"O bandido se rendeu", relata homem que foi surpreendido por criminosos enquanto trabalhava em Monte Belo do Sul - Polícia - Pioneiro
 

Ataque a carro-forte06/02/2018 | 17h00Atualizada em 06/02/2018 | 17h44

"O bandido se rendeu", relata homem que foi surpreendido por criminosos enquanto trabalhava em Monte Belo do Sul

Fuga do bando foi frustrada por barreira montada pela BM no Vale dos Vinhedos

"O bandido se rendeu", relata homem que foi surpreendido por criminosos enquanto trabalhava em Monte Belo do Sul Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A fuga dos assaltantes que atacaram um carro-forte na BR-470, na manhã desta terça-feira, foi frustada por uma barreira policial montada pela Brigada Militar na ERS-444, no Vale dos Vinhedos, ainda em Bento Gonçalves. Após troca de tiros, dois bandidos foram presos e um conseguiu fugir a pé - mais tarde ele foi capturado. Ele ultrapassou o limite com Monte Belo do Sul e invadiu a primeira residência que avistou.

Leia mais
Carro-forte é atacado na BR-470 em Bento Gonçalves
Após cerco, polícia liberta refém e prende três suspeitos de ataque a carro-forte na Serra  

 Armado e desesperado, o assaltante rendeu uma mulher de 29 anos, que é atendente em uma transportadora de Bento Gonçalves e passava as férias na casa dos pais.  A mãe dela também estava em casa, mas levou um susto e desmaiou ao avistar o criminoso. A idosa foi deixada na cozinha e a refém foi levada para a garagem.

— Ele não pediu nada, só fez a minha irmã refém. Ela foi agredida com uma cotovelada e (o criminoso) ameaçou matar o nosso cachorro porque ele não parava de latir. Nenhum tiro foi disparado e o bandido se rendeu diante de todo aparato policial, inclusive com os dois helicópteros sobrevoando a região — relata o produtor rural Cleber Brandalise, que trabalhava na lavoura quando os criminosos chegaram.

A refém foi libertada por volta das 12h30min, após mais de uma hora de negociação entre a BM e o assaltante. No restante da tarde desta terça-feira, a propriedade da família Brandalise serve de base para a movimentação policial na região. 

A BM, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Civil realizam buscas para capturar outros membros do bando. Outra precaução policial é quanto a um automóvel dos bandidos, que estava carregado com explosivos. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da BM foi acionado para verificar se havia risco de explosão e o trânsito segue bloqueado no acesso a Monte Belo do Sul.

A estimativa é que o bando seja integrado por oito assaltantes. Ou seja, cinco estariam foragidos até o momento. O receio é que eles possam estar escondidos na mata esperando anoitecer para conseguir reféns e um novo automóvel para fugir.

Leia também
Roubos e furtos de carros têm o menor índice dos últimos oito anos em Caxias do Sul
Para não ser reconhecido pela ex-mulher, suspeito usou máscara em assassinato no interior de Vacaria  

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros