Homem é indiciado por morte de morador de rua na Praça Dante, em Caxias - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Homicídio09/01/2018 | 11h36Atualizada em 09/01/2018 | 14h59

Homem é indiciado por morte de morador de rua na Praça Dante, em Caxias

Outro morador de rua confessou a autoria, mas alegou legítima defesa

Homem é indiciado por morte de morador de rua na Praça Dante, em Caxias Divulgação/
Célio Vieira foi indiciado por homicídio simples Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Caxias do Sul esclareceu o assassinato de Nelson Lemes Soares, 48 anos, morador de rua esfaqueado na Praça Dante Alighieri em 26 de outubro de 2016. O autor das facadas foi Célio Vieira, 25 anos. Ele também é morador de rua e, quando procurado pelos policiais, confessou a autoria das facadas. No entanto, o investigado afirmou que agiu em legítima defesa. A alegação, porém, foi considerada inconsistente e, por isso, Vieira foi indiciado por homicídio simples.

Leia mais:
Ação conjunta apreende explosivos em ponto de tráfico de Gramado
Brigada Militar prende gêmeos por tráfico de drogas em Canela
BM exalta a redução de crimes em Caxias do Sul 

O inquérito foi concluído pela Delegacia de Homicídios e remetido ao Poder Judiciário nesta segunda-feira. Neste primeiro momento, a Polícia Civil não representou pela prisão preventiva de Vieira, o que também será avaliado pelo Ministério Público (MP) durante o processo, junto a alegação de legítima defesa. Vieira possui uma extensa ficha criminal, que inclui crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e resistência.

A desavença ocorreu quando diversos moradores de rua estavam reunidos na Praça Dante Alighieri. De acordo com o depoimento do indiciado, Soares costumava beber e brigar com todos. Naquela noite, sem motivo aparente, ela teria puxado um canivete e agredido Vieira, que reagiu puxando uma faca de 15 centímetros que carregava na cintura. Após a briga, todos os moradores de rua fugiram e deixaram a vítima caída no local.

Soares não soube identificar os outros moradores de rua que estavam próximos no momento da briga. As imagens registradas pelas câmeras de monitoramento da Praça Dante Alighieri mostram um grupo de pessoas reunidas, mas não flagraram o momento das facadas.

Leia também:
Filho do fundador da Marcopolo, que sofreu grave acidente de trânsito, recebe alta hospitalar
Órgãos trabalhistas e polícia devem investigar empresa de Caxias denunciada por trabalhadores haitianos
Indústrias de Caxias do Sul voltam a produzir e estimam crescer 15% em 2018 


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros