Polícia Civil busca identificar outros crimes de quadrilha presa após atirar em idoso em Caxias - Polícia - Pioneiro

Investigação31/08/2017 | 11h32Atualizada em 31/08/2017 | 15h20

Polícia Civil busca identificar outros crimes de quadrilha presa após atirar em idoso em Caxias

Diversos produtos de roubos, incluindo uma carga de cigarros, foi apreendida no esconderijo do bando

Polícia Civil busca identificar outros crimes de quadrilha presa após atirar em idoso em Caxias Brigada Militar / Divulgação/Divulgação
Foto: Brigada Militar / Divulgação / Divulgação

A rápida ação da Brigada Militar (BM) após um idoso ser baleado durante um roubo de veículo, na noite de quarta-feira, pode ter desmantelado uma insistente quadrilha de assaltantes em Caxias do Sul. A Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) trabalha para dimensionar a quantidade de crimes que o trio flagrado está envolvido. No esconderijo do bando foi encontrada uma carga de cigarros e outros dois automóveis em situação de furto e roubo.

Leia mais
Idoso é baleado durante roubo de caminhonete e três suspeitos são presos em Caxias do Sul
Polícia Civil recupera dois veículos roubados em Caxias do Sul e investigado é preso com pistola
Brigada Militar de Caxias escolhe o nome dos dois novos cães do canil

A apreensão ocorreu Rua Hermes Fontes, no bairro Santa Fé, e resultou na prisão em flagrante de Lucas Nunes Pedroso, 20, Maikel Willian Hofman da Silva, 18, e Paulo Ricardo Silva Menegat, 29. Eles foram autuados por roubo com lesão. Apenas Pedroso possuía ficha policial, com passagens por posse de arma e receptação.

Além da caminhonete Hillux do roubo desta quarta-feira, a ação da BM recuperou uma motocicleta Honda preta, furtada no dia 30 de julho no bairro Rio Branco, e uma Kangoo, roubada em 23 de agosto no bairro Universitário. Estes crimes também serão esclarecidos pela Polícia Civil.

Como a arma utilizada para balear Adão Marques da Silva, 70 anos, não foi encontrada, a suspeita é que a suposta quadrilha possua outros membros. Os investigadores analisam o material apreendido, que inclui cinco celulares, para identificar outros crimes e comparsas do trio.

Vítimas de assaltos que reconhecerem os três presos podem procurar a Defrec pelos telefone (54) 3221.4087 ou pelo aplicativo Whatsapp no número 98432.9312.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros