Polícia, Pioneiro.com, clicRBSPioneiro.comhttp://pioneiro.clicrbs.com.br/rs/urn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-iatom© 2011-2017 clicrbs.com.br2017-11-22T05:02:02-02:00urn:publicid:clicrbs.com.br:23911286Drones vão reforçar fiscalização nas rodovias federais da SerraDois equipamentos apreendidos pela Receita Federal foram doados à PRF nesta terça-feira2017-11-22T05:02:02-02:002017-11-22T05:02:02-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPorthus JuniorDrones vão reforçar fiscalização nas rodovias federais da SerraPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23911286Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-drones-vao-reforcar-fiscalizacao-nas-rodovias-federais-da-serra-10030343Drones vão reforçar fiscalização nas rodovias federais da SerraDois equipamentos apreendidos pela Receita Federal foram doados à PRF nesta terça-feira2017-11-22T05:02:02-02:002017-11-22T05:02:02-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA partir do ano que vem, a 5ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), com sede em Caxias do Sul, terá reforço tecnológico para operações de fiscalização de trânsito e do setor de inteligência. Ontem, o delegado adjunto da Receita Federal de Caxias, Valmor José Lazzari, doou oficialmente dois drones à PRF.Os equipamentos foram solicitados em meados deste ano e tiveram o pedido reiterado, em outubro, com a chegada do novo chefe da delegacia, Marco Aurélio Baierle. É dessa forma que funcionam as doações feitas pela Receita Federal. Os pedidos tem de ser oficializados pelos órgãos públicos (prefeituras e polícias, por exemplo) e entidades. E são atendidos conforme a disponibilidade na Receita.No caso dos drones, foram os únicos dois equipamentos apreendidos na região em 2017 – em 20 de janeiro, em Vacaria, e em 7 de março, em Caxias. Eles eram objeto de importação via Correios. Como a praxe, ao detectar uma suspeita de irregularidade, os Correios comunicam a Delegacia da Receita Federal que verifica a regularidade do processo, a existência de nota fiscal, a procedência e destino da mercadoria. Foi o que aconteceu. Foi constatado o não pagamento dos impostos de importação dos drones – no valor de cerca de R$ 1,5 mil cada – o que resultou na perda dos aparelhos, que custam em torno de R$ 5,7 mil cada um, por parte do importador. Diante da solicitação da PRF, eles foram entregues em doação.Leia também: Ministério Público de Caxias do Sul recorre para aumentar pena de Farenzena Plantão da polícia já atende em novo endereço em Caxias do SulFoto: Arte PioneiroEm épocas de contingenciamento por parte do governo federal e de falta de pessoal, os drones serão olhos a mais e de longo alcance nas rodovias da região. – A Polícia Rodoviária Federal está se valendo, cada vez mais, de recursos tecnológicos para suprir a carência de efetivo, que é grave na região, como em outros locais – disse Baierle. Os drones já são utilizados pela PRF em outros estados do país e na Região da Fronteira. Mas para atuarem na região, ainda é preciso regulamentar internamente o emprego dos equipamentos. Essa é a tarefa de uma comissão regional da PRF composta, recentemente, no Estado. Em Caxias, os policiais rodoviários serão habilitados para operar os aparelhos, o que deve ocorrer até o final deste ano. A expectativa da PRF de Caxias é colocá-los em atividade na Serra no primeiro trimestre do ano que vem.Entre as ações estão flagrantes de ultrapassem em locais proibidos, por exemplo. Com as imagens, o operador pode acionar uma viatura no trecho, avisando sobre a irregularidade cometida e pedindo que seja feita a abordagem e a notificação do motorista, que são obrigatórias. A imagem servirá como prova. Os drones também serão utilizados para a investigação de possíveis esconderijos de mercadorias de origem irregular e para localização de veículos e de vítimas de acidentes de trânsito em locais de difícil acesso.Destino de mercadoriasA doação é um dos destinos dados às mercadorias apreendidas pela Receita Federal. Os objetos ainda podem ser leiloados ou destruídos, como no caso dos cigarros. Hoje ocorre um leilão de peças e materiais de uso industrial para pessoas jurídicas. O procedimento é eletrônico e, para participar, os concorrentes já cumpriram uma etapa encerrada ontem que era a de apresentar propostas no site da Receita Federal. O último leilão havia ocorrido em julho.As doações de produtos também acabam ajudando os municípios em ações como o Programa de Educação Fiscal. As prefeituras de Bento Gonçalves e Farroupilha, por exemplo, receberam na última segunda-feira, eletrônicos que servirão para premiação dos participantes. Já para a Fundação Caxias foram doadas roupas para campanha do agasalho em julho deste ano. São Francisco de Paula recebeu donativos, em maio, depois de ter sido atingida por um temporal. À Brigada Militar de Porto Alegre foram destinados, em junho, telefones e máquinas fotográficas.Porto Alegre, RSPioneiro.comDrones vão reforçar fiscalização nas rodovias federais da SerraPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-drones-vao-reforcar-fiscalizacao-nas-rodovias-federais-da-serra-10030343Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23911151Plantão da polícia já atende em novo endereço em Caxias do SulRegistro de ocorrências deve ser feito, exclusivamente, no bairro Jardim América2017-11-21T19:00:30-02:002017-11-21T19:00:30-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSFelipe NylandPlantão da polícia já atende em novo endereço em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23911151Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-plantao-da-policia-ja-atende-em-novo-endereco-em-caxias-do-sul-10030308Plantão da polícia já atende em novo endereço em Caxias do SulRegistro de ocorrências deve ser feito, exclusivamente, no bairro Jardim América2017-11-21T19:00:30-02:002017-11-21T19:00:30-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA nova sede da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Caxias do Sul, no bairro Jardim América, foi aberta na tarde desta terça-feira e passou a receber todas as demandas que eram executadas no antigo prédio, atrás do Colégio La Salle Carmo, no Centro. As primeiras horas de atendimento foram de pouco movimento, já que muitas pessoas ainda desconhecem o novo endereço, caso do construtor Paulo Neri da Costa Alves, 62 anos. Ele deslocou-se até o prédio antigo e foi orientado a procurar o endereço atual, que é chamado de Central de Polícia. Mesmo precisando disponibilizar mais tempo para registrar a ocorrência, em função do trânsito, ele aprovou a estrutura.— Facilitou muito em função do estacionamento. Eu já tinha passado por aqui, mas não sabia que se tratava da delegacia. Quando me falaram do endereço, consegui chegar bem fácil. O pouco que vi do prédio, achei muito bom — avalia ele, que foi até o lugar para registrar um boletim de suposta fraude com o nome da sua empresa.Leia mais:Após sete anos de obras, nova sede da Polícia Civil será aberta nesta terça em CaxiasMinistério Público de Caxias do Sul recorre para aumentar pena de FarenzenaPolícia Civil prende pai suspeito de abusar da própria filha em Bom JesusInicialmente, a diferença que pode impactar diretamente na rotina de quem procura o plantão é o espaço de atendimento ao público. Antes, havia uma sala de espera e outra separada para o registro das ocorrências. Agora, ao entrar no prédio a pessoa já se depara com os guichês, o que pode tirar um pouco da privacidade para relatar o delito. A Central fica na Rua Irmão Miguel Dario, 1.061.Conforme o delegado plantonista Carlos Alberto Cardoso Fernandes, os servidores ainda estão se adaptando ao novo espaço. Por isso, neste momento, tudo é muito provisório. A data de inauguração oficial ainda não foi divulgada. — Estamos ajustando os móveis, finalizando a mudança. Nos próximos dias, a Delegacia de Trânsito e a Delegacia de Homicídios já estarão atendendo neste prédio também — explica.Na Rua Marquês do Herval, atrás do La Salle Carmo, ficarão apenas os serviços da 1ª Delegacia de Polícia e Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec). No Palácio da Polícia, na Rua Doutor Montaury, ao lado da Praça Dante, permanecem os atendimentos da 8ª Delegacia Regional, Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), 2ª Delegacia de Polícia e 3ª Delegacia de Polícia.A nova estrutura conta com salas especiais para reconhecimento de pessoas, com uso de espelhos que revelam a imagem somente do suspeito e um amplo estacionamento para as viaturas. Além disso, quatro linhas de ônibus do transporte público facilitam o deslocamento até o local.Porto Alegre, RSPioneiro.comPlantão da polícia já atende em novo endereço em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-plantao-da-policia-ja-atende-em-novo-endereco-em-caxias-do-sul-10030308Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23898680Ministério Público de Caxias do Sul recorre para aumentar pena de FarenzenaNa segunda-feira, o réu foi sentenciado a 16 anos de reclusão2017-11-21T16:02:17-02:002017-11-21T16:02:17-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDiogo SallaberryMinistério Público de Caxias do Sul recorre para aumentar pena de FarenzenaPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23898680Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-ministerio-publico-de-caxias-do-sul-recorre-para-aumentar-pena-de-farenzena-10030097Ministério Público de Caxias do Sul recorre para aumentar pena de FarenzenaNa segunda-feira, o réu foi sentenciado a 16 anos de reclusão2017-11-21T16:02:17-02:002017-11-21T16:02:17-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brO Ministério Público (MP) de Caxias do Sul irá recorrer para aumentar a pena de Eduardo Farenzena, 31 anos, pelo assassinato do padrasto dele, Ivandir da Silva Mairesse, 33. Na segunda-feira, o réu foi condenado a 16 anos de reclusão em regime inicialmente fechado. A promotora Sílvia Regina Becker Pinto discordou do cálculo base feito para estipular da pena base, pois a o réu não era primário. Com o recurso, a pena pode ser aumentada em até quatro anos.Leia maisAssassino de miss confessa ter matado padrasto em Caxias do SulRelembre o caso de Caren Brum Paim, morta por Eduardo Farenzena no final de 2010 TJ contesta declaração de promotora sobre assassinato cometido por Farenzena em CaxiasA defesa de Farenzena, realizada pelos advogados Ivandro Bitencourt Feijó e Maurício Adami Custódio, também deve interpor recurso hoje sobre a dosimetria da pena. Uma das questões apontadas é que a confissão do réu feita durante o processo não foi considerada.O Tribunal do Júri terminou por volta das 22h30min de segunda-feira. Aproximadamente 16 pessoas, a maioria estudantes de Direito, acompanharam o julgamento de segunda-feira. Foram ouvidas sete testemunhas e o réu optou por permanecer em silêncio.Em 2014, o réu já havia sido condenado a 20 anos e três meses de reclusão pelo assassinato da ex-namorada, Caren Brum Paim, 22, em 2010. Caren representava Caxias do Sul no concurso Miss Itália Nel Mondo.Farenzena, que segue recolhido na Penitenciária Estadual no Apanhador, já cumpriu sete anos de prisão — incluindo 300 dias remidos por trabalho ou estudo. Caso não tivesse sido condenado novamente, ele teria direito de progredir ao regime semiaberto a partir de setembro de 2018. Após os recursos, a nova sentença será somada a atual pena e o cálculo para progressão de regime será refeito.Porto Alegre, RSPioneiro.comMinistério Público de Caxias do Sul recorre para aumentar pena de FarenzenaPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-ministerio-publico-de-caxias-do-sul-recorre-para-aumentar-pena-de-farenzena-10030097Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23910453Polícia Civil prende pai suspeito de abusar da própria filha em Bom JesusDe acordo a investigação, assédios ocorreriam desde 20142017-11-21T15:47:15-02:002017-11-21T15:47:15-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPolícia CivilPolícia Civil prende pai suspeito de abusar da própria filha em Bom JesusPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23910453Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-civil-prende-pai-suspeito-de-abusar-da-propria-filha-em-bom-jesus-10030079Polícia Civil prende pai suspeito de abusar da própria filha em Bom JesusDe acordo a investigação, assédios ocorreriam desde 20142017-11-21T15:47:15-02:002017-11-21T15:47:15-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA Polícia Civil de Bom Jesus prendeu preventivamente um homem de 45 anos que é suspeito de estuprar a própria filha. A menina tem 11 anos, mas os assédios ocorreriam desde 2014. A mãe e a avó paterna da criança também são investigadas por possível omissão.Leia maisPassageiros e motorista de ônibus intermunicipal são rendidos por assaltantes na ERS-122 Três pessoas são presas por latrocínio de idoso em CaxiasA investigação iniciou após um denúncia feita pela escola da menina. A prisão foi cumprida no início da tarde desta terça-feira. Um laudo pericial comprovou que a menina foi estuprada. De acordo com as investigações, os ataques ocorreriam desde que a menina tem sete anos.Acionado, o Conselho Tutelar, com autorização judicial, retirou a menina e sua irmã do convívio familiar. Elas estão abrigadas em uma casa especializada.Investigado possui antecedenteEm 2014, houve uma denúncia contra este homem pelo mesmo crime contra a filha. Naquela ocasião, após a separação do casal, a mãe teria ido visitar a filha que ficaram na guarda do pai, ficou sabendo dos abusos e acionou a Polícia Civil.O investigado foi encaminhado para o Presídio Estadual de Vacaria. Caso condenado, ele poderá ficar recolhido por até 15 anos.Porto Alegre, RSPioneiro.comPolícia Civil prende pai suspeito de abusar da própria filha em Bom JesusPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-civil-prende-pai-suspeito-de-abusar-da-propria-filha-em-bom-jesus-10030079Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-passageiros-e-motorista-de-onibus-intermunicipal-sao-rendidos-por-assaltantes-na-ers-122-10029851Passageiros e motorista de ônibus intermunicipal são rendidos por assaltantes na ERS-122Ocupantes tiveram pertences roubados durante a ação dos criminosos na manhã desta terça2017-11-21T12:36:15-02:002017-11-21T12:36:15-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brDois homens armados renderam passageiros e motoristas de um ônibus da empresa Ozelame, que fazia o trajeto Caxias - Farroupilha, por volta das 10h desta terça-feira. Leia mais:Homem morre baleado no bairro Charqueadas em Caxias do SulTrês pessoas são presas por latrocínio de idoso em CaxiasForam roubados objetos e dinheiro dos ocupantes. Os assaltantes deixaram o veículo e embarcaram num Vectra Cinza que aguardava próximo do Motel Natura, no km 66 da ERS-122., em Caxias do Sul.Não há confirmação da quantia de dinheiro roubado e nem do número de passageiros no momento da ocorrência.Porto Alegre, RSPioneiro.comPassageiros e motorista de ônibus intermunicipal são rendidos por assaltantes na ERS-122Pioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-passageiros-e-motorista-de-onibus-intermunicipal-sao-rendidos-por-assaltantes-na-ers-122-10029851Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23904682Após sete anos de obras, nova sede da Polícia Civil será aberta nesta terça em CaxiasRegistro de ocorrências deixa de ser realizado atrás do Colégio La Salle Carmo2017-11-21T09:28:37-02:002017-11-21T09:28:37-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSFelipe NylandApós sete anos de obras, nova sede da Polícia Civil será aberta nesta terça em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23904682Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-apos-sete-anos-de-obras-nova-sede-da-policia-civil-sera-aberta-nesta-terca-em-caxias-10024900Após sete anos de obras, nova sede da Polícia Civil será aberta nesta terça em CaxiasRegistro de ocorrências deixa de ser realizado atrás do Colégio La Salle Carmo2017-11-21T09:28:37-02:002017-11-21T09:28:37-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brApós sete anos de obras e sucessivos adiamentos de inauguração, a nova sede da Polícia Civil em Caxias do Sul está pronta. O novo prédio é considerado essencial para modernização do trabalho e qualificar o atendimento à comunidade, além de oferecer melhores condições aos policiais civis e outros órgãos que necessitam do espaço. A mudança da Delegacia Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) ocorre nesta terça-feira, antes mesmo da inauguração oficial.Devido à mudança, os moradores de Caxias do Sul estão sendo orientados a não procurar o serviço durante o dia. De acordo com o delegado Vitor Carnaúba, o sistema de registro de ocorrências ficará indisponível por algumas horas e só serão atendidos casos de urgência e prisões em flagrante.— Não podemos garantir um atendimento aceitável nesta terça-feira. A recomendação é deixar (o registro) para o dia seguinte ou utilizar a delegacia online. Os terminais (de atendimento) são os mesmos, então teremos que desligar os que estão funcionando e levá-los para o novo prédio — explica.A nova estrutura fica na Rua Irmão Miguel Dario, 1.061, no bairro Jardim América. Uma equipe de Porto Alegre virá para auxiliar na mudança, que deve iniciar ainda pela manhã. A partir da conclusão do processo, previsto para o final da tarde, o plantão atenderá já no novo endereço, que está sendo chamado de Central de Polícia.Leia maisHomem é preso após furtar estrutura do prédio da nova delegacia de Caxias Entrega da nova delegacia da Polícia Civil fica para novembroSecretaria estadual define data para entrega do novo prédio da Polícia Civil em Caxias do Sul Prédio da Polícia Civil segue em construção em Caxias do Sul"Ambiente moderno e planejado"O pronto-atendimento de Caxias do Sul é o maior no Estado. Em 2016, a média foi de 3,7 mil ocorrências registradas por mês. Devido ao reduzido número de servidores policiais, a mudança não acarretará em aumento no número de terminais. O delegado Carnaúba, no entanto, ressalta que o novo prédio trará benefícios ao atendimento e forma de trabalho dos policiais.— A estrutura é maior e mais adequada. Teremos mais salas de flagrantes e cada público terá uma entrada específica. Assim, evitaremos o contato entre vítimas e acusados. Os espaços são planejados e reservados, garantindo mais comodidade para quem aguarda para fazer um registro.A estrutura conta ainda com salas especiais para reconhecimento de pessoas, com uso de espelhos que revelam a imagem somente do suspeito e um amplo estacionamento para as viaturas. Nas próximas semanas, o prédio também deverá receber as delegacias de Homicídios e de Trânsito. A inauguração oficial ainda não tem data marcada.SAIBA MAISApesar da abertura da Central da Polícia, no bairro Jardim América, outras delegacias continuam atendendo no centro de Caxias. Confira:No Palácio da Polícia, na Rua Doutor Montaury, ao lado da Praça Dante::: 8ª Delegacia Regional:: Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam):: 2ª Delegacia de Polícia:: 3ª Delegacia de Polícia:: Delegacia de Homicídios*Na Rua Marquês do Herval, atrás do Colégio La Salle Carmo::: 1ª Delegacia de Polícia:: Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec):: Delegacia de Trânsito** A Delegacia de Trânsito e a Delegacia de Homicídios serão transferidas, em data a ser divulgada, para a Central no Jardim América. COMO CHEGAR DE ÔNIBUSConfira as linhas levam até a Central de Polícia::: Linha 11 Madureira/Sagrada Família via Marquês do Herval: a saída é da Estação Bento, atrás do Ópera. A recomendação é descer na parada na esquina da Rua São Paulo com a Humberto de Campos. Essa parada fica a duas quadras de distância da Central de Polícia.:: Linha 11 Madureira/Sagrada Família via Treze de Maio: a saída é da Estação Bento. O ônibus faz uma pausa no bairro antes de seguir em direção à Central de Polícia. A recomendação é desembarcar na parada da Rua José Aloysio Brugger, a uma quadra da Central.:: Linha 06 Universitário: a saída também é da estação Bento. O coletivo segue pela Marquês do Herval e, após pausa no bairro, o passageiro deve descer na parada da Rua Amazonas, a duas quadras da Central de Polícia.:: Linha LC73 Coletora Leste: a saída é da parada da Avenida São Leopoldo, próximo do acesso à BR-116. O itinerário percorre o sentido Norte até a Rua Marechal Floriano. Após, o coletivo percorre a Visconde de Pelotas, a Moreira César e a Avenida Ruben Bento Alves (Perimetral Norte). O trajeto termina na rótula de acesso ao bairro Fátima, onde é recomendado o desembarque para ir até à Central de Polícia, localizada a uma quadra de distância, em direção ao bairro Jardim América. Há também o ônibus que faz o sentido inverso, para quem deseja retornar ao Centro.:: Linha LC71 Coletora Norte: a saída é da EPI Floresta. O ônibus percorre a Avenida Ruben Bento Alves, sentido norte, até a EPI Imigrante. Há também o caminho inverso com saída da EPI imigrante, que percorre a perimetral até a EPI Floresta. A recomendação é que o desembarque seja feito na Perimetral, próximo à rótula de acesso ao bairro Fátima. Dali, tem que seguir a pé em direção ao Jardim América.* Nenhuma das linhas possui itinerário durante a madrugada (entre 0h e 5h40min).Porto Alegre, RSPioneiro.comApós sete anos de obras, nova sede da Polícia Civil será aberta nesta terça em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-apos-sete-anos-de-obras-nova-sede-da-policia-civil-sera-aberta-nesta-terca-em-caxias-10024900Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23905743Três pessoas são presas por latrocínio de idoso em CaxiasVítima de 60 anos sofreu vários golpes de faca na cabeça e morreu após ficar três meses internado no hospital2017-11-21T09:16:11-02:002017-11-21T09:16:11-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPolícia Civil / DivulgaçãoTrês pessoas são presas por latrocínio de idoso em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23905743Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-tres-pessoas-sao-presas-por-latrocinio-de-idoso-em-caxias-10024887Três pessoas são presas por latrocínio de idoso em CaxiasVítima de 60 anos sofreu vários golpes de faca na cabeça e morreu após ficar três meses internado no hospital2017-11-21T09:16:11-02:002017-11-21T09:16:11-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brDuas mulheres, de 38 e 20 anos, e um homem de 56 foram presos temporariamente na tarde desta segunda-feira após investigações indicarem o envolvimento deles na morte de João Adelar Rimoldi, 60 anos, durante latrocínio ocorrido no dia 8 de agosto deste ano em Caxias do Sul. Na época, um grupo invadiu a casa do idoso no bairro Esplanada com o objetivo de roubar cerca de R$ 5 mil. Leia mais:Homem morre baleado no bairro Charqueadas em Caxias do SulFarenzena é condenado a 16 anos de prisão pelo assassinato de padrasto em Caxias No ataque, a vítima sofreu diversos golpes de faca na cabeça, chegou a ser socorrida e levada ao Hospital Pompéia por vizinhos, porém, após três meses de internação, não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 4 de novembro. Uma das mulheres envolvidas foi presa na cidade de Passo Fundo, onde havia se abrigado na casa de parentes após participar do crime.De acordo com o titular da da Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) Defrec, delegado Adriano Linhares, os criminosos seriam moradores da região e sabiam que o idoso guardava na residência a quantia almejada na ação criminosa.— Chegamos a esses três suspeitos após muito trabalho de campo dos nossos agentes, oitivas de testemunhas e apuração técnica. A prisão foi estratégica para verificarmos o possível envolvimento de mais pessoas — informa.De acordo com Linhares, a pouca estrutura corporal da vítima e a superioridade numérica do grupo ressaltam a "crueldade" do ato de violência.A prisão temporária tem prazo de 30 dias, com possibilidade de prorrogação de mais 30. A Polícia Civil não divulgou os nomes das pessoas presas para não atrapalhar as diligências investigativas que prosseguem.Porto Alegre, RSPioneiro.comTrês pessoas são presas por latrocínio de idoso em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-tres-pessoas-sao-presas-por-latrocinio-de-idoso-em-caxias-10024887Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-morre-baleado-no-bairro-charqueadas-em-caxias-do-sul-10021042Homem morre baleado no bairro Charqueadas em Caxias do SulEle foi executado quando estava sentado na frente de uma conveniência de um posto de combustíveis2017-11-20T20:48:41-02:002017-11-20T20:48:41-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brMatheus Cavagnolli Bruzamarello, 21 anos, estava sentado na frente de uma loja de conveniência num posto de combustíveis no bairro Charqueadas, quando foi executado com pelo menos dois tiros. O crime ocorreu por volta das 20h30min num estabelecimento localizado na Rua Benjamin Custódio de Oliveira. Leia mais: Homem morre após ser prensado por elevador de carga no bairro Galópolis, em CaxiasBM realiza ação social em entidade que atende crianças com deficiência, em Caxias De acordo com a Polícia Civil, o autor dos disparos teria se aproximado da vítima e fugido em uma moto após atirar contra o jovem. Conforme apurado pela Rádio Gaúcha, a vítima tinha antecedentes por roubo a pedestre e porte de arma.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem morre baleado no bairro Charqueadas em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-morre-baleado-no-bairro-charqueadas-em-caxias-do-sul-10021042Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23898092Adolescentes são apreendidas após furtarem duende da decoração do Natal LuzBrigada Militar flagrou duas garotas de 16 anos na madrugada desta segunda-feira2017-11-20T17:34:01-02:002017-11-20T17:34:01-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSCleiton ThieleAdolescentes são apreendidas após furtarem duende da decoração do Natal LuzPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23898092Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-adolescentes-sao-apreendidas-apos-furtarem-duende-da-decoracao-do-natal-luz-10019612Adolescentes são apreendidas após furtarem duende da decoração do Natal LuzBrigada Militar flagrou duas garotas de 16 anos na madrugada desta segunda-feira2017-11-20T17:34:01-02:002017-11-20T17:34:01-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brDuas adolescentes foram apreendidas na madrugada desta segunda-feira (20) após furtarem o duende de uma das árvores de Natal da decoração de Gramado. O furto aconteceu por volta das 3h30min, na região central da cidade.Por meio das câmeras de videomonitoramento, um policial militar verificou que as garotas de 16 anos estavam mexendo em um pinheirinho na Avenida Borges de Medeiros. Com a aproximação da imagem, percebeu que uma delas pegou um duende de 50 centímetros fixado na árvore e colocou na mochila da outra. Para arrancar o objeto, elas danificaram o pinheirinho. Depois de abordadas pela Brigada Militar (BM), as duas foram conduzidas à delegacia e entregues aos responsáveis legais. Conforme a BM, a organização do evento já tinha comunicado a ocorrência de vandalismo com a decoração natalina. Por isso, a atenção foi redobrada especialmente nos períodos de menor circulação de pessoas.Porto Alegre, RSPioneiro.comAdolescentes são apreendidas após furtarem duende da decoração do Natal LuzPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-adolescentes-sao-apreendidas-apos-furtarem-duende-da-decoracao-do-natal-luz-10019612Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-civil-de-sao-sebastiao-do-cai-investiga-assassinato-de-jovem-10019538Polícia Civil de São Sebastião do Caí investiga assassinato de jovemSuspeito de matar Ana Luiza Cardoso Lourenço, de 20 anos, foi preso na sexta-feira2017-11-20T16:12:39-02:002017-11-20T16:12:39-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA Delegacia de Polícia Civil de São Sebastião do Caí está ouvindo testemunhas que possam esclarecer as circunstâncias da morte de Ana Luiza Cardoso Lourenço, de 20 anos. O corpo da jovem foi encontrado em um mato perto da ERS-122 no bairro Conceição, no mesmo município, na última quarta-feira, dia 15. Ela foi reconhecida por familiares pelas roupas que vestia e por tatuagens.Na sexta-feira, o suspeito do homicídio foi preso, em cumprimento de mandado, com apoio da Brigada Militar. A identidade do homem, de 26 anos, não foi divulgada pela polícia porque se trata de prisão temporária.Leia também: Prefeitura inicia Consulta Popular sobre construção de novo presídio em Caxias do Sul Após churrasco, trabalhador rural mata dois colegas no interior de FarroupilhaAna Luiza havia desaparecido na madrugada do dia 11 deste mês. As últimas pessoas a vê-la foram os colegas do restaurante onde ela trabalhava e as pessoas que estavam em um baile para onde ela foi depois do serviço. Agora, a equipe da delegacia tenta refazer os últimos passos da jovem e descobrir como ocorreu o crime, já que, em princípio, ela e o suspeito não se conheciam. O suposto autor do crime foi encaminhado à Penitenciária Estadual de Montenegro, onde permancece. Ele deve ser prestar depoimento nos próximos dias.Porto Alegre, RSPioneiro.comPolícia Civil de São Sebastião do Caí investiga assassinato de jovemPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-civil-de-sao-sebastiao-do-cai-investiga-assassinato-de-jovem-10019538Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23897584Prefeitura inicia Consulta Popular sobre construção de novo presídio em Caxias do SulPrefeitura questiona comunidade antes de se manifestar ao Governo do Estado2017-11-20T11:28:05-02:002017-11-20T11:28:05-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSReproduçãoPrefeitura inicia Consulta Popular sobre construção de novo presídio em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23897584Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-prefeitura-inicia-consulta-popular-sobre-construcao-de-novo-presidio-em-caxias-do-sul-10019359Prefeitura inicia Consulta Popular sobre construção de novo presídio em Caxias do SulPrefeitura questiona comunidade antes de se manifestar ao Governo do Estado2017-11-20T11:28:05-02:002017-11-20T11:28:05-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA prefeitura de Caxias do Sul deu início à Consulta Popular para saber se a comunidade gostaria que fosse construído um terceiro presídio no município. A enquete surge após a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) sinalizar com a possibilidade de um investimento federal. Até o dia 3 de dezembro, a comunidade poderá responder à seguinte pergunta: "Você é a favor ou contra um novo presídio em Caxias do Sul?". A votação está disponível até o dia 3 de dezembro no site da prefeitura (www.caxias.rs.gov.br), no ícone Consulta Pública, e também na página oficial no Facebook (facebook.com/prefeituradecaxias). Para responder, é preciso preencher nome e título de eleitor. Será computado um voto por cada título de eleitor e só serão consideradas respostas de moradores da cidade.Entre a quarta-feira e o domingo, o Pioneiro promoveu uma enquete com o mesmo tema e a construção do terceiro presídio foi aprovada com 619 votos — 68,63% das 902 respostas. Na semana passada, a reportagem também consultou dez lideranças da cidade que foram unânimes a favor da criação de mais vagas na cidade. O risco de Caxias, e municípios dos arredores que não têm casas prisionais, precisar manter novos presos em delegacias foi um ponto central no debate.Leia maisPor que Caxias do Sul precisa de mais um presídio?Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioCom lotação limite em presídios, novos presos podem ficar em delegacias de Caxias do SulJuízes relatam domínio de presos no Apanhador e sugerem interdição de casas prisionais A SSP quer evitar uma discussão política na escolha do município para construir o novo presídio. Por isso, houve a desistência da obra em Osório, no Litoral Norte, após campanha contrária liderada pelo prefeito da cidade, Eduardo Abrahão (PDT). A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) confirma que Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber a nova cadeia, que terá aproximadamente 400 vagas e será bancada com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). O valor conquistado via projeto pela SSP não pode ser utilizado para outra finalidade — como a construção de escolas, por exemplo.Caxias possui a vantagem de contar com uma área disponível, anexa à Penitenciária Estadual (no distrito de Apanhador, em São Francisco de Paula). Atualmente, a comarca conta com duas casas prisionais de regime fechado: o Presídio Regional, na BR-116, e a Penitenciária Estadual no Apanhador, que abrigam, juntos, 1.152 presos num espaço idealizado para 658 pessoas.Ambas as unidades, no entanto, possuem determinações judiciais que limitam o número de apenados para evitar a superlotação — cada cela pode receber, no máximo, o dobro de presos em relação ao número original de camas. Desta forma, o risco de novos presos serem mantidos em delegacias enquanto aguardam abertura vagas, como ocorre na Região Metropolitana, é iminente.De acordo com a 7ª Delegacia Penitenciária Regional (7ª DPR), restam em torno de 20 vagas no município. A comarca de Caxias do Sul também recebe presos de Farroupilha, Flores da Cunha, Nova Petrópolis, São Marcos e Antônio Prado — municípios que não têm casas prisionais.Porto Alegre, RSPioneiro.comPrefeitura inicia Consulta Popular sobre construção de novo presídio em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-prefeitura-inicia-consulta-popular-sobre-construcao-de-novo-presidio-em-caxias-do-sul-10019359Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23897159Farenzena volta a ser julgado nesta segunda-feira em Caxias do SulEle é acusado pelo assassinato do padrasto Ivandir da Silva Mairesse, em setembro de 20112017-11-20T07:32:51-02:002017-11-20T07:32:51-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSRoni RigonFarenzena volta a ser julgado nesta segunda-feira em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23897159Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-farenzena-volta-a-ser-julgado-nesta-segunda-feira-em-caxias-do-sul-10019217Farenzena volta a ser julgado nesta segunda-feira em Caxias do SulEle é acusado pelo assassinato do padrasto Ivandir da Silva Mairesse, em setembro de 20112017-11-20T07:32:51-02:002017-11-20T07:32:51-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brO Tribunal do Júri volta a se reunir nesta segunda-feira em Caxias do Sul para julgar Eduardo Farenzena, 31 anos, pelo assassinato do padrasto Ivandir da Silva Mairesse, 33, no dia 13 de setembro de 2011. O primeiro julgamento, ocorrido no dia 22 de setembro, foi suspenso pela Justiça em razão da insistência do Ministério Público (MP) em relacionar a possível participação de Rosmarina Silveira de Oliveira, mãe de Farenzena, 31 anos, no assassinato e na ocultação de cadáver da vítima. Rosmarina também será julgada nesta segunda, mas apenas pelo crime de falsidade ideológica, por ter feito um falso registro do desaparecimento de Mairesse.Farenzena, que está recolhido na Penitenciária Estadual do Apanhador desde 2011, já cumpre pena de 19 anos de reclusão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Caren Brum Paim, com quem teve um relacionamento.Leia mais Veja os detalhes que adiaram o julgamento de Eduardo Farenzena em Caxias do SulEduardo Farenzena volta ao banco dos réus em Caxias do SulAssassino de miss confessa ter matado padrasto em Caxias do SulRelembre o caso de Caren Brum Paim, morta por Eduardo Farenzena no final de 2010 Réu pela segunda vez, Farenzena alega que estava alcoolizado e agiu para se defenderNo júri de setembro, o réu aceitou prestar depoimento e afirmou que estava alterado quando matou o padrasto. Após orientação dos advogados Ivandro Bitencourt Feijó e Maurício Adami Custódio, Farenzena relatou que estava alcoolizado na ocasião, por isso tinha dificuldades em lembrar detalhes do ocorrido. Ele também disse que usou cocaína na madrugada do crime, ocorrido no bairro De Zorzi no dia 13 de setembro de 2011. — Ambos estávamos alterados. O que houve foi uma discussão, ele me agrediu e eu peguei uma faca para tentar coagi-lo. Ele continuou a me agredir, houve essa briga e eu o golpeei. Ele correu para o quarto e se debruçou sobre cama. Ele faleceu no meio da casa. Foi uma fatalidade. Um erro que eu assumo. Um momento em que estávamos fora do juízo. Pessoas alcoolizadas e drogadas não têm consciência e se alteram — disse o réu, à época, ratificando que Rosmarina não participou do crime nem da ocultação do cadáver. De acordo com Farenzena, ela só fez o falso registro do desaparecimento de Mairesse por um pedido dele. O réu ainda afirma que tinha bom relacionamento com o padrasto.Conforme a denúncia do Ministério Público (MP), Farenzena bebeu e se trancou no quarto com a mãe e o padrasto. Após, ele arremessou a chave pela janela, o que deu início a uma discussão. Com uma faca de cozinha, Farenzena esfaqueou o padrasto no rosto, no pescoço, na mão esquerda e nas costas. Após o homicídio, o réu envolveu o corpo de Mairesse com a capa do colchão e um lençol, transportou-o em seu carro e o jogou em um barranco em São Virgílio, no interior de Caxias do Sul. O quarto e o interior do carro foram lavados para ocultar o crime.Porto Alegre, RSPioneiro.comFarenzena volta a ser julgado nesta segunda-feira em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-farenzena-volta-a-ser-julgado-nesta-segunda-feira-em-caxias-do-sul-10019217Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-morto-a-tiros-em-bento-goncalves-10019205Homem é morto a tiros em Bento GonçalvesEle estava caído às margens da BR-470, em um matagal2017-11-20T07:17:50-02:002017-11-20T07:17:50-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm homem foi morto em Bento Gonçalves na noite de domingo. José Martins de Souza, 52 anos, foi atingido por tiros e o corpo foi localizado por volta das 22h. Ele estava caído às margens da BR-470, em um matagal. As informações são da Rádio Gaúcha. Leia maisEnteado mata padastro com golpes de machado em CanelaApós churrasco, trabalhador rural mata dois colegas no interior de FarroupilhaA Polícia Civil deve investigar as circunstâncias do crime.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem é morto a tiros em Bento GonçalvesPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-morto-a-tiros-em-bento-goncalves-10019205Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-apos-churrasco-trabalhador-rural-mata-dois-colegas-no-interior-de-farroupilha-10018915Após churrasco, trabalhador rural mata dois colegas no interior de FarroupilhaSuspeito do crime teria acusado as vítimas de roubarem seu celular2017-11-19T20:40:48-02:002017-11-19T20:40:48-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUma celebração no interior de Farroupilha acabou em tragédia na madrugada deste domingo (19). Conforme a Brigada Militar, funcionários de uma propriedade rural na Linha 47, em Vila Jansen (2° distrito) participavam de um churrasco quando Elias Paim Batista, 23 anos, acusou dois homens presentes de terem roubado seu celular.Leia mais: Consulta Popular sobre construção de presídio em Caxias do Sul inicia nesta segunda-feiraEnteado mata padastro com golpes de machado em CanelaDe acordo com a BM, Batista esperou a saída dos convidados e disparou contra o rosto de Odair José Motta de Souza, 36, com um revólver calibre .22 retirado da vítima. Após, ele teria ido até a casa de Carlos Eduardo Fonseca,18, e atirado contra ele. Os dois morreram na hora. A ocorrência foi registrada por volta de 13h15 da tarde do domingo. Segundo a Brigada, o suspeito do crime seguia no local e foi preso em flagrante. Durante a noite, ele também teria incendiado um veículo Chevette de uma das vítimas. Conforme o delegado plantonista Ives Trindade, antes da chegada da polícia Batista tentou se livrar das evidências do crime.— Ele não declarou nada em depoimento, mas o irmão contou que ele pediu ajuda para esconder os corpos e, mediante a recusa, quase atirou nele também. Batista é natural de Novo Hamburgo. Souza era de Farroupilha e Fonseca, do Paraná. O suspeito foi encaminhado ao presídio do Apanhador.Porto Alegre, RSPioneiro.comApós churrasco, trabalhador rural mata dois colegas no interior de FarroupilhaPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-apos-churrasco-trabalhador-rural-mata-dois-colegas-no-interior-de-farroupilha-10018915Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23896151Consulta Popular sobre construção de presídio em Caxias do Sul inicia nesta segunda-feiraComunidade pode votar se é a favor ou contra até 3 de dezembro, no site da prefeitura ou na página no Facebook2017-11-19T18:18:39-02:002017-11-19T18:18:39-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPorthus JuniorConsulta Popular sobre construção de presídio em Caxias do Sul inicia nesta segunda-feiraPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23896151Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-consulta-popular-sobre-construcao-de-presidio-em-caxias-do-sul-inicia-nesta-segunda-feira-10018792Consulta Popular sobre construção de presídio em Caxias do Sul inicia nesta segunda-feiraComunidade pode votar se é a favor ou contra até 3 de dezembro, no site da prefeitura ou na página no Facebook2017-11-19T18:18:39-02:002017-11-19T18:18:39-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA prefeitura de Caxias do Sul dá início nesta segunda-feira à Consulta Popular sobre a construção de uma terceira unidade prisional no município. Até o dia 3 de dezembro, a comunidade poderá responder à seguinte pergunta: "você é a favor ou contra a construção de um novo presídio em Caxias do Sul?"Leia maisO que as lideranças dizem sobre um terceiro presídio em Caxias do Sul Com lotação limite em presídios, novos presos podem ficar em delegacias de Caxias do SulJuízes relatam domínio de presos no Apanhador e sugerem interdição de casas prisionais A votação está disponível até o dia 3 de dezembro no site da prefeitura (www.caxias.rs.gov.br), no ícone Consulta Pública, e também na página oficial no Facebook (facebook.com/prefeituradecaxias). Para responder, é preciso preencher nome e título de eleitor. Será computado um voto por cada título de eleitor e só serão consideradas respostas de moradores da cidade. A possibilidade de construção do terceiro presídio em Caxias, com 400 vagas, surgiu após a recusa do município de Osório em receber a casa prisional, que será bancada com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A preferência do Estado pro construir em Caxias se dá pelo fato do município contar com uma área disponível, anexa à Penitenciária Estadual (no distrito de Apanhador, em São Francisco de Paula). Na semana passada, o Pioneiro perguntou a opinião de 12 lideranças da sociedade caxiense, e 10 delas se mostraram favoráveis à construção, tendo como principal argumento a superlotação nas outras duas casas existentes.Porto Alegre, RSPioneiro.comConsulta Popular sobre construção de presídio em Caxias do Sul inicia nesta segunda-feiraPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-consulta-popular-sobre-construcao-de-presidio-em-caxias-do-sul-inicia-nesta-segunda-feira-10018792Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23895598Enteado mata padrasto com golpes de machado em CanelaA vítima foi identificada como Edivaldo Henrich Splinger2017-11-19T17:53:32-02:002017-11-19T17:53:32-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPolícia Civil de CanelaEnteado mata padrasto com golpes de machado em CanelaPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23895598Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-enteado-mata-padrasto-com-golpes-de-machado-em-canela-10018777Enteado mata padrasto com golpes de machado em CanelaA vítima foi identificada como Edivaldo Henrich Splinger2017-11-19T17:53:32-02:002017-11-19T17:53:32-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm homem matou o padrasto com golpes de machado na noite deste sábado (18), em Canela. O crime ocorreu por volta das 20h30, no bairro Santa Marta. As informações são do GaúchaZH.Leia mais:Homem é esfaqueado em Caxias do SulSuspeito de roubo com sequestro é preso em Caxias do SulA vítima foi identificada como Edivaldo Henrich Splinger. Conforme a Polícia Civil, a motivação foi uma desavença familiar. O delegado Vlademir Medeiros afirma que os dois tinham uma relação conturbada. — A polícia tem a informação de que os dois não tinham uma relação boa, com histórico de desavença entre ambos. Após mais uma discussão, houve agressão mútua, que culminou com a morte de um deles — resume o delegado. Um machado e duas facas foram apreendidos no local do crime e serão enviadas para o Instituto Geral de Perícias (IGP). O objetivo é fazer a verificação das digitais das ferramentas, para ter provas contra o suspeito. Além disso, os agentes ouvem familiares dos envolvidos ao longo deste domingo (19) para ter mais informações sobre o caso. O suspeito do assassinato é procurado na região desde o final da noite de sábado.Porto Alegre, RSPioneiro.comEnteado mata padrasto com golpes de machado em CanelaPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-enteado-mata-padrasto-com-golpes-de-machado-em-canela-10018777Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-esfaqueado-em-caxias-do-sul-10018333Homem é esfaqueado em Caxias do SulTestemunhas relataram à polícia que os ferimentos teriam sido resultado de uma discussão com outro homem2017-11-18T12:13:59-02:002017-11-18T12:13:59-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm homem de 36 anos foi esfaqueado na madrugada deste sábado em Caxias do Sul. Marcos Alexandre Leite Machado foi localizado caído, junto ao meio fio da Rua Hygino Tartarotti, bairro São Caetano, por volta de 3h15min. Leia maisSuspeito de roubo com sequestro é preso em Caxias do SulRéu é condenado por matar vizinho no Campos da Serra, em Caxias do SulHomem morre após ser atingido por poste em GaribaldiTestemunhas relataram à polícia que os ferimentos teriam sido resultado de uma discussão com outro homem. Porém, nem a faca e nem o agressor foram localizados. Machado teve ferimentos no tórax, abdômen e no braço. Ele foi socorrido em estado grave e encaminhado ao Hospital Pompéia.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem é esfaqueado em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-esfaqueado-em-caxias-do-sul-10018333Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23893719Suspeito de roubo com sequestro é preso em Caxias do SulHomem de 27 anos foi capturado no bairro Sanvitto2017-11-17T20:02:06-02:002017-11-17T20:02:06-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPolícia CivilSuspeito de roubo com sequestro é preso em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23893719Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-suspeito-de-roubo-com-sequestro-e-preso-em-caxias-do-sul-10017729Suspeito de roubo com sequestro é preso em Caxias do SulHomem de 27 anos foi capturado no bairro Sanvitto2017-11-17T20:02:06-02:002017-11-17T20:02:06-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA Polícia Civil prendeu o suspeito de sequestrar e roubar um idoso em Caxias do Sul na manhã desta sexta-feira. Homem de 27 anos, que não teve a identidade divulgada, foi capturado no bairro Sanvitto por volta do meio-dia. A prisão temporária, expedida pela 3ª Vara Criminal, tem duração de cinco dias e tem por objetivo aprofundar as investigações.Leia maisRéu é condenado por matar vizinho no Campos da Serra, em Caxias do SulHomem é assassinado na frente de igreja no bairro Reolon, em Caxias do SulO crime ocorreu em 15 de outubro, por volta das 21h30min, em frente à Igreja dos Capuchinhos, no bairro Rio Branco. Na ocasião o idoso de 69 anos, ao estacionar seu veículo, um Astra prata, foi surpreendido por dois ladrões armados. A vítima foi obrigada a sentar no banco de trás e, sob a mira de um revólver, foi levado pelos criminosos. O idoso foi liberado, mais tarde, na localidade de Conceição da Linha Feijó, na região do Desvio Rizzo. A Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Captura (Defrec) prossegue com as investigações e busca identificar o segundo envolvido no roubo. Para comprovar a autoria do assalto, o preso será submetido a reconhecimentos e não está descartada sua participação em outros crimes semelhantes. Também é aguardado o resultado de perícia papiloscópica no Astra roubado, que já havia sido recuperado pela polícia.Porto Alegre, RSPioneiro.comSuspeito de roubo com sequestro é preso em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-suspeito-de-roubo-com-sequestro-e-preso-em-caxias-do-sul-10017729Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23029314Réu é condenado por matar vizinho no Campos da Serra, em Caxias do SulGuilherme Gomes Pinto foi sentenciado a 16 anos de reclusão2017-11-17T18:05:15-02:002017-11-17T18:05:15-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDivulgaçãoRéu é condenado por matar vizinho no Campos da Serra, em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23029314Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-reu-e-condenado-por-matar-vizinho-no-campos-da-serra-em-caxias-do-sul-10017521Réu é condenado por matar vizinho no Campos da Serra, em Caxias do SulGuilherme Gomes Pinto foi sentenciado a 16 anos de reclusão2017-11-17T18:05:15-02:002017-11-17T18:05:15-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm ano após o crime, o Tribunal do Júri condenou Guilherme Gomes Pinto, 24 anos, conhecido como Corintiano, pelo assassinato de Paulinho Adriano de Barros. O réu foi sentenciado a 16 anos em regime fechado por homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. Pela vítima ter deixado três filhos pequenos, ainda foi acrescentado mais dois anos a pena. A decisão cabe recurso.Leia maisPolícia Civil prende homem que matou vizinho por causa de pedras na ruaMorto em confronto com a polícia, em Caxias, é suspeito de matar filho de pastorFilho de pastor é morto com mais de 20 tiros em Caxias do SulBarros foi morto no final da tarde do dia 21 de junho de 2016 na Rua Gessi Laurente Prates, no Campos da Serra. A vítima ajudava a esposa na manutenção de um dos condomínios do loteamento popular e colocou pedras na via pública com o objetivo de reduzir a velocidade dos carros. Pinto dirigia um Chevette e exigiu a retirada dos objetos. Na discussão com Paulinho, o acusado sacou um revólver e matou o vizinho.A defesa sustentou a tese homicídio privilegiado, alegando que a vítima teria provocado o autor, o que fez que Pinto agisse por forte emoção _ o que não foi aceito pelo Conselho de Sentença. Condenado responde por outro homicídio no mesmo anoPinto responde por um segundo assassinato em 2016. Este processo está no Tribunal de Justiça, pois a defesa recorreu da sentença que o pronunciou por homicídio qualificado, por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima, de Mateus José Pereira e tentativa de homicídio contra Fabrício Pedretti Pavan.Pereira foi morto a tiros na noite de 5 de dezembro de 2016 em um semáforo da travessa São Marcos, no bairro Kayser. O réu teria agido junto a Andrei Baldin, que morreu em confronto com a Brigada Militar (BM) três dias após o assassinato de Pereira. A vítima era filha do pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular de Caxias do Sul, José Flávio Pereira, reconhecido por seu trabalho social voltado a combater o uso de drogas e a criminalidade na zona sul da cidade.Porto Alegre, RSPioneiro.comRéu é condenado por matar vizinho no Campos da Serra, em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-reu-e-condenado-por-matar-vizinho-no-campos-da-serra-em-caxias-do-sul-10017521Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23892976Homem é assassinado na frente de igreja no bairro Reolon, em Caxias do SulAtiradores estavam em um HB20 e pelo menos 10 disparos foram ouvidos 2017-11-17T17:31:10-02:002017-11-17T17:31:10-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSFelipe NylandHomem é assassinado na frente de igreja no bairro Reolon, em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23892976Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-assassinado-na-frente-de-igreja-no-bairro-reolon-em-caxias-do-sul-10017481Homem é assassinado na frente de igreja no bairro Reolon, em Caxias do SulAtiradores estavam em um HB20 e pelo menos 10 disparos foram ouvidos 2017-11-17T17:31:10-02:002017-11-17T17:31:10-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brO 110º assassinato de Caxias do Sul em 2017 foi registrado na tarde desta sexta-feira. Luis Carlos dos Santos Pinheiro, 47 anos, conhecido como Maninho, foi assassinado na Rua Pedro Girardi, no bairro Reolon. Conforme testemunhas, os autores estariam em um HB20 preto e mais de 10 tiros foram ouvidos.Leia maisTerreiro de umbanda amanhece depredado no bairro Pioneiro, em CaxiasPolícia Civil prende três pessoas e apreende grande quantidade de drogas e armamento em VacariaO crime aconteceu por volta das 15h45min, em frente a uma igreja. Cápsulas, provavelmente de calibre .380, foram apreendidas pra perícia. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios. A suspeita inicial é que o crime tenha relação com o tráfico de drogas no bairro. Esta é a segunda execução registrada no Reolon nos últimos 15 dias.Pinheiro não possuía antecedentes criminais relevantes. De acordo com familiares, ele morava na casa herdada dos pais, uma rua abaixo do local onde aconteceu o crime. Pinheiro estava desempregado, mas fazia serviços diversos para se sustentar. Ele possuía histórico de vício em drogas, mas estava em tratamento e buscava ajuda na igreja. A família acredita que Pinheiro não era o alvo do ataque. De acordo com o relatado, ele estava na via pública conversando com outros homens quando os assassinos chegaram. Não há relatos de outros feridos.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem é assassinado na frente de igreja no bairro Reolon, em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-assassinado-na-frente-de-igreja-no-bairro-reolon-em-caxias-do-sul-10017481Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23892663Terreiro de umbanda amanhece depredado no bairro Pioneiro, em CaxiasTemplo comandado pelo Pai Ademir de Oxum, em Caxias, foi vandalizado e teve itens furtados2017-11-17T16:16:16-02:002017-11-17T16:16:16-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDiogo SallaberryTerreiro de umbanda amanhece depredado no bairro Pioneiro, em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23892663Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-terreiro-de-umbanda-amanhece-depredado-no-bairro-pioneiro-em-caxias-10017363Terreiro de umbanda amanhece depredado no bairro Pioneiro, em CaxiasTemplo comandado pelo Pai Ademir de Oxum, em Caxias, foi vandalizado e teve itens furtados2017-11-17T16:16:16-02:002017-11-17T16:16:16-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brAdemir Antônio dos Santos Neves, o Pai Ademir de Oxum, 58 anos, acordou para um pesadelo na manhã desta sexta-feira (17). — Eu tenho o hábito de levantar de manhã e, a primeira coisa, ver os meus orixás, pedir a proteção para o dia. Quando eu saí e vi a porta aberta, já vi que tinha acontecido alguma coisa — conta o sacerdote do templo de umbanda Oxum e Ogum Reino dos Orixás, em Caxias.Leia mais:Polícia Civil prende três pessoas e apreende grande quantidade de drogas e armamento em VacariaPopulação poderá opinar sobre novo presídio em formulário onlineO terreiro, que fica no terreno da casa de Ademir, no bairro Pioneiro, foi arrombado durante a madrugada de quinta (16) para sexta. Do espaço, foram roubadas oferendas, como bebidas e charutos, e alguns itens rituais. Imagens religiosas, vasos e outros itens foram depredados.Ao que tudo indica, o responsável pelo crime — ainda não há suspeitos — pulou o muro do terreno. Como somente o terreiro foi violado e a casa e a garagem de Pai Ademir permaneceram intocadas, ele está convicto de que se trata de um caso de intolerância religiosa. — É inacreditável, é uma coisa que não tem explicação. Deixa a gente triste, transtornado. Jogaram as imagens no chão, machucaram. Quem faz isso realmente não tem conhecimento, consciência espiritual nenhuma — lamenta.Na condição de líder religioso, Pai Ademir realiza palestras sobre tolerância religiosa em escolas do município. Tal prática, porém, não o deixou mais preparado para o que aconteceu.— A gente fala disso para os outros, mas nunca espera que aconteça com a gente. A primeira reação é sentar para acreditar que aquilo está acontecendo.Pela manhã, o pai de santo registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), acompanhado do titular da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial da prefeitura de Caxias, Gilson Cordeiro.— A umbanda é uma religião de matriz africana, então estamos aqui para dar todo o aporte e se manifestar contra qualquer tipo de intolerância — declarou Cordeiro. Entre os itens furtados, o que mais machuca Ademir é a imperial, guia com contas de vidro utilizada para o jogo de búzios.— Quando eu vi que tinham roubado tudo, com pedras de búzios pelo chão, passou um filme na cabeça. São 38 anos de vida ali, não só a minha, mas de centenas, milhares de pessoas que vieram se consultar. A mesa de búzios é o mais sagrado para um pai de santo. É uma parte de ti que falta — salienta.Ademir relata que nunca havia passado por uma situação como essa. Ele não lembra de situações de intolerância contra crenças de matriz africana na cidade apesar de, a nível nacional, casos de depredações de imagens e símbolos sagrados da umbanda e o candomblé serem mais comuns do que de outras religiões. No último caso de depredação de locais religiosos registrado em Caxias, a Igreja da Ressurreição, no bairro Mariani, foi atacada por vândalos em setembro deste ano. Em 2015, imagens sacras da Igreja Católica foram alvo de ataques em cidades da Serra. No terreiro de Ademir, são realizadas cerimônias e rituais religiosos e diariamente pessoas se consultam com o pai de santo. Pai Ademir explica que levará cerca de 12 dias para que as atividades no local sejam retomadas.— Há despesas, tudo depende de rituais, que o terreiro vai ter que passar. Tudo tem que ser lavado, tudo e sagrado. A gente trabalha em cima de ritos.O pai de santo, porém, não vai parar com sua rotina, apesar do susto. Já no sábado (18), ele dará uma palestra para os alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Assis Antônio Mariani, no Jardim Eldorado. — Nós, de religiões de matriz africana, estamos há mais de 400 anos sofrendo o olhar da intolerância. A crença foi a resistência do negro pela fé, pelo orixá. Vamos seguir levando a conscientização — reforça. A ocorrência de furto foi registrada e o crime será investigado pela 2ª Delegacia de Polícia. Interessados em ajudar o Pai Ademir a recuperar os objetos sagrados podem contatá-lo pelo telefone (54) 99122-5306 ou denunciar anonimamente pelo (54) 3220-9270.Porto Alegre, RSPioneiro.comTerreiro de umbanda amanhece depredado no bairro Pioneiro, em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-terreiro-de-umbanda-amanhece-depredado-no-bairro-pioneiro-em-caxias-10017363Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23892300Polícia Civil prende três pessoas e apreende grande quantidade de drogas e armamento em VacariaTreze policiais civis de Vacaria participaram da denominada Operação R5 na manhã desta sexta2017-11-17T13:19:41-02:002017-11-17T13:19:41-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPolícia Civil de VacariaPolícia Civil prende três pessoas e apreende grande quantidade de drogas e armamento em VacariaPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23892300Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-civil-prende-tres-pessoas-e-apreende-grande-quantidade-de-drogas-e-armamento-em-vacaria-10017218Polícia Civil prende três pessoas e apreende grande quantidade de drogas e armamento em VacariaTreze policiais civis de Vacaria participaram da denominada Operação R5 na manhã desta sexta2017-11-17T13:19:41-02:002017-11-17T13:19:41-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brTrês homens foram presos em uma ação realizada na manhã desta sexta-feira em Vacaria. A operação denominada R5, foi deflagrada a partir de investigações promovidas pela Polícia Civil nos bairros Monte Claro e Santana e num pomar em Muitos Capões, que era utilizado como armazém de drogas. Leia mais:Pela terceira vez em menos de um mês, BM apreende submetralhadora em CaxiasProcurado por roubo a pedestre em Barracão é preso em Caxias do SulNo local, também foram encontrados 7 quilos de maconha e 300 gramas de crack. Policiais também localizaram uma espingarda e um revólver calibre .38. Conforme apurado pela polícia, as substância eram vendidas para trabalhadores do cultivo de maçã da região.Participaram da operação 13 servidores da Polícia Civil e da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Vacaria.Porto Alegre, RSPioneiro.comPolícia Civil prende três pessoas e apreende grande quantidade de drogas e armamento em VacariaPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-civil-prende-tres-pessoas-e-apreende-grande-quantidade-de-drogas-e-armamento-em-vacaria-10017218Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23876872População poderá opinar sobre novo presídio em formulário onlineSó poderão votar moradores de Caxias com título de eleitor2017-11-16T19:41:30-02:002017-11-16T19:41:30-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPorthus JuniorPopulação poderá opinar sobre novo presídio em formulário onlinePioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23876872Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-populacao-podera-opinar-sobre-novo-presidio-em-formulario-online-10016465População poderá opinar sobre novo presídio em formulário onlineSó poderão votar moradores de Caxias com título de eleitor2017-11-16T19:41:30-02:002017-11-16T19:41:30-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA prefeitura de Caxias do Sul divulgou, no final da tarde desta quinta-feira, como será a consulta popular que ouvirá a opinião dos moradores sobre a construção de um terceiro presídio na cidade. As pessoas que quiserem opinar sobre o assunto poderão acessar a página da prefeitura e preencher um formulário online.A ferramenta estará disponível a partir de segunda-feira e poderá ser acessada até o dia 3 de dezembro, na capa do site da prefeitura (www.caxias.rs.gov.br), no ícone "Consulta pública", e ainda na página oficial no Facebook (www.facebook.com/prefeituradecaxias). A decisão do prefeito Daniel Guerra de fazer uma consulta ocorreu depois que o governo do Estado acenou com a possibilidade de construir a casa prisional em Caxias, já que o município de Osório desistiu de receber o empreendimento.Leia mais: Prefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioCom lotação limite em presídios, novos presos podem ficar em delegacias de Caxias do SulJuízes relatam domínio de presos no Apanhador e sugerem interdição de casas prisionais Na consulta, serão consideradas as opiniões apenas dos moradores de Caxias. Para isso, ao preencher o formulário, o cidadão terá de informar o nome e o número do título de eleitor. Os dados serão mantidos em sigilo.Com base no resultado da consulta popular, a prefeitura dirá ao governo estadual se tem ou não interesse em sediar o novo presídio.Na quarta-feira, o Pioneiro ouviu a opinião de 10 autoridades de diferentes setores do município, que foram unânimes em apoiar a contrução.Uma enquete lançada pelo jornal, também na última quarta. Até o momento, foram 290 votos a favor e 123 contrários.Porto Alegre, RSPioneiro.comPopulação poderá opinar sobre novo presídio em formulário onlinePioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-populacao-podera-opinar-sobre-novo-presidio-em-formulario-online-10016465Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-procurado-por-roubo-a-pedestre-em-barracao-e-preso-em-caxias-do-sul-10016460Procurado por roubo a pedestre em Barracão é preso em Caxias do SulAgentes da Defrec prenderam o homem de 34 anos2017-11-16T19:33:47-02:002017-11-16T19:33:47-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brAgentes da Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Caxias do Sul prenderam um procurado natural do Paraná na manhã desta quinta-feira. Leia mais:Ventania provoca destelhamentos em VacariaSidinei Ribeiro, 34 anos, foi condenado a cinco anos e quatro meses de prisão por cometer roubo a pedestre em dezembro de 2000. Na ocasião, ele ameaçou uma vítima com uma faca, quando saia do bar, na rodoviária de Barracão.Após procedimentos rotineiros, o homem foi encaminhado ao Sistema Penitenciário de Caxias do Sul.Porto Alegre, RSPioneiro.comProcurado por roubo a pedestre em Barracão é preso em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-procurado-por-roubo-a-pedestre-em-barracao-e-preso-em-caxias-do-sul-10016460Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23885403Pela terceira vez em menos de um mês, BM apreende submetralhadora em CaxiasUm casal foi detido com armas e camisetas com logotipo da Polícia Civil2017-11-16T13:50:34-02:002017-11-16T13:50:34-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBrigada MilitarPela terceira vez em menos de um mês, BM apreende submetralhadora em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23885403Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-pela-terceira-vez-em-menos-de-um-mes-bm-apreende-submetralhadora-em-caxias-10012161Pela terceira vez em menos de um mês, BM apreende submetralhadora em CaxiasUm casal foi detido com armas e camisetas com logotipo da Polícia Civil2017-11-16T13:50:34-02:002017-11-16T13:50:34-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPela terceira vez em 24 dias, a Brigada Militar (BM) apreendeu armas de grosso calibre em Caxias do Sul. No início da tarde desta quarta-feira, um casal foi detido com uma submetralhadora .45, uma pistola e um revólver. Dois flagrantes está sendo lavrados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA).A mulher de 27 anos foi presa em um apartamento no Campos da Serra e será autuada por tráfico de drogas. Ela teria jogado um pacote com drogas pela janela e foi flagrada pelos policiais, que faziam o acompanhamento após denúncia. Ela não possuía ficha criminal. Já o homem de 26 anos foi flagrado em um segundo momento, em uma moradia do bairro Planalto, e será autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. De acordo com a Polícia Civil, ele possui antecedentes criminais. Os nomes não foram divulgados.Leia maisSuposto líder de nova facção em Caxias do Sul cumpre 36 anos na penitenciária do ApanhadorPor que Caxias do Sul precisa de mais um presídio?Além das armas, também foram apreendidas camisetas com o logotipo da Polícia Civil, semelhante as que foram vistas em um duplo homicídio no bairro Cânyon no dia 7 de novembro. Junto a pistola, foi apreendido um equipamento facilitador que a equipara com uma arma automática — que deixa velocidade de disparos da pistola semelhante a uma submetralhadora. Este material estava junto ao homem, que seria o fornecedor de drogas da suspeita também detida.Terceira apreensão em 23 diasNa segunda-feira (13), uma ação da Companhia de Operações Especiais (COE) já havia localizado o homem que seria o motorista de uma facção criminosa que tenta dominar o tráfico na Zona Norte. A ação daquela noite terminou com a apreensão de duas submetralhadoras calibre 9mm, dois revólveres e coquetéis molotov (explosivo artesanal).No dia 24 de outubro, após rastrear um carro roubado, policiais militares chegaram até um esconderijo de armas da mesma facção em uma propriedade rural de Fazenda Souza. Na ocasião, foram apreendidos um fuzil calibre 7,62, uma submetralhadora 9mm, duas espingardas .12 e quatro revólveres .38, além de quatro coletes balísticos.Porto Alegre, RSPioneiro.comPela terceira vez em menos de um mês, BM apreende submetralhadora em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-pela-terceira-vez-em-menos-de-um-mes-bm-apreende-submetralhadora-em-caxias-10012161Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23876872O que as lideranças dizem sobre um terceiro presídio em Caxias do SulPioneiro questionou a opinião de dez representantes da sociedade caxiense2017-11-16T12:00:01-02:002017-11-16T12:00:01-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPorthus JuniorO que as lideranças dizem sobre um terceiro presídio em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23876872Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-o-que-as-liderancas-dizem-sobre-um-terceiro-presidio-em-caxias-do-sul-10005641O que as lideranças dizem sobre um terceiro presídio em Caxias do SulPioneiro questionou a opinião de dez representantes da sociedade caxiense2017-11-16T12:00:01-02:002017-11-16T12:00:01-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brO prefeito Daniel Guerra (PRB), antes de se manifestar, decidiu realizar uma consulta popular por meio das redes sociais para saber se Caxias do Sul quer a construção de um terceiro presídio com recurso federal. Para fomentar o debate, o Pioneiro questionou a opinião de dez representantes da sociedade caxiense e todos se mostraram favoráveis para a construção do terceiro presídio na cidade.Leia maisPor que Caxias do Sul precisa de mais um presídio?Prefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioCom lotação limite em presídios, novos presos podem ficar em delegacias de Caxias do SulJuízes relatam domínio de presos no Apanhador e sugerem interdição de casas prisionais OPINIÕES— Com certeza, sou favorável. É uma oportunidade maravilhosa que vem muito a calhar com a necessidade de Caxias do Sul. Temos duas casas superlotadas. Não temos percentuais menores de lotação porque é impossível no atual contexto. Não buscamos o ideal ou razoável, apenas trabalhamos com o que dá para aguentar, com o limite máximo da tolerância. Os atuais 200% de ocupação não são interessantes — juíza Milene Fróes Rodrigues Dal Bó, titular da Vara de Execuções Criminais (VEC).— Se há esta possibilidade de investimento e houver também em pessoas, para atender as demandas necessárias, não vejo problema nenhum. A demanda está muito grande e superlotação das duas atuais casas está no limite, inclusive com interdições já decretadas. Mas, é preciso garantir todo este aparato que envolve uma casa prisional — promotor João Carlos de Azevedo Fraga.ENQUETE: Você é a favor da construção de um terceiro presídio em Caxias do Sul?— Sou favorável a construção considerando a situação que vivemos hoje, que é de superlotação das duas atuais casas prisionais. É preciso observar que, em determinado momento, poderemos ter presos em delegacias e nas viaturas da BM. Por isso, é de fundamental importância desta construção — delegado regional Paulo Roberto Rosa da Silva.— Sou favorável. O ideal seria a discussão de diminuir presídios. Mas é algo muito distante. Hoje, é importante aumentar o número de vagas. Contudo, é preciso que seja feito de forma a romper o contato que eles mantém com o lado externo. Os crimes continuam sendo comandados de dentro das casas prisionais de Caxias do Sul — major Jorge Emerson Ribas, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM).— A decisão cabe ao prefeito (Daniel Guerra), mas da minha parte sou favorável. Pelo que está divulgado, a obra não traria custo nenhum ao município. Por outro lado, além de atender a necessidade de vagas, teria benefícios econômicos com a vinda de mais profissionais, como agentes penitenciários e policiais militares, para a cidade — secretário municipal de Segurança Pública, José Francisco Mallmann._ Sem dúvidas, sou favorável. Principalmente porque já temos uma área consolidada (para receber a nova casa) que é no mesmo local (da atual penitenciária no Apanhador). Não temos motivos para não aceitarmos este recurso federa. É extremamente importante que a nossa cidade se mobilize para não termos presos em delegacia, como já ocorre em Porto Alegre e região — Valdemor Trentin, diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon).— Sou favorável. Os presídios superlotados que temos hoje são uma fábrica do crime. Precisamos de um novo local onde os presos possam cumprir dignamente a sua pena e tenham uma chance de voltar melhor para sociedade — Nelson Sbabbo, presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC).— Se há recursos federais disponíveis para esta área, são bem-vindos. Não deve se refugar este investimento. Precisamos de um sistema prisional em boas condições, tanto para dar dignidade dos presos como para ter onde colocá-los. Afinal os presídios de Caxias do Sul também atendem a outros municípios da região — Graziela Vanin, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Caxias do Sul.— É necessária (esta construção) devido a superlotação das casas já existentes. No momento em que não tivermos mais lugar, os presos ficarão em delegacias. Não é uma prioridade social, afinal precisa-se de investimentos em outras áreas, mas é uma necessidade emergencial — Jean Carbonera, presidente do Conselho da Comunidade.— Primeiro, tenho que reiterar que temos uma situação de interdição das duas casas prisionais. É óbvio que Caxias precisa de mais uma casa prisional. Claro que não é a única medida que precisa ser tomada, mas não há dúvidas sobre a necessidade — vereador Rodrigo Beltrão, presidente da Comissão de Direitos Humanos.Porto Alegre, RSPioneiro.comO que as lideranças dizem sobre um terceiro presídio em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-o-que-as-liderancas-dizem-sobre-um-terceiro-presidio-em-caxias-do-sul-10005641Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-morto-no-interior-de-veranopolis-10012050Homem é morto no interior de VeranópolisCrime aconteceu na localidade de Nossa Senhora dos Navegantes2017-11-16T10:54:55-02:002017-11-16T10:54:55-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brDaicir Cantarelli, 65 anos, foi assassinado na manhã desta quinta-feira (16) na localidade de Navegantes, no interior de Veranópolis. Ele levou um tiro no abdômen. Leia mais: Homem é baleado e outro é sequestrado na zona norte de Caxias do Sul Adolescente é apreendido após três assaltos e uma agressão em Caxias do SulDe acordo com a Brigada Militar, que foi chamada por volta das 9h, o homem estava caído poucos metros à frente da caminhonete dele, uma Fiat Toro. A suspeita é de que ocupantes de uma moto passaram e atiraram nele.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem é morto no interior de VeranópolisPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-morto-no-interior-de-veranopolis-10012050Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-adolescente-e-apreendido-apos-tres-assaltos-e-uma-agressao-em-caxias-do-sul-9997354Adolescente é apreendido após três assaltos e uma agressão em Caxias do SulJovem de 15 anos teria acertado uma garrafada na cabeça de uma mulher2017-11-15T12:00:50-02:002017-11-15T12:00:50-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm adolescente de 15 anos foi apreendido após roubar três vítimas e agredir uma delas na área central de Caxias do Sul na manhã desta quarta-feira. O rapaz estava na Rua Moreira César com dois celulares roubados. A mulher de 59 anos foi atacada com uma garrafada e sofreu um corte na cabeça. Ela foi atendida no Pronto Atendimento 24 Horas (Postão) e levou quatro pontos.Leia maisSuposto líder de nova facção em Caxias do Sul cumpre 36 anos na penitenciária do ApanhadorPrefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias O primeiro crime foi denunciado à Brigada Militar às 6h32min, quando um homem de 41 anos foi rendido por dois jovens na Rua Sinimbu, próximo a esquina com a Marechal Floriano. Um dos criminosos tinha uma faca e o outro fazia ameaças com uma garrafa de vidro.Após o assalto, o homem comunicou o 190 e a BM iniciou as buscas pelos criminosos. Uma segunda ligação sobre um assalto naquela região foi recebida, porém esta vítima não se disponibilizou para registrar ocorrência. Na sequência, às 6h57min, o Samu foi acionado para atender a mulher de 59 anos agredida durante um assalto.Ao identificar o caminho que os criminosos faziam, a BM apreendeu o adolescente de 15 anos na Rua Moreira César. O rapaz estava com dois celulares das vítimas e R$ 75. O comparsa dele, que estaria com a faca e outros pertences roubados, não foi localizado. O infrator foi apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e sua família contatada.O adolescente constava no sistema integrado das polícias como desaparecido desde 28 de maio, quando saiu da casa da avó e não voltou mais. Apesar de novo, o rapaz possui um histórico conturbado. Em 2015, ele foi vítima de maus tratos. Desde lá, passou por diversas moradias e possui outro registro de desaparecimento entre 2016 e o início deste ano. O nome do menor de idade apreendido é preservado em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).Porto Alegre, RSPioneiro.comAdolescente é apreendido após três assaltos e uma agressão em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-adolescente-e-apreendido-apos-tres-assaltos-e-uma-agressao-em-caxias-do-sul-9997354Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23865995Suposto líder de nova facção em Caxias do Sul cumpre 36 anos na penitenciária do ApanhadorDetento está na Galeria C, que seria a base do grupo na cidade2017-11-15T11:20:58-02:002017-11-15T11:20:58-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBrigada Militar / DivulgaçãoSuposto líder de nova facção em Caxias do Sul cumpre 36 anos na penitenciária do ApanhadorPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23865995Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-suposto-lider-de-nova-faccao-em-caxias-do-sul-cumpre-36-anos-na-penitenciaria-do-apanhador-9997325Suposto líder de nova facção em Caxias do Sul cumpre 36 anos na penitenciária do ApanhadorDetento está na Galeria C, que seria a base do grupo na cidade2017-11-15T11:20:58-02:002017-11-15T11:20:58-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brNa ocorrência da apreensão de duas submetralhadoras na noite de segunda-feira, policiais militares registraram o nome de um apenado que seria o líder, em Caxias do Sul, da facção da Região Metropolitana que vem atacando pontos de tráfico na Zona Norte. O detento de 32 anos está recolhido na galeria C da Penitenciária Estadual no Apanhador, local que seria a base do grupo na cidade.Leia maisPrefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Assassinato de mulher em Garibaldi ainda é cercado de mistériosNatural de Cambará do Sul e morador da zona norte de Caxias do Sul, o suposto líder está preso desde 2007 e possui uma pena total de 36 anos e quatro meses — resultante de três condenações por porte ilegal de arma de fogo e uma por homicídio qualificado. Seu nome é conhecido por ser autor de um triplo assassinato registrado em Caxias do Sul. O crime ocorreu em 20 de maio de 2007 na frente de uma boate em Ana Rech.Em 2012, ele foi um dos seis presos que fugiram por um buraco no teto do Presídio Regional de Caxias do Sul, a antiga Pics. Parte dos criminosos conseguiu escapar em um Gol branco. O suposto líder da facção, no entanto, foi atingido por um disparo de bala de borracha quando tentava fugir a pé em direção ao bairro Lourdes, desmaiou e foi recapturado.De sua pena original, ele já cumpriu 12 anos e quatro meses — o cálculo inclui 679 dias remidos. Restam 23 anos e 11 meses de reclusão a cumprir. Sua progressão de regime é estimada para ocorrer no segundo semestre de 2027.Porto Alegre, RSPioneiro.comSuposto líder de nova facção em Caxias do Sul cumpre 36 anos na penitenciária do ApanhadorPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-suposto-lider-de-nova-faccao-em-caxias-do-sul-cumpre-36-anos-na-penitenciaria-do-apanhador-9997325Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23867319Assassinato de mulher em Garibaldi ainda é cercado de mistériosCharline Francielli Martins Ribeiro, 34 anos, foi esfaqueada na segunda-feira2017-11-14T19:09:03-02:002017-11-14T19:09:03-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSFacebookAssassinato de mulher em Garibaldi ainda é cercado de mistériosPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23867319Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-assassinato-de-mulher-em-garibaldi-ainda-e-cercado-de-misterios-9996644Assassinato de mulher em Garibaldi ainda é cercado de mistériosCharline Francielli Martins Ribeiro, 34 anos, foi esfaqueada na segunda-feira2017-11-14T19:09:03-02:002017-11-14T19:09:03-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA Polícia Civil de Garibaldi tenta montar o quebra-cabeça sobre o assassinato da técnica em enfermagem Charline Francielli Martins Ribeiro, 34 anos. Moradora de Bento Gonçalves, a mulher foi esfaqueada na tarde de segunda-feira e deixada dentro do próprio carro na Linha Sertorina, em Garibaldi. Ela morreu horas depois no Hospital Tacchini.No início da tarde de segunda-feira, a vítima saiu de casa sozinha, no bairro Universitário, em Bento Gonçalves, conduzindo o veículo supostamente para fazer compras. Conforme a investigação, ela não iria ao trabalho na segunda-feira e não se sabe qual foi o trajeto percorrido. Por volta das 15h, populares encontraram o carro parado numa estrada vicinal que liga Garibaldi a Farroupilha. Com ferimentos no pescoço, tórax e abdômen, Charline estava no banco do motorista. Dali, foi levada pelo Samu para o hospital, onde morreu à noite. Leia mais:Veja o que abre e fecha no feriado em Caxias do SulHomem é atingido por pelo menos quatro tiros em tentativa de homicídio em CaxiasConfira o gabarito oficial do Enem 2017 divulgado pelo InepUma das hipóteses é de que o caso tenha relação com a violência doméstica, pois a vítima já havia registrado diversas ocorrências contra um ex-companheiro por agressões e ameaças de morte. Contudo, o homem foi ouvido pela Polícia Civil e negou qualquer participação no caso, segundo o delegado Clóvis Rodrigues de Souza.— Esse suspeito apresentou álibi, foi encontrado pela Brigada Militar e testemunhas relataram que ele estava trabalhando. Por esse motivo, foi liberado por falta de provas do suposto envolvimento dele — diz Souza.O delegado também não descarta um possível latrocínio: a chave do carro de Charline, um Ka branco, sumiu. Os agentes de Garibaldi pedirão apoio da Polícia Civil de Bento Gonçalves para ajudar nas investigações.Mãe de dois filhos, a técnica em enfermagem estava namorando outro homem e atuava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bento Gonçalves havia cerca de um mês. Nos últimos três anos, também trabalhou nas unidades básicas de saúde dos bairros Progresso e Ouro Verde. O sepultamento de Charline ocorreu na tarde desta terça-feira no Cemitério Público Central de Bento Gonçalves. A prefeitura de Bento emitiu nota de pesar lamentando a morte.Porto Alegre, RSPioneiro.comAssassinato de mulher em Garibaldi ainda é cercado de mistériosPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-assassinato-de-mulher-em-garibaldi-ainda-e-cercado-de-misterios-9996644Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23715669Prefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Consulta popular deve ser lançada na próxima semana2017-11-14T16:01:32-02:002017-11-14T16:01:32-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDiogo SallaberryPrefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Pioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23715669Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-prefeitura-vai-usar-redes-sociais-para-saber-se-populacao-quer-terceiro-presidio-em-caxias-9996514Prefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Consulta popular deve ser lançada na próxima semana2017-11-14T16:01:32-02:002017-11-14T16:01:32-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA prefeitura de Caxias do Sul deve lançar na segunda-feira da semana que vem uma consulta popular nas redes sociais para ouvir a opinião pública sobre a construção de uma terceira casa prisional na cidade.A Assessoria de Comunicação disse que o prefeito Daniel Guerra quer saber se os moradores querem ou não um novo presídio no município. A forma como se dará a consulta, que rede social será utilizada e como serão filtradas as opiniões _ para, por exemplo, considerar a opinião somente de moradores de Caxias ou região_ serão divulgadas na quinta-feira. A medida surge depois de a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) acenar com a possibilidade da construção que terá recursos federais em Caxias, já que a obra não será realizada em Osório. A estrutura será construída com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e terá em torno de 400 vagas. Caxias do Sul tem a vantagem de já possuir um terreno já disponível, ao lado da atual Penitenciária Estadual, no distrito do Apanhador. Porém, a própria Susepe já havia dito que o interesse da cidade seria decisivo no processo de escolha. Ainda na semana passada, a Câmara de Vereadores e o secretário de Segurança de Caxias se mostraram favoráveis à obra.Porto Alegre, RSPioneiro.comPrefeitura vai usar redes sociais para saber se população quer terceiro presídio em Caxias Pioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-prefeitura-vai-usar-redes-sociais-para-saber-se-populacao-quer-terceiro-presidio-em-caxias-9996514Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-atingido-por-pelo-menos-quatro-tiros-em-tentativa-de-homicidio-em-caxias-9996272Homem é atingido por pelo menos quatro tiros em tentativa de homicídio em CaxiasO crime ocorreu na Rua Luiza Mondim Bedin, bairro Primeiro de Maio, por volta das 10h2017-11-14T11:39:29-02:002017-11-14T11:39:29-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm homem de 21 anos foi baleado com pelo menos quatro disparos de arma de fogo na manhã desta terça-feira em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar (BM), o crime ocorreu na Rua Luiza Mondim Bedin, bairro Primeiro de Maio, por volta das 10h.A vítima foi socorrida pelo Samu, encaminhada ao Postão 24H e transferida ao Hospital Pompéia. Os tiros atingiram o tórax do homem.Leia mais"Nos deixaram de mãos atadas", diz tia de indiciado por atear fogo em bebê e mulher em CaxiasMulher morta a facadas será sepultada nesta terça-feira em Bento GonçalvesSegundo a BM, ainda não há informações sobre as circunstâncias e a motivação da tentativa de homicídio.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem é atingido por pelo menos quatro tiros em tentativa de homicídio em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-atingido-por-pelo-menos-quatro-tiros-em-tentativa-de-homicidio-em-caxias-9996272Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23865995Polícia busca relacionar submetralhadoras com execuções de facção em Caxias do SulAção da BM nesta segunda-feira deve facilitar o esclarecimento de homicídios2017-11-14T11:28:18-02:002017-11-14T11:28:18-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBrigada Militar / DivulgaçãoPolícia busca relacionar submetralhadoras com execuções de facção em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23865995Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-busca-relacionar-submetralhadoras-com-execucoes-de-faccao-em-caxias-do-sul-9996269Polícia busca relacionar submetralhadoras com execuções de facção em Caxias do SulAção da BM nesta segunda-feira deve facilitar o esclarecimento de homicídios2017-11-14T11:28:18-02:002017-11-14T11:28:18-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA ação da Brigada Militar (BM) de Caxias do Sul que apreendeu duas submetralhadoras na noite de segunda-feira deve facilitar o esclarecimento de diversas execuções relacionadas a disputa entre facções pelo tráfico de drogas. A Delegacia de Homicídios está fazendo um levantamento de todos os crimes com calibres compatíveis — 9 mm — e solicitará a comparação balística pelo Instituto Geral de Perícias (IGP).Leia mais"Nos deixaram de mãos atadas", diz tia de indiciado por atear fogo em bebê e mulher em CaxiasSobre o preso em flagrante, Rodrigo da Rosa Fernandes, 39 anos, o delegado Rodrigo Kegler Duarte confirma que seu nome já era conhecido e investigado. No entanto, a responsabilidade por esclarecer a dinâmica desta associação criminosa cabe a Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec).— Já constava nas nossas investigações como integrante desta facção. Ele seria um transportador de objetos e pessoas. Caso fique comprovado que estas são as armas utilizadas nos homicídios, ele terá que explicar seu envolvimento (nas mortes) — aponta o chefe da Delegacia de Homicídios. A prisãoO flagrante da noite desta segunda-feira foi possível graças informações coletadas pelo setor de inteligência do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM). Policiais da Companhia de Operações Especiais (COE) estavam cientes e mobilizados sobre um Palio utilizado pela facção para transporte de armas. O veículo foi localizado e abordado na Rua Guido D’Andrea, no bairro Marechal Floriano.Na revista, foram encontrados uma submetralhadora calibre 9mm e um revólver .38. O motorista era Fernandes que, diante das evidências, confessou aos PMs que estava cumprindo ordens de um criminoso recolhido no sistema prisional e apontou dois endereços que tinha ido naquela noite.No bairro Forqueta, o COE localizou uma mochila com dois coquetéis molotov (explosivo artesanal), uma tornozeleira eletrônica, um carregador de pistola e um rádio comunicador. No bairro Fátima, foram apreendidos outra submetralhadora, um revólver calibre .38 e aproximadamente 200 munições. Na residência, estava Marisa de Oliveira Terres, 31 anos, que foi presa em flagrante.Porto Alegre, RSPioneiro.comPolícia busca relacionar submetralhadoras com execuções de facção em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-policia-busca-relacionar-submetralhadoras-com-execucoes-de-faccao-em-caxias-do-sul-9996269Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23865882"Nos deixaram de mãos atadas", diz tia de indiciado por atear fogo em bebê e mulher em CaxiasMaykon Marcelino da Silva foi responsabilizado por homicídio qualificado por motivo torpe e por meio de fogo2017-11-14T10:25:17-02:002017-11-14T10:25:17-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSMarcelo Casagrande"Nos deixaram de mãos atadas", diz tia de indiciado por atear fogo em bebê e mulher em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23865882Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-nos-deixaram-de-maos-atadas-diz-tia-de-indiciado-por-atear-fogo-em-bebe-e-mulher-em-caxias-9996230"Nos deixaram de mãos atadas", diz tia de indiciado por atear fogo em bebê e mulher em CaxiasMaykon Marcelino da Silva foi responsabilizado por homicídio qualificado por motivo torpe e por meio de fogo2017-11-14T10:25:17-02:002017-11-14T10:25:17-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA Polícia Civil indiciou Maykon Marcelino da Silva, 30 anos, pelo assassinato de Isabella Theodoro Martins, oito meses, e pela tentativa de feminicídio contra a ex-companheira dele. O crime ocorreu na madrugada do dia 4 de novembro, quando Maykon jogou álcool e ateou fogo na menina e na mulher, que é madrinha da criança, em uma casa entre os bairros Reolon e Santa Lúcia. A mulher permanece em estado grave no Hospital Geral (HG).Abalados com o ocorrido, familiares do indiciado procuraram a reportagem para desabafar. Eles relatam que Maykon tinha surtos devido ao vício em drogas e que procuraram ajuda, mas não conseguiram a internação compulsória dele (leia abaixo).Pela morte da bebê, Maykon foi responsabilizado por homicídio qualificado por motivo torpe e por meio de fogo, além de a vítima ser menor de 14 anos, o que aumenta a pena em caso de condenação. O indiciamento por tentativa de homicídio contra a ex-companheira também foi qualificado por motivo torpe, por meio do fogo e por se tratar de um feminicídio — crime contra mulher em razão de gênero.Maykon segue na Penitenciária Estadual, no Apanhador, e se manteve calado durante os depoimentos.Leia maisCaminhada pede justiça pela morte de bebê em Caxias do SulMorre bebê queimada por ex-companheiro da madrinha em CaxiasMulher queimada em Caxias havia denunciado ex-companheiro por violência doméstica há uma semanaHomem ateia fogo em bebê e a ex-companheira em Caxias do Sul Familiar de indiciado desabafaAbalada com o crime, a tia de Maykon Marcelino da Silva procurou a reportagem para fazer um desabafo. Benta Marcelino Monçani, 66 anos, conta que a família previa uma tragédia devido ao vício em drogas do homem, mas não conseguiu uma internação compulsória. Dias antes do crime, o Samu e a Brigada Militar foram acionados para conter Maykon, que estaria em surto. No entanto, os socorristas teriam afirmado que ele estava lúcido e era preciso uma ordem judicial para levá-lo para atendimento à força.— A mãe dele pedia para o amarrarem e levarem antes que acontecesse uma tragédia. Repetia que ele não estava bem, mas os médicos diziam que ele estava lúcido. Era uma mãe implorando, mas nos deixaram de mãos atadas — relata.O desabafo de Benta busca alertar as autoridades a tomarem mais atitudes diante deste cenário de famílias destruídas pelas drogas.— Estou triste e abalada. Tem uma mãe que perdeu a nenê, a minha sobrinha (mulher do acusado) está entubada no hospital e ele está na prisão. Olha tudo que aconteceu porque ninguém nos ajudou — lamenta.De acordo com a família, Maykon começou a usar cocaína ainda na adolescência, entre os 14 e 15 anos. O rapaz ficou viciado e a família buscou tratamento em diversas oportunidades, inclusive com internações. Maykon ficava por algum tempo longe das drogas, mas tinha recaídas e retornava ao vício. Recentemente, Benta foi morar com a irmã para ajudar a cuidar do sobrinho.— Uma vez ele teve overdose e o levamos quase morto para o hospital. Mais recentemente, internamos ele duas vezes em uma clínica: na primeira vez ele fugiu e na outra não aceitou mais o tratamento — lembra.Os problemas de violência doméstica, segundo a tia, também foram causados pelo uso da droga. Benta garante que a mulher do sobrinho não possuía um amante, mas, quando estava surtado, Maykon tinha essa ideia na cabeça e fazia ameaças à companheira — o casal teria se separado no início deste ano. Por esses motivos, a família pediu ajuda quatro dias antes da noite do crime. O Samu e a BM, segundo ela, teriam recomendado a busca pela Defensoria Pública, que poderia ingressar com um pedido para internação compulsória. Na instituição, no entanto, a família esbarrou na burocracia.— Meu apelo é que quando uma mãe pedir ajuda, tem que ser feito alguma coisa. Amarrem e levem para tratamento. Ele fez o que fez. Mas fez porque estava louco, nós sabíamos que algo iria acontecer — desabafa.Porto Alegre, RSPioneiro.com"Nos deixaram de mãos atadas", diz tia de indiciado por atear fogo em bebê e mulher em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-nos-deixaram-de-maos-atadas-diz-tia-de-indiciado-por-atear-fogo-em-bebe-e-mulher-em-caxias-9996230Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulher-morta-a-facadas-sera-sepultada-nesta-terca-feira-em-bento-goncalves-9996192Mulher morta a facadas será sepultada nesta terça-feira em Bento GonçalvesConforme a Polícia Civil, uma pessoa chegou a ser encaminhada à delegacia, foi ouvida e liberada2017-11-14T09:44:12-02:002017-11-14T09:44:12-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA mulher morta a facadas em Garibaldi na tarde de segunda-feira será sepultada nesta terça-feira no Cemitério Público Central, em Bento Gonçalves. Charline Ribeiro, 34 anos, foi localizada na Linha Sertorina, interior do município.Ela foi encontrada junto a um matagal próximo a um Ka branco. A vítima foi socorrida pelo Samu e encaminhada ao Hospital Tacchini, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a noite.Leia maisBrigada Militar prende casal suspeito de ligação com crimes relacionados a facções em CaxiasMissa em Caxias do Sul marca aniversário de 180 anos da Brigada Militar Conforme a Polícia Civil, uma pessoa chegou a ser encaminhada à delegacia, foi ouvida e liberada. O velório ocorrerá nas Capelas Cristo Rei, em Bento Gonçalves, e o sepultamento está marcado para as 16h, no Cemitério Público Central do município.Porto Alegre, RSPioneiro.comMulher morta a facadas será sepultada nesta terça-feira em Bento GonçalvesPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulher-morta-a-facadas-sera-sepultada-nesta-terca-feira-em-bento-goncalves-9996192Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-brigada-militar-prende-casal-suspeito-de-ligacao-com-crimes-relacionados-a-faccoes-em-caxias-9995949Brigada Militar prende casal suspeito de ligação com crimes relacionados a facções em CaxiasDurante ação foram localizadas duas submetralhadoras, revólveres calibre .38 e e coquetel molotov2017-11-13T21:42:56-02:002017-11-13T21:42:56-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUma operação promovida pela Companhia de Operações Especiais (COE) do 12º Batalhão de Polícia Militar de Caxias resultou na prisão de um casal possivelmente ligado a crimes relacionados a facções na cidade. Durante a ação, foram apreendidas também duas submetralhadoras, dois revólveres calibre .38, coquetel molotov, tornozeleira e farta munição.Leia mais:Mulher é sequestrada e estuprada em Caxias do SulMulher é condenada por matar e enterrar vizinha em Caxias do SulAinda não há detalhes do local onde se desencadeou a operação, embora o fato, de acordo com o comandante do 12º BPM, Jorge Emerson Ribas, possa gerar importantes desdobramentos no combate à atuação de organizações criminosas na cidade.— Ainda não podemos revelar muito os fatos, porém, certamente esse episódio desencadeará novas ações da Brigada — afirma Ribas.Porto Alegre, RSPioneiro.comBrigada Militar prende casal suspeito de ligação com crimes relacionados a facções em CaxiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-brigada-militar-prende-casal-suspeito-de-ligacao-com-crimes-relacionados-a-faccoes-em-caxias-9995949Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:17759295Mulher é condenada por matar e enterrar vizinha em Caxias do SulRita dos Santos Oliveira foi sentenciada a 17 anos de reclusão2017-11-13T15:38:52-02:002017-11-13T15:38:52-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSArquivo PessoalMulher é condenada por matar e enterrar vizinha em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:17759295Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulher-e-condenada-por-matar-e-enterrar-vizinha-em-caxias-do-sul-9995366Mulher é condenada por matar e enterrar vizinha em Caxias do SulRita dos Santos Oliveira foi sentenciada a 17 anos de reclusão2017-11-13T15:38:52-02:002017-11-13T15:38:52-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brRita dos Santos Oliveira, 55 anos, foi condenada a 17 anos de reclusão pelo homicídio de Clair de Fátima Rech, 35 anos. O crime, ocorrido em 2015 no loteamento Vila Amélia, em Caxias do Sul, teve grande repercussão pelo corpo da vítima ter sido encontrado enterrado no canil da moradia vizinha. O Tribunal do Júri ocorreu na sexta-feira. A promotora Silvia Regina Becker Pinto irá recorrer para ampliar a pena. Leia maisSuspeita admite que morte de mulher em Caxias não foi acidentalJustiça decreta prisão preventiva de suspeita de matar mulher em CaxiasO assassinato ocorreu na Rua Laurindo Graziottin no dia 9 de novembro de 2015. Conforme a sentença de pronúncia, Rita realizava compras no cartão de crédito da vítima e excedeu o limite, fazendo com que Clair fosse incluída em órgãos de restrição de crédito. Quando descobriu, a vítima passou a cobrar o valor da acusada.No dia do crime, Rita dissimulou que iria entregar para amiga o valor devido e, para tal, iria buscar Clair no trabalho para irem até o banco. A ré, no entanto, buscou Clair e a levou para casa, onde a estrangulou e enterrou seu corpo em um canil nos fundos da residência. O local foi coberto com lona plástica, areia, tijolo e cimento.Após o crime, Rita se mostrou preocupada e interessada em encontrar o corpo da amiga, auxiliando e questionando parentes sobre o caso. A Polícia Civil, no entanto, refez os últimos passos da vítima e soube que Rita foi a última pessoa a estar com Clair. O corpo da vítima foi encontrado em 14 de novembro, cinco dias após o desaparecimento. Diante das evidências, a vizinha confessou o assassinato quatro dias depois.Clair morava sozinha, era divorciada e não tinha filhos. Suas paixões eram os cães Joaquim, Francisco, Antonela e Valentina. A cachorrinha mais nova, havia sido um presente de Rita. Para a reportagem do Pioneiro, amigos relataram que Clair estava com uma dívida no cartão de crédito de aproximadamente R$ 7 mil, mas o dinheiro teria sido gasto por Rita.Porto Alegre, RSPioneiro.comMulher é condenada por matar e enterrar vizinha em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulher-e-condenada-por-matar-e-enterrar-vizinha-em-caxias-do-sul-9995366Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulher-e-sequestrada-e-estuprada-em-caxias-do-sul-9993651Mulher é sequestrada e estuprada em Caxias do SulAbusador manteve a vítima em cárcere privado por 19 horas2017-11-12T17:57:35-02:002017-11-12T17:57:35-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUma mulher de 32 anos relatou ter sido sequestrada e estuprada em Caxias do Sul. Conforme registro policial, a vítima foi rendida no bairro Rio Branco e levada para um casa de tijolos na localidade da 3ª Légua, interior do município, onde foi abusada e mantida em cárcere privado por 19 horas. A mulher conseguiu escapar quando o estuprador dormiu.Leia maisHomem é encontrado morto no bairro Monte Carmelo, em Caxias do SulHomem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamenteO caso foi registrado na noite deste sábado, após a polícia ter sido acionada no Hospital Geral, que atendeu a vítima. O crime, no entanto, iniciou na tarde de terça-feira, dia 7, por volta das 15h, quando a vítima caminhava pela Rua Carlos Barbosa e foi abordada por três homens em um Vectra preto.A mulher foi rendida e levada até uma casa próxima ao pórtico da Estrada do Imigrante. Ela afirma que foi abusada sexualmente por um homem negro, com cerca de 1,80m de altura, de olhos castanhos e bigode. Os outros homens do Vectra participaram do sequestro, mas não teriam estuprado a mulher.A vítima permaneceu cativa até as 15h de quarta-feira, quando o estuprador dormiu. A mulher foi encaminhada para os exames de praxe e o caso será investigado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam).Porto Alegre, RSPioneiro.comMulher é sequestrada e estuprada em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulher-e-sequestrada-e-estuprada-em-caxias-do-sul-9993651Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23860973Homem é encontrado morto no bairro Monte Carmelo, em Caxias do SulNadir Jorge Rodrigues do Prado, 55 anos, estava na sala da casa na Rua Juscelino Kubitschek 2017-11-12T14:57:24-02:002017-11-12T14:57:24-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDiogo SallaberryHomem é encontrado morto no bairro Monte Carmelo, em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23860973Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-encontrado-morto-no-bairro-monte-carmelo-em-caxias-do-sul-9993554Homem é encontrado morto no bairro Monte Carmelo, em Caxias do SulNadir Jorge Rodrigues do Prado, 55 anos, estava na sala da casa na Rua Juscelino Kubitschek 2017-11-12T14:57:24-02:002017-11-12T14:57:24-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brNadir Jorge Rodrigues do Prado, 55 anos, foi encontrado morto no início da tarde deste domingo, em Caxias do Sul. Ele estava em casa, na sala de estar, que fica na Rua Juscelino Kubitschek, no bairro Monte Carmelo.Leia maisMorre bebê queimada por ex-companheiro da madrinha em CaxiasPolícia Civil indicia mulher suspeita de matar companheiro internado em hospital de Vacaria O corpo de Nadir foi encontrado às 13h15min caído com sangue saindo pela boca, pela dona da residência. O homem morava na casa alugada havia um ano. O cômodo estava todo revirado e Nadir estava nu.A dona da casa desconfiou do portão aberto e por isso entrou na residência, que não tinha sinais de arrombamento. Ela afirmou que Nadir tinha uma filha, que o visitava uma vez por mês.A causa da morte não está esclarecida. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios. Nadir não possui antecedentes criminais.— A suspeita é de que havia alguém junto (na hora da morte) e há desordem na casa, como se alguém estivesse procurando algo — aponta a delegada Thalita Andrich.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem é encontrado morto no bairro Monte Carmelo, em Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-e-encontrado-morto-no-bairro-monte-carmelo-em-caxias-do-sul-9993554Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23845835Homem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamentePrisão aconteceu na tarde da última segunda-feira2017-11-12T10:43:54-02:002017-11-12T10:43:54-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSPRFHomem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamentePioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23845835Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-preso-com-quase-120-quilos-de-cocaina-em-bento-goncalves-e-solto-provisoriamente-9993473Homem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamentePrisão aconteceu na tarde da última segunda-feira2017-11-12T10:43:54-02:002017-11-12T10:43:54-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brO homem de 47 anos que foi preso com 118,5 quilos de pasta base de cocaína na tarde da última segunda-feira em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal de Bento Gonçalves deixou o presídio na quinta-feira. Evaldo Luiz Gromowski foi solto provisoriamente.Leia maisMorre bebê queimada por ex-companheiro da madrinha em CaxiasPolícia Civil indicia mulher suspeita de matar companheiro internado em hospital de Vacaria A droga estava dentro do carro que ele conduzia, uma caminhonete com placas do município de Realeza, no Paraná. Os entorpecentes estavam fracionados em 113 tabletes. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, o homem disse que a droga havia sido pega em Cascavel (PR)e o destino final era Porto Alegre. Gromowski teve o flagrante homologado pela Justiça e ficou recolhido no Presídio Estadual de Bento Gonçalves. Na tarde de quinta-feira, ele teve a audiência de custódia na Justiça Federal de Bento. O objetivo da audiência é analisar se há requisitos ou não para a concessão da liberdade provisória. Conforme a ata da audiência, o juiz federal Frederico Valdez Pereira apontou que não identificou a necessidade de decretar prisão preventiva:— Não vislumbro a necessidade de decretação da prisão preventiva para garantir a ordem pública, a ordem econômica, a conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal — afirmou, na decisão. O magistrado estipulou fiança de R$ 10 mil. Gromowski pagou e foi liberado.Ainda conforme a ata da audiência, o juiz determinou que o homem deve se apresentar todos os meses à subseção da Justiça Federal onde mora para informar e justificar suas atividades; está proibido de se ausentar da comarca onde reside, salvo com autorização judicial, além de comparecer a todos os atos do processo e atender a todas as intimações.Porto Alegre, RSPioneiro.comHomem preso com quase 120 quilos de cocaína em Bento Gonçalves é solto provisoriamentePioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-homem-preso-com-quase-120-quilos-de-cocaina-em-bento-goncalves-e-solto-provisoriamente-9993473Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23715669Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioCasa será construída com recursos federais e terá em torno de 400 vagas2017-11-10T20:56:32-02:002017-11-10T20:56:32-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSDiogo SallaberryCaxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23715669Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-caxias-do-sul-esta-entre-as-cogitadas-para-receber-novo-presidio-9992781Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioCasa será construída com recursos federais e terá em torno de 400 vagas2017-11-10T20:56:32-02:002017-11-10T20:56:32-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA impossibilidade de ser construída uma casa prisional em Osório, no Litoral Norte, abre a possibilidade para um terceiro presídio em Caxias do Sul. O município está entre os cogitados pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) para receber o projeto com recurso federal. O interesse da cidade pode ser decisivo neste processo de escolha.Leia maisCom lotação limite em presídios, novos presos podem ficar em delegacias de Caxias do SulJuízes relatam domínio de presos no Apanhador e sugerem interdição de casas prisionais As informações foram confirmadas pela superintendente Marli Ane Stock. Ela afirma que a Susepe procura o local mais propício para a receber a nova casa prisional. A estrutura será construída com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e terá em torno de 400 vagas. Caxias do Sul tem a vantagem de já possuir um terreno já disponível, ao lado da atual Penitenciária Estadual, no distrito do Apanhador.— Estamos conversando, avaliando locais e Caxias está entre as cogitadas. Depende muito da discussão com as prefeituras e comunidades. É um conjunto de esforços. Onde funcionar, certamente será o município escolhido — comenta Marli.Apesar do interesse em buscar uma definição breve e apresentar o novo projeto ao Depen, a Susepe evita falar em prazos. A tendência é que a decisão ocorra no início do ano que vem. Desta forma, o novo presídio poderia ser entregue ainda em 2019.Sem vagas, Caxias está em risco de ter presos em delegaciasCaxias do Sul conta com duas casas prisionais: o Presídio Regional, na BR-116, e a Penitenciária Estadual no Apanhador, que abrigam, juntos, 1.152 presos num espaço idealizado para 658 pessoas.Ambas as unidades, no entanto, possuem determinações judiciais que limitam o número de apenados para evitar a superlotação — cada cela pode receber, no máximo, o dobro de presos em relação ao número original de camas.Desta forma, o risco de novos presos serem mantidos em delegacias enquanto aguardam abertura vagas, como ocorre na Região Metropolitana, é iminente. De acordo com a 7ª Delegacia Penitenciária Regional (7ª DPR), restam em torno de 20 vagas no município. Por isso, a Câmara de Vereadores já está mobilizada pelo aumento do numero de vagas.— O momento é favorável. Temos uma área destinada, que geralmente é o principal empecilho. Caxias está pronta para dar este andamento — exalta a vereadora Paula Ióris (PSDB), presidente da Comissão Especial para o Enfrentamento da Violência no Legislativo.O secretário municipal de Segurança Pública, José Francisco Mallmann, também se mostra favorável à ideia. No entanto, ele ressalta que as informações são muito recentes e que é necessário haver um debate interno.— Tenho de consultar o prefeito (Daniel Guerra). Da minha parte, não vejo nenhum empecilho. Mas a decisão cabe a ele.Porto Alegre, RSPioneiro.comCaxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídioPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-caxias-do-sul-esta-entre-as-cogitadas-para-receber-novo-presidio-9992781Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-idoso-diz-que-foi-agredido-por-segurancas-de-supermercado-de-caxias-do-sul-9992760Idoso diz que foi agredido por seguranças de supermercado de Caxias do SulAposentado alega que esqueceu de passar barras de chocolate pelo caixa2017-11-10T20:44:20-02:002017-11-10T20:44:20-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brA Polícia Civil de Caxias do Sul investiga uma suspeita de agressão a um idoso pelos seguranças do supermercado Andreazza do bairro Sagrada Família. O caso foi registrado pelo aposentado Olegário Simões da Costa, 69 anos. Ele relata que, em 31 de outubro, foi ao mercado no fim da tarde, não havia cestinhas e comprou duas sacolas de pão cacetinho. Recebeu uma ligação da esposa pedindo chocolates para a neta e acabou colocando duas barras no bolso das calças, que teria esquecido de passar pelo caixa. Segundo Costa, os seguranças teriam visto o produto e o convenceram a acompanhá-lhos até o porão.— Eles não quiseram me ouvir, eu pedi desculpas e iria pagar os R$ 12, sem problemas. Eles me levaram e, já na escada, me empurram. Eu caí e bati a bacia. Por uns 20 minutos, me judiaram bastante — conta o idoso.Leia maisMulheres são presas após sequência de furtos na Região das HortênsiasMédico que colou cartaz em UBS é demitido pela prefeitura de Caxias do Sul O aposentado procurou a polícia na mesma noite e fez exame de corpo delito, porém, o resultado ainda não está pronto. A Polícia Civil aguarda o laudo para depois ouvir o outro lado da história.Procurado pela reportagem, o empresário Jaime Andreazza consultou os registros do estabelecimento e afirmou que a versão apresentada pelo aposentado não é verídica. — Ele tinha dois chocolates, foi abordado fora da loja, voltou e pagou. Depois, pediu desculpas e foi embora. Até disse que me conhecia. É o que está no nosso registro interno. Não houve agressão em nenhum momento — aponta.Andreazza garante que a orientação da empresa aos colaboradores é nunca agredir.Porto Alegre, RSPioneiro.comIdoso diz que foi agredido por seguranças de supermercado de Caxias do SulPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-idoso-diz-que-foi-agredido-por-segurancas-de-supermercado-de-caxias-do-sul-9992760Change0Usableurn:publicid:clicrbs.com.br:23858103Mulheres são presas após sequência de furtos na Região das HortênsiasAs quatro detidas são moradoras de Porto Alegre e possui antecedentes2017-11-10T16:45:51-02:002017-11-10T16:45:51-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brPorto Alegre, RSBrigada Militar / DivulgaçãoMulheres são presas após sequência de furtos na Região das HortênsiasPioneiro.comurn:publicid:clicrbs.com.br:23858103Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulheres-sao-presas-apos-sequencia-de-furtos-na-regiao-das-hortensias-9992388Mulheres são presas após sequência de furtos na Região das HortênsiasAs quatro detidas são moradoras de Porto Alegre e possui antecedentes2017-11-10T16:45:51-02:002017-11-10T16:45:51-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brQuatro mulheres foram presas após uma série de furtos em Nova Petrópolis e Gramado na tarde desta sexta-feira. A prisão foi possível graças a rápida troca de informações entre os policiais militares dos dois municípios. As detidas, que tem entre 19 e 37 anos, são moradoras de Porto Alegre e possuem antecedentes relacionados a furtos e tráfico de drogas.Leia maisCriminosos arrombam caixa eletrônico no interior de Flores da CunhaMorre assaltante que foi baleado pela Guarda Municipal na terça-feira, em CaxiasVídeo: detentos do presídio de Bento Gonçalves fazem rodízio de cocaína no pátio da prisãoO primeiro crime ocorreu por volta do meio-dia, quando a BM de Nova Petrópolis informou a fuga de um Siena vermelho após o furto de uma farmácia na área central da cidade. O Pelotão de Operações Especiais (POE) foi acionado e localizou o veículo suspeito dentro de um posto de combustível de Gramado, por volta das 14h.No Siena, que tem placas de Porto Alegre, foram abordadas quatro mulheres e encontrados produtos furtados de pelo menos três estabelecimentos comerciais de Gramado, além da farmácia de Nova Petropólis. Foram recuperadas roupas, bolsas, calçados, entre outros produtos.— Esta prisão evitou que diversos outros estabelecimentos fossem vítimas desta empreitada criminosa. Por isso, é importante (as lojas) comunicarem a BM assim que percebem a falta de produtos. Só assim, conseguimos êxitos como o de hoje — exalta o sargento Santos, comandante do POE de Gramado.Porto Alegre, RSPioneiro.comMulheres são presas após sequência de furtos na Região das HortênsiasPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-mulheres-sao-presas-apos-sequencia-de-furtos-na-regiao-das-hortensias-9992388Change0Usableurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-criminosos-arrombam-caixa-eletronico-no-interior-de-flores-da-cunha-9992124Criminosos arrombam caixa eletrônico no interior de Flores da CunhaLadrões utilizaram um maçarico2017-11-10T11:45:49-02:002017-11-10T11:45:49-02:00© 2011-2017 clicrbs.com.brUm caixa eletrônico do posto do Banrisul no distrito de Otávio Rocha, interior de Flores da Cunha, foi arrombado na madrugada desta sexta-feira. Os ladrões utilizaram um maçarico para cortar o terminal de autoatendimento. As informações são da Rádio Gaúcha.Leia mais:Estação Rodoviária de Caxias do Sul seguirá sem terminais de caixas eletrônicosMédico que colou cartaz em UBS é exonerado pela prefeitura de Caxias do Sul Câncer de próstata já matou 25 homens neste ano em Caxias do Sul De acordo com a Brigada Militar, o ataque aconteceu pouco antes das 3h. Quatro pessoas que estavam em um veículo foram vistas saindo do local. Não há confirmação se os ladrões conseguiram levar algum valor. Mesmo com o ataque, o posto abrirá nesta sexta.Embora esse tenha sido o primeiro ataque do ano ao posto do Banrisul de Otávio Rocha, o local é constante alvo de criminosos. Apenas no ano passado, foram três casos. O mais grave foi em janeiro de 2016, quando, por volta das 11h30min, criminosos quebraram a porta do posto com um machado e fizeram cordão humano.Porto Alegre, RSPioneiro.comCriminosos arrombam caixa eletrônico no interior de Flores da CunhaPioneiro.comurn:publicid:pioneiro-clicrbs-com-br-rs-geral-policia-criminosos-arrombam-caixa-eletronico-no-interior-de-flores-da-cunha-9992124Change0Usable