Homem é condenado a 12 anos de prisão por matar mulher pelas costas em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Feminicídio09/03/2018 | 11h41Atualizada em 09/03/2018 | 11h41

Homem é condenado a 12 anos de prisão por matar mulher pelas costas em Caxias do Sul

Crime ocorreu em 2010. Mulher foi atingida com seis tiros

Pioneiro
Pioneiro

Sandro Alex Xavier de Medeiros foi condenado pelo Tribunal do Júri na quinta-feira a 12 anos de prisão pela morte da ex-companheira Mara Adriana Rodrigues Corrales, 32 anos. O crime ocorreu no dia 21 de fevereiro de 2010. Na ocasião, a mulher foi assassinada com seis tiros em uma casa na na Avenida Bruno Segalla, bairro Salgado Filho, por volta das 17h. Medeiros foi condenado por homicídio qualificado, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima (ele atirou pelas costas).

Conforme a denúncia do Ministério Público (MP) , Mara foi até a casa do ex-companheiro, acompanhada de  dois familiares, para pegar alguns pertences quando o homem atirou contra ela. Após matar a mulher, Medeiros ainda tentou atirar contra o cunhado de Mara, mas foi desarmado. 

Segundo a sentença assinada pela pela juíza Milene Fróes Rodrigues Dal Bó, o homem deve cumprir a pena em regime fechado. 

A pena para feminicídio (assassinato de mulher em razão do gênero) é prevista de 12 a 30 anos de reclusão. Desta forma, Medeiros foi sentenciado a pena mínima. Tanto a defesa quanto o MP podem recorrer da decisão.

Leia também
Homem é encontrado morto com tiro no rosto em Nova Prata
Apenados do regime semiaberto farão serviços de limpeza urbana em Bento Gonçalves

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros