Brigada Militar frustra roubo a relojoaria e seis são presos em Canela - Polícia - Pioneiro
 

Resposta policial07/02/2018 | 10h41Atualizada em 07/02/2018 | 11h40

Brigada Militar frustra roubo a relojoaria e seis são presos em Canela

Ação recuperou todos os pertences da Relojoaria e Ótica Central

Brigada Militar frustra roubo a relojoaria e seis são presos em Canela Brigada Militar/Divulgação
Quatro homens foram flagrados quando deixavam a loja Foto: Brigada Militar / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A Brigada Militar de Canela frustrou o assalto a Relojoaria e Ótica Central na manhã desta quarta-feira. A ação policial resultou em seis homens presos, um revólver apreendido e todos os pertences da loja recuperados. Os detidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia e ainda não tiveram a identidade divulgada.

O crime ocorreu por volta das 9h30min. Naquele momento, uma guarnição da BM realizava patrulhamento pela área central e estranhou quando dois homens baixaram a porta de ferro da relojoaria da Rua Júlio de Castilhos. O Pelotão de Operações Especiais (POE) foi acionado e  os policiais ficaram de prontidão.

Quando um Ônix preto se aproximou e os dois bandidos deixaram o estabelecimento, a BM avançou. Surpreendidos pela presença policial, os quatro criminosos se renderam e não houve troca de tiros. 

As vítimas relataram que os dois criminosos chegaram no momento em que a relojoaria era aberta e renderam a proprietária. Um dos bandidos apontou o revólver para a cabeça da idosa enquanto o comparsa recolheu diversos relógios em duas malas.

Foto: Brigada Militar / Divulgação

Na sequência do flagrante, policiais militares detiveram mais dois homens na saída para a localidade de Chapadão, no interior de Canela. Eles estavam com um Uno e seriam responsáveis pela troca de carro para facilitar a fuga da quadrilha. Um destes dois detidos no Chapadão é um apenado que cumpre pena no regime semiaberto. 

O Ônix preto utilizado havia sido roubado em Porto Alegre no dia 5 de fevereiro e estava com placas clonadas de Lajeado. A suspeita é que a ação criminosa tenha sido articulada de dentro de um presídio pelo pai de um dos presos em flagrante.

Leia também:
Continuam as buscas pelos criminosos que atacaram carro-forte em Bento Gonçalves
Assaltantes amarram idosa pelo pescoço em assalto a residência em Pinto Bandeira
Prefeitura ingressará com pedido de reintegração de posse de cinco Amobs de Caxias do Sul



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros