Contraofensiva da BM de Caxias do Sul reduz roubos ao transporte coletivo pela metade - Polícia - Pioneiro

PMs nos ônibus31/10/2017 | 17h34Atualizada em 31/10/2017 | 17h46

Contraofensiva da BM de Caxias do Sul reduz roubos ao transporte coletivo pela metade

Balanço positivo compara a primeira e segunda quinzena de outubro

Contraofensiva da BM de Caxias do Sul reduz roubos ao transporte coletivo pela metade Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A simples estratégia de colocar policiais militares para circular nos ônibus do transporte coletivo urbano de Caxias do Sul fez com que os assaltos caíssem pela metade, comprovando que, com efetivo disponível, a Brigada Militar consegue resolver a demanda de policiamento na cidade. Na primeira quinzena de outubro, foram registrados 30 ataques. De 16 a 30 de outubro, quando houve o direcionamento do efetivo para os coletivos, foram apenas 14 casos, sendo o último na manhã de sexta-feira, dia 27.

— É um resultado extremamente positivo, que mostra que nossos policiais estão engajados no objetivo e que acertamos o foco — aponta o capitão Márcio Leandro, subcomandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM).

Leia mais
BM lança contraofensiva a roubos a ônibus em Caxias do Sul
Operadores de ônibus de Caxias do Sul já consideram roubos como parte da profissão
Primeiro quadrimestre de 2017 registrou o maior número de roubos a ônibus desde 1999

Os dados foram apresentados durante reunião convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários. O presidente Tacimer Kullmann da Silva exaltou as providências tomadas pela BM e Polícia Civil.

— Estava preocupante. Além dos trabalhadores assaltados, vários passageiros estavam nos questionando sobre a segurança nos ônibus. Fizemos a nossa parte, que foi convocar os responsáveis pela segurança pública — afirma Silva.

Os roubos ao transporte coletivo são a dor de cabeça da BM neste ano — que registrou uma diminuição nos índices assaltos a estabelecimentos comerciais e até de assassinatos. No total, de acordo com números da concessionária Visate, já ocorreram 284 roubos neste ano — o maior índice desde 2007, que registrou 310 casos. O capitão Márcio Leandro espera que os números reduzam ainda mais:

— Os números reduziram e o delito está migrando. Isso significa que acertamos em cheio. Estamos atentos. A avaliação é que o eixo (de ataques) que era na Zona Norte está indo para a Zona Sul. Então devemos remobilizar. O contato é constante com a Polícia Civil para identificação dos possíveis autores.

A prefeitura não participou da reunião promovida pelo sindicato. Foram convidados os secretários municipais de Segurança Pública, José Francisco Mallmann, e de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Cristiano de Abreu Soares.

Números de Caxias do Sul
:: Ataques à ônibus em 2017:
284 roubos, média de 28 por mês
:: Primeira quinzena de outubro:
30 assaltos
:: Segunda quinzena de outubro: 14 assaltos

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros