Preso pela BM, homem confessa morte de morador do Campos da Serra, em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Homicídio30/01/2018 | 11h08Atualizada em 30/01/2018 | 11h16

Preso pela BM, homem confessa morte de morador do Campos da Serra, em Caxias do Sul

Kevin Pessoa Zanella era monitorado pela Polícia Civil desde o dia do crime

Preso pela BM, homem confessa morte de morador do Campos da Serra, em Caxias do Sul Divulgação/
João Marcelo Góis, 29, era conhecido pelo apelido de Índio Foto: Divulgação

Com a prisão de Kevin Pessoa Zanella, 23 anos, pela Brigada Militar (BM), a Polícia Civil afirma estar resolvido o assassinato de João Marcelo Góis, 29, ocorrido no condomínio popular Campos da Serra III no dia 19 de janeiro em Caxias do Sul. O investigado foi capturado na noite de segunda-feira em um outro conjunto de prédios do mesmo loteamento, identificado pelo algorítimo IX, quando visitava a mãe. Após a captura, Zanella prestou depoimento e confessou o crime.

Leia mais:
Polícia Civil identifica matadores de facções que disputam o tráfico em Caxias
Membro coagido por facção denunciou presidiário que ordenou duplo assassinato em Caxias do Sul
Com apoio da população, BM de Canela bate recorde de prisões por tráfico

A Delegacia de Homicídios identificou Zanella como suspeito ainda no dia do crime e, pela prova testemunhal, conseguiu o reconhecimento por fotos. O delegado Rodrigo Kegler Duarte representou pela prisão temporária e por um mandado de busca na casa do investigado, o que foi decretado pela Justiça. A intenção era apreender a arma do crime, porém Zanella permaneceu escondido desde o assassinato e não retornou para o Campos da Serra.

O mandado de prisão era de conhecimento dos policiais militares que reconheceram o procurado durante patrulhamento no bairro, por volta das 20h30min desta segunda-feira. Ao perceber a aproximação policial, Zanella tentou fugir e se refugiar em um dos prédios do condominío, mas não teve sucesso.

Em depoimento, Zanella confessou o homicídio e alegou que era ameçado pela vítima. Segundo o relato do investigado, a desavença iniciou após Góis furtar a bolsa da mãe de Zanella. Ao saber do ocorrido, o rapaz foi questionar o "criminoso" e teria sido prometido de morte. 

Em razão das ameaças, Zanella teria comparado um revólver calibre .38 e, na manhã do dia 19 de janeiro, foi até o Campos da Serra III.  Segundo o depoimento, ele entrou pelo portão da frente, deu a volta nos prédios e surpreendeu o desafeto na entrada de uma das torres. Góis foi morto com três tiros. Após, Zanella afirma que fugiu do local em um Gol preto e seguiu até a Barragem da Maestra, onde alega ter arremessado a arma do crime dentro da água.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 09/01/2018. Um homem de 30 anos foi morto a tiros no Loteamentos Campos da Serra, em Caxias do Sul, no fim da manhã desta sexta-feira. Conforme informações da Brigada Militar, o crime ocorreu na torre 9 do Campos da Serra 3. (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
Execução ocorreu no condomínio popular Campos da Serra IIIFoto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Com a prisão, o inquérito policial sobre a morte de Góis será concluído nas próximas semanas. A tendência, de acordo com o delegado Duarte, é que Zanella seja indiciado por homicídio qualificado por recurso que dificultou a defesa da vítima. 

A única pendência da investigação são as possíveis imagens do crime. A Polícia Civil apreendeu o equipamento que registra as imagens do sistema monitoramento do condomínio, mas não conseguiu acesso ao conteúdo. Caso não consiga a extração das gravações, o aparelho será enviado para o Instituto Geral de Perícias, em Porto Alegre.

Leia também:
Mães afirmam que empresa não tem critérios para selecionar cuidadores de escolas em Caxias
Presidentes de partidos em Caxias do Sul defendem a moralização, mas têm pouca influência nas decisões nacionais

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros