
Exposição segue até o dia 30 Foto: Maicons Damasceno / clicRB
O caxiense Bruno Segalla é conhecido no mundo das artes. Considerado um dos melhores medalhistas do Brasil, também criou centenas de esculturas em cerâmica, madeira e bronze. Em Caxias, assina monumentos importantes, como o Jesus Terceiro Milênio, junto aos pavilhões da Festa da Uva, e Instinto Primeiro, na Praça Dante Alighieri.

Mas o que poucos sabem é que Segalla trabalhou ativamente, e por muitos anos, como metalúrgico e sindicalista. E a participação nessas atividades refletiu nos traços de suas obras, tanto que a equipe do Instituto Bruno Segalla, durante um longo processo de catalogação das mais de oito mil peças do acervo, conseguiu separar peças características da faceta metalúrgica do artista.

Bruno Segalla, O Operário da Arte pode ser visitada até o final do mês no Instituto e é a primeira exposição temática sobre o caxiense nascido em 1922.

— A maioria das suas esculturas está vinculada a posicionamentos políticos e humanos. Ele costumava dizer que os maiores acontecimentos da história são preservados pelas artes — conta a gestora do Instituto, Suzana Missaglia.

A história de Segalla como metalúrgico confunde-se com a história de Caxias, que neste ano comemora 101 anos como cidade. Ele iniciou seu trabalho na extinta empresa Eberle S.A aos 14 anos, no setor artístico da empresa. Ali, começou a desenvolver trabalhos em modelagem e gravação em medalhas.

— Ele era um defensor da causa operária e participou ativamente da vida cultural e política da cidade. Era associado ao sindicato dos trabalhadores nas indústrias metalúrgicas e lutou bravamente pelos direitos. Então, além de ainda ser um exemplo para artistas, nos mostra que também foi importante como metalúrgico. E isso precisa ser evidenciado — analisa Daniela Castilhos Pioner, curadora da exposição.

Na Bruno Segalla, O Operário da Arte é possível ver fotos e obras do artista que morreu em 2001, aos 78 anos, vítima de uma fibrose pulmonar.

SERVIÇO
O que:
exposição Bruno Segalla, O Operário da Arte
Quando: até o dia 30
Horário de visitação: de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 17h
Onde: Instituto Bruno Segalla (Rua Andrade Neves, 603)
Quanto: entrada franca
 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros