Dois são presos por posse ilegal de arma em operação contra o abigeato em Caxias - Polícia - Pioneiro

Flagrante01/11/2017 | 11h47Atualizada em 01/11/2017 | 11h47

Dois são presos por posse ilegal de arma em operação contra o abigeato em Caxias

Ação aconteceu no interior do distrito de Criúva

Dois são presos por posse ilegal de arma em operação contra o abigeato em Caxias Brigada Militar e Polícia Civil/Divulgação
Foto: Brigada Militar e Polícia Civil / Divulgação

Dois homens foram presos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo durante operação para combater o abigeato - furto de animais do campo - no interior de Caxias do Sul na manhã desta quarta-feira. A ação, realizada em conjunto por policiais civis e militares, cumpriu mandados de busca e apreensão na localidade de Dallagno, no distrito de Criúva.

Leia mais
BM lança contraofensiva a roubos a ônibus em Caxias do Sul
Operadores de ônibus de Caxias do Sul já consideram roubos como parte da profissão 

A operação foi desencadeada após o furto de 18 cabeças de gado de uma propriedade do distrito no início de outubro. De acordo com o delegado Guilherme Gerhardt, do 3º Distrito Policial de Caxias, 14 animais foram recuperados dois dias depois no município de Colinas, no Vale do Taquari. Os animais estavam machucados devido ao transporte inadequado, mas sem ferimentos graves. A recuperação do gado não havia sido divulgada para não atrapalhar as investigações que culminaram na operação desta quarta.

Ainda segundo o delegado, também nesta quarta foram cumpridos três mandados de busca e apreensão. Com um dos presos em flagrante os policiais apreenderam uma pistola calibre 32, com o outro, duas espingardas, uma delas com luneta. Também foram recolhidos dois caminhões e uma caminhonete para investigar se os veículos foram utilizados em suposto transporte irregular de animais. 

Os 14 animais recuperados são todos da raça Aberdeen Angus. Juntos, os animais estão avaliados entre R$ 35 mil e R$ 40 mil. Participaram da ação seis policiais civis, 11 policiais militares e dois agentes da inspetoria veterinária.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros