Homem que matou por ciúmes será julgado nesta sexta-feira em Garibaldi - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Crime passional08/03/2018 | 19h39Atualizada em 08/03/2018 | 19h39

Homem que matou por ciúmes será julgado nesta sexta-feira em Garibaldi

Douglas Nicaretta foi morto a facadas por ex-companheiro de uma jovem que recém havia conhecido

Pioneiro
Pioneiro


Douglas Nicaretta foi morto a facadas por ex-companheiro de uma jovem que recém havia conhecido


Deivi Aimi, 24 anos, será julgado hoje pelo assassinato de Douglas Nicaretta, 24, crime cometido na noite de 20 de julho dE 2016, no bairro São Francisco, em Garibaldi. A sessão do Tribunal do Júri está prevista para começar às 9h no Fórum da cidade. Aimi foi detido pela Polícia Civil dias depois do homicídio e, desde então, respondeu o processo recolhido num presídio.

Segundo a denúncia do Ministério Público (MP), Aimi matou Nicaretta por ciúmes. 

Na ocasião, Nicaretta recém havia conhecido a ex-mulher de Aimi. Na noite do crime, o rapaz deu uma carona para a mulher até a casa de Aimi. A intenção dela era buscar a filha que estava com o pai. 

Ao ver a ex-companheira acompanhada, Aimi foi até o Uno onde Nicaretta estava e desferiu dois golpes de faca no peito dele.

Em depoimento na Justiça, Aimi alegou ter agido em legítima defesa, pois acreditava que Nicaretta estava armado. A vítima Nicaretta era formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) e se preparava para iniciar uma pós-graduação. Ele trabalhava em uma vidraçaria de Garibaldi.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros