Detido mais um suspeito de ataque a ônibus em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Incêndio28/11/2017 | 13h51Atualizada em 28/11/2017 | 13h51

Detido mais um suspeito de ataque a ônibus em Caxias do Sul

Homem estava com arma furtada

Detido mais um suspeito de ataque a ônibus em Caxias do Sul Paulo Trevisan/Arquivo pessoal
Foto: Paulo Trevisan / Arquivo pessoal

Um terceiro suspeito de ter participado do ataque a ônibus que deixou três pessoas feridas na noite de sexta-feira, em Caxias do Sul, foi detido por policiais militares por volta das 10h30min desta terça-feira. Ele estava com um revólver calibre 32. Dois homens foram presos em flagrante ainda na noite de sexta. Três ladrões entraram no ônibus. e testemunhas relataram terem visto uma quarta pessoa do lado de fora. Munidos com garrafas de gasolina, eles incendiaram o coletivo.

 Leia mais:
Criminosos colocam fogo em ônibus da Visate e três pessoas ficam feridas em Caxias
Motorista ferido em incêndio a ônibus, em Caxias do Sul, segue internado 
Comandante do 12º BPM de Caxias acredita em relação entre incêndio a ônibus e mortes no Primeiro de Maio
"Quando enxerguei os litros de gasolina, me desesperei", disse vítima do incêndio a ônibus em Caxias do Sul
Suspeitos assumem autoria de ataque a ônibus em Caxias do Sul

De acordo com a Brigada Militar (BM), uma equipe estava fazendo patrulhamento no bairro São Vicente quando avistou o suspeito armado. Em outro bairro, no Pioneiro, os policiais encontraram um segundo revólver, calibre 38. A suspeita, segundo a BM, é de que as duas armas tenham sido utilizadas no ataque.  O homem detido no bairro Pioneiro, não tem relação com o roubo de sexta-feira, conforme a BM.

Até as 11h15min, a ocorrência ainda era registrada na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Caxias. Conforme a delegada plantonista Thalita Andrich, o homem detido no Pioneiro será autuado por porte de arma.  Já o do São Vicente será preso em flagrante pela posse do revólver e também por receptação, já a arma é furtada. A suspeita do envolvimento dele no ataque ao ônibus será relatada no auto de prisão em flagrante. A ocorrência será encaminhada à Delegacia de Furtos, Roubos e Capturas (Defrec), que investiga o incêndio do coletivo.



 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros