Após três meses internado, idoso que foi agredido dentro de casa morre em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Em investigação06/11/2017 | 11h14Atualizada em 06/11/2017 | 11h16

Após três meses internado, idoso que foi agredido dentro de casa morre em Caxias do Sul

Polícia Civil não descarta a possibilidade de um assalto

Pioneiro
Pioneiro

Após três meses internado em Caxias do Sul, João Adelar Rimoldi, 60 anos, morreu no Hospital Pompéia na tarde de sábado. O idoso estava internado desde o dia 8 de agosto, quando foi encontrado no bairro Esplanada com um corte na cabeça. Inicialmente, o caso foi registrado na Polícia Civil como lesão corporal seguida de morte. Rimoldi é a 102ª vítima da violência em Caxias do Sul.

Leia mais
Homem é encontrado com ferimento grave na cabeça em residência no bairro Esplanada
Jovem morto a tiro no bairro Serrano será sepultado nesta segunda-feira, em Caxias
Identificada mulher morta a facadas no bairro São Pelegrino
Criminosos matam duas pessoas e depois incendeiam casa em Caxias do Sul

Na ocasião do crime, Rimoldi foi encontrado caído dentro de sua residência na Rua Ana Constantina Rodrigues Nunes. Ao 190, um vizinho afirmou ter ouvido gritos por volta das 3h30min e, ao chegar na casa, encontrou o idoso caído com a cabeça ensanguentada. A suspeita inicial era que Rimoldi fora agredido com  um pedaço de pau.

O idoso estava no Hospital Pompéia e faleceu por volta das 15h10min. Na época da agressão, Rimoldi era procurado da Justiça por um crime cível. Por esta razão, o caso é investigado pela Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec). Não está descartada a possibilidade da motivação da agressão ter sido um assalto, o que, com a morte da vítima, configuraria um latrocínio (roubo com morte).


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros