Novembro já é o segundo mês mais violento dos últimos 17 anos em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Assassinatos28/11/2017 | 11h05Atualizada em 29/11/2017 | 13h29

Novembro já é o segundo mês mais violento dos últimos 17 anos em Caxias do Sul

Especialistas dizem que violência exacerbada é para afirmação de facções e que casos passionais decorrem de cultura do ódio

Ao alcançar a marca de 23 assassinatos nesta segunda-feira, com uma execução no bairro São Cristóvão, novembro de 2017 já é o segundo mês mais violento dos últimos 17 anos em Caxias do Sul. O primeiro lugar ainda está com outubro de 2016, quando foram registrados 25 casos.

Nas últimas quatro semanas, além dos homicídios decorrentes da guerra entre facções, aconteceram crimes passionais chocantes e confrontos entre criminosos e representantes de órgãos de segurança pública. Até agora, o mês contabiliza sete mortes a mais do que em todo o novembro do ano passado, que teve 16 assassinatos. 

Embora o total deste ano (118 mortes) seja menor do que no mesmo período de 2016 (140), o que impressiona é o grau da violência empregada nas mortes mais recentes. Para especialistas na área da segurança ouvidos pelo Pioneiro, vivemos uma cultura do ódio na qual as pessoas não conseguem (ou não querem) conter o ímpeto de violência. Isso tem ocorrido também em crimes sem mortes, como o incêndio a um ônibus urbano e as crianças feitas reféns durante roubo a uma van escolar.

Clique na imagem abaixo e leia a matéria completa:


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros