Preso suspeito de duplo homicídio em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Investigação24/11/2017 | 18h02Atualizada em 25/11/2017 | 11h06

Preso suspeito de duplo homicídio em Caxias do Sul

Delegacia de Homicídios localizou suspeito em uma rua do bairro Nossa Senhora de Lourdes

A Delegacia de Homicídios e Desaparecidos de Caxias do Sul prendeu no início da tarde desta sexta-feira um suspeito de envolvimento na morte de Antônio de Oliveira Hoffman, 51 anos, e de Vanessa Dutra, 16, ocorrido em dezembro de 2015, no bairro Fátima Baixo.

Marcelo Viana Araújo, 34 anos, foi preso temporariamente por volta das 14h no bairro Nossa Senhora de Lourdes. O delegado Rodrigo Kegler Duarte, titular da Homicídios,  não deu detalhes, mas disse que a prisão foi possível a partir de uma prova técnica.

Em setembro do ano passado, o Pioneiro publicou reportagem que falava que o desfecho do caso dependia do resultado de um exame de balística por parte do Instituto-Geral de Perícias (IGP) em Porto Alegre. A polícia havia apreendido a suposta arma usada para cometer o duplo homicídio, mas dependia do resultado do exame para comprovar que os projéteis que atingiram as vítimas saíram daquela arma.

Leia também:
Mulher é encontrada morta em carro em Flores da Cunha

A partir da prisão, o delegado tem 30 dias para concluir o inquérito que deve resultar no indiciamento de Araújo por homicídio com pelo menos uma qualificadora, recurso que dificultou a defesa da vítima, já que Hoffman e Vanessa foram surpreendidos pelos bandidos que estavam em um carro _ motorista e atirador. Junto com o indiciamento, o delegado pedirá a prisão preventiva do suspeito. Ao ser preso, ele se manteve em silêncio.

A delegacia segue as investigações em busca do segundo participante. 

Lembre o crime

As vítimas foram localizadas dentro de um Idea vermelho na Avenida Dr. Mário Lopes, próximo à Associação Criança Feliz, no bairro Fátima Baixo.

pio-antonio
Foto: Facebook

A adolescente sofreu um tiro na cabeça, e o homem, cinco tiros (dois no braço, dois nas costas e um na cabeça). Os celulares das vítimas e dinheiro não foram roubados. Hoffman promovia festas em uma casa noturna no bairro São José. Ele era sócio proprietário da Point Club e também trabalhava como fotógrafo. Hoffmann ainda mantinha o jornal Atittude, com circulação no Fátima e arredores. Além disso, trabalhou como assessor parlamentar dos vereadores Henrique Silva (PC do B) e Neri, O Carteiro (SDD). 

pio-vvan
Foto: Facebook

Vanessa trabalhava na portaria da casa noturna de Hoffman há cerca de um mês. Natural de Caxias, a adolescente estudava Química no Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). Ela morava com a família no bairro Fátima.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros