Idoso diz que foi agredido por seguranças de supermercado de Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Em investigação10/11/2017 | 20h44Atualizada em 10/11/2017 | 20h45

Idoso diz que foi agredido por seguranças de supermercado de Caxias do Sul

Aposentado alega que esqueceu de passar barras de chocolate pelo caixa

Pioneiro
Pioneiro

A Polícia Civil de Caxias do Sul investiga uma suspeita de agressão a um idoso pelos seguranças do supermercado Andreazza do bairro Sagrada Família. O caso foi registrado pelo aposentado Olegário Simões da Costa, 69 anos. Ele relata que, em 31 de outubro, foi ao mercado no fim da tarde, não havia cestinhas e comprou duas sacolas de pão cacetinho. Recebeu uma ligação da esposa pedindo chocolates para a neta e acabou colocando duas barras no bolso das calças, que teria esquecido de passar pelo caixa. Segundo Costa, os seguranças teriam visto o produto e o convenceram a acompanhá-lhos até o porão.

— Eles não quiseram me ouvir, eu pedi desculpas e iria pagar os R$ 12, sem problemas. Eles me levaram e, já na escada, me empurram. Eu caí e bati a bacia. Por uns 20 minutos, me judiaram bastante — conta o idoso.

Leia mais
Mulheres são presas após sequência de furtos na Região das Hortênsias
Médico que colou cartaz em UBS é demitido pela prefeitura de Caxias do Sul 

O aposentado procurou a polícia na mesma noite e fez exame de corpo delito, porém, o resultado ainda não está pronto. A Polícia Civil aguarda o laudo para depois ouvir o outro lado da história.

Procurado pela reportagem, o empresário Jaime Andreazza consultou os registros do estabelecimento e afirmou que a versão apresentada pelo aposentado não é verídica. 

— Ele tinha dois chocolates, foi abordado fora da loja, voltou e pagou. Depois, pediu desculpas e foi embora. Até disse que me conhecia. É o que está no nosso registro interno. Não houve agressão em nenhum momento — aponta.

Andreazza garante que a orientação da empresa aos colaboradores é nunca agredir.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros