Polícia não identificou qual era o alvo de tiros em direção a boate de Bento Gonçalves - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Homicídio08/04/2018 | 15h52Atualizada em 08/04/2018 | 16h06

Polícia não identificou qual era o alvo de tiros em direção a boate de Bento Gonçalves

Uma jovem de 18 anos morreu durante o ataque na madrugada

Polícia não identificou qual era o alvo de tiros em direção a boate de Bento Gonçalves Kevin Sganzerla/Notícias de Bento / Divulgação/Divulgação
Foto: Kevin Sganzerla/Notícias de Bento / Divulgação / Divulgação

As primeiras diligências não conseguiram determinar o motivo ou a intenção do ataque a tiros em direção a uma boate de Bento Gonçalves na madrugada deste domingo, que resultou na morte de Dienifer Martins Marques, 18 anos, e em outras duas pessoas feridas. O que se sabe é que o atirador se posicionou atrás de um automóvel e descarregou uma pistola calibre .380.

— Em princípio, foi apenas um atirador que se posicionou atrás de um automóvel (ainda não identificado) e efetuou os disparos. Ele estava posicionado em diagonal, à direita do estabelecimento, e atirou na direção a porta de entrada — relata o delegado Arthur Raguse, que atendeu a ocorrência.

Leia mais:
Bento Gonçalves responde por quase um terço dos assassinatos na Serra neste ano
Em menos de três meses, Bento Gonçalves já teve mais da metade de assassinatos do ano passado

O ataque em direção a Djay Music Bar, na Rua Olinto de Oliveira Freitas, bairro Planalto, ocorreu por volta das 5h. Os três atingidos não possuem antecedentes criminais e estavam próximos a entrada do estabelecimento. Um deles era um policial militar de folga que estava na festa.

No local, os peritos encontraram 15 cápsulas de calibre .380. Pelo menos setes tiros atingiram a fachada do estabelecimento. Um Gol cinza, que estava estacionado entre a casa noturna e o atirador, foi atingido por outros oitos disparos e também foi periciado.

Cerca de 30 minutos após o crime, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou um veículo com três ocupantes no quilômetro 212 da BR-470, próximo do acesso ao bairro São Roque. O trio foi encaminhado para a delegacia como suspeito do homicídio.

— As características que estavam sendo repassadas (entre os órgãos policiais) condiziam e o veículo foi encontrado parado na BR-470 em uma situação estranha. Um dos tripulantes, inclusive, possui antecedente por homicídio. Assim, fizemos exames residuográficos para detectar se eles realizaram disparos de arma de fogo recentemente, mas é preciso aguardar o resultado. Sem armas (encontradas) ou testemunha oculares (do crime), eles foram soltos (após o registro) — explica o delegado plantonista.

Sem prisão em flagrante, o esclarecimento do caso ficará sob responsabilidade do 2º Distrito Policial (2º DP), sob o comando do delegado Álvaro Becker, a partir desta segunda-feira. A reportagem tentou contato com os responsáveis pela Djay Music Bar, mas as ligações não foram atendidas.

Recentemente, Bento Gonçalves enfrenta uma onda de violência motivada pelo avanço de tráfico. Com este caso, já foram 20 assassinatos registrados no município em 2018. Para comparação, a cidade terminou 2017 com 34 homicídios.

Leia também:
Homem é encontrado morto próximo à represa do Faxinal, em Caxias do Sul
Mulher morre após carro despencar de ponte em Vale Real
Homem é morto a facada em Monte Alegre dos Campos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros