Homem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamente - Polícia - Pioneiro

Polícia12/11/2017 | 10h43Atualizada em 12/11/2017 | 10h43

Homem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamente

Prisão aconteceu na tarde da última segunda-feira

Homem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamente PRF/Divulgação
Foto: PRF / Divulgação

O homem de 47 anos que foi preso com 118,5 quilos de pasta base de cocaína na tarde da última segunda-feira em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal de Bento Gonçalves deixou o presídio na quinta-feira. Evaldo Luiz Gromowski foi solto provisoriamente.

Leia mais
Morre bebê queimada por ex-companheiro da madrinha em Caxias
Polícia Civil indicia mulher suspeita de matar companheiro internado em hospital de Vacaria 

A droga estava dentro do carro que ele conduzia, uma caminhonete com placas do município de Realeza, no Paraná. Os entorpecentes estavam fracionados em 113 tabletes. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, o homem disse que a droga havia sido pega em Cascavel (PR)e o destino final era Porto Alegre. Gromowski teve o flagrante homologado pela Justiça e ficou recolhido no Presídio Estadual de Bento Gonçalves. 

Na tarde de quinta-feira, ele teve a audiência de custódia na Justiça Federal de Bento. O objetivo da audiência é analisar se há requisitos ou não para a concessão da liberdade provisória. Conforme a ata da audiência, o juiz federal Frederico Valdez Pereira apontou que não identificou a necessidade de decretar prisão preventiva:

— Não vislumbro a necessidade de decretação da prisão preventiva para garantir a ordem pública, a ordem econômica, a conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal — afirmou, na decisão. O magistrado estipulou fiança de R$ 10 mil. Gromowski pagou e foi liberado.

Ainda conforme a ata da audiência, o juiz determinou que o homem deve se apresentar todos os meses à subseção da Justiça Federal onde mora para informar e justificar suas atividades; está proibido de se ausentar da comarca onde reside, salvo com autorização judicial, além de comparecer a todos os atos do processo e atender a todas as intimações.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros