Após churrasco, trabalhador rural mata dois colegas no interior de Farroupilha - Polícia - Pioneiro

Duplo homicídio19/11/2017 | 20h40Atualizada em 19/11/2017 | 20h48

Após churrasco, trabalhador rural mata dois colegas no interior de Farroupilha

Suspeito do crime teria acusado as vítimas de roubarem seu celular

Uma celebração no interior de Farroupilha acabou em tragédia na madrugada deste domingo (19). Conforme a Brigada Militar, funcionários de uma propriedade rural na Linha 47, em Vila Jansen (2° distrito) participavam de um churrasco quando Elias Paim Batista, 23 anos, acusou dois homens presentes de terem roubado seu celular.

Leia mais:
Consulta Popular sobre construção de presídio em Caxias do Sul inicia nesta segunda-feira
Enteado mata padastro com golpes de machado em Canela

De acordo com a BM, Batista esperou a saída dos convidados e disparou contra o rosto de Odair José Motta de Souza, 36, com um revólver calibre .22 retirado da vítima. Após, ele teria ido até a casa de Carlos Eduardo Fonseca,18, e atirado contra ele. Os dois morreram na hora. 

A ocorrência foi registrada por volta de 13h15 da tarde do domingo. Segundo a Brigada, o suspeito do crime seguia no local e foi preso em flagrante. Durante a noite, ele também teria incendiado um veículo Chevette de uma das vítimas. 

Conforme o delegado plantonista Ives Trindade, antes da chegada da polícia Batista tentou se livrar das evidências do crime.

— Ele não declarou nada em depoimento, mas o irmão contou que ele pediu ajuda para esconder os corpos e, mediante a recusa, quase atirou nele também. 

Batista é natural de Novo Hamburgo. Souza era de Farroupilha e Fonseca, do Paraná. O suspeito foi encaminhado ao presídio do Apanhador.   

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros