Cerco a criminosos que atacaram carro-forte na Serra já dura três dias - Polícia - Pioneiro

Buscas08/02/2018 | 15h00Atualizada em 08/02/2018 | 15h43

Cerco a criminosos que atacaram carro-forte na Serra já dura três dias

Três pessoas foram presas ainda na terça-feira

Cerco a criminosos que atacaram carro-forte na Serra já dura três dias BM / Divulgação/Divulgação
Três pessoas foram presas em cerco realizado em Monte Belo do Sul na terça Foto: BM / Divulgação / Divulgação
GaúchaZH
GaúchaZH

Há três dias, a polícia permanece nos acessos ao município de Monte Belo do Sul procurando o restante do bando que atacou um carro-forte na BR-470 na manhã de terça-feira. O assalto aconteceu entre Bento Gonçalves e Veranópolis.

Leia mais
Carro-forte é atacado na BR-470 em Bento Gonçalves
Após cerco, polícia liberta refém e prende três suspeitos de ataque a carro-forte na Serra
Em oito momentos, como foi o ataque a carro-forte em Bento Gonçalves 

Os criminosos fugiram em direção a Monte Belo do Sul, onde houve confronto com a polícia. Três pessoas foram presas, duas em um matagal e outra dentro de uma casa onde uma família foi feita de refém. Como há suspeita de que oito ladrões tenham participado do assalto, cinco ainda podem estar escondidos em matagais na região.

Quase todo o dinheiro levado do carro-forte foi recuperado e já devolvido à empresa. Dentre os materiais apreendidos, o destaque é para uma metralhadora .50, arma de uso exclusivo das Forças Armadas. Foi a primeira vez que uma arma desse tipo foi apreendida no Estado.

Leia também
Carro-forte é atacado na BR-470 em Bento Gonçalves
Após cerco, polícia liberta refém e prende três suspeitos de ataque a carro-forte na Serra
Em oito momentos, como foi o ataque a carro-forte em Bento Gonçalves 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros