BM exalta a redução de crimes em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 

Balanço08/01/2018 | 20h30Atualizada em 08/01/2018 | 20h30

BM exalta a redução de crimes em Caxias do Sul

Roubos ao comércio caíram pela metade em comparação com 2016

BM exalta a redução de crimes em Caxias do Sul Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Capitão Reni Onírio Zdruikoski apresentou os resultados da Operação Papai Noel Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Os assaltos ao comércio caíram pela metade. Os roubos a residência tiveram queda de 20%. Os arrombamentos em moradias reduziram em mais de 40%. Para celebrar os bons resultados do ano passado e prestar contas à comunidade, a Brigada Militar promoveu um encontro com lideranças comunitárias de Caxias do Sul na tarde desta segunda-feira. Oito dos nove principais indicadores criminais tiveram redução em comparação com 2016.

Leia mais:
Ataques a unidades bancárias têm redução de 43% na Serra em 2017
Briga entre taxista e passageiras deixa três feridos em Caxias do Sul
Mulher morre após ter corpo queimado em Vacaria

A exceção foi os roubos ao transporte coletivo — com aumento de 38%. O capitão Márcio Leandro da Silva, subcomandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), no entanto, ressalta que este também é um dado positivo. Afinal, no primeiro quadrimestre de 2017 o índice estava 80% maior que no mesmo período do ano anterior.

— Tivemos alguns problemas com os assaltos a transporte coletivo, mas conseguimos frear a partir do segundo semestre. Em outubro, nossa contraofensiva foi bem forte, com a presença de policiais dentro dos ônibus. Essa conjunção de esforços reduziu os números e, em dezembro, tivemos apenas cinco ataques (a média mensal em 2017 foi de 25 casos) — destaca.

Entre os presentes na apresentação no 12º BPM estava o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas), Sadi Donazzolo. Ele agradeceu os esforços da BM e ressaltou a importância dos lojistas também fazerem a sua parte pela segurança pública, com a atitudes de prevenção. Donazzolo, no entanto, ressalta que situação não está resolvida.

— Acreditamos que houve um trabalho muito forte e em conjunto entre as forças de segurança. A preocupação continua porque os números ainda são altos. Estavam crescendo há muitos anos e, agora, parecem ter dado uma segurada. É uma situação de insegurança no Brasil inteiro — aponta.

A solução, na opinião de Donazollo, é a mesma que garantiu o sucesso da Operação Papai Noel: mais policiais nas ruas. O presidente do Sindilojas exaltou a melhora da sensação de segurança a partir da chegada dos 40 novos soldados em agosto, que foram empregados na área central em patrulhas a pé.

— O que precisaríamos é desta mobilização (da Operação Papai) pelo ano inteiro. Com efetivo a mais e estas horas extras que foram disponibilizadas. Policial na rua é a solução — conclui.

Operação Papai Noel

O 12º BPM também apresentou nesta segunda-feira o balanço da Operação Papai Noel, tradicional mobilização da BM para garantir a segurança durante as compras de final de ano. Confira os resultados:

:: 16 prisões
:: 2 armas de fogo apreendidas
:: 8 apreensões de drogas, munições ou objetos sem procedências
:: 290 estabelecimentos comerciais visitados
:: 1.262 pessoas abordadas
:: 123 veículos fiscalizados
:: 29 motoristas/proprietários autuados
:: 10 automóveis recolhidos
:: 38 motocicletas fiscalizadas

Ocorrências registradas em dezembro
Roubos a pedestre:
2017: 88
2016: 113
Redução de 78%

Roubos a estabelecimento comercial:
2017: 8
2016: 17
Redução de 47%

Furtos a estabelecimento comercial:
2017: 19
2016: 30
Redução de 63%

Leia também:
Haitianos alegam sofrer ameaças e trabalhar sob condições precárias para empresa de Caxias
Morre o músico Gilberto Guerra, aos 58 anos, em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros