Mulher que matou irmã em Bento Gonçalves tem prisão decretada - Polícia - Pioneiro

Crime24/08/2017 | 17h12Atualizada em 24/08/2017 | 19h33

Mulher que matou irmã em Bento Gonçalves tem prisão decretada

O fratricídio teria ocorrido na madrugada do dia 2 de agosto

Pioneiro
Pioneiro

A Polícia Civil de Bento Gonçalves realizou a prisão preventiva de Ana Paula Marin Bittencourt, 32 anos, na tarde desta quinta-feira. Ela é suspeita de ter matado a irmã, Aparecida de Fátima Marin Bittencourt, 44 anos, no início do mês de agosto.

Leia mais:
Irmã se apresenta na delegacia e confessa assassinato em Bento Gonçalves
Acidente deixa dois mortos em Gramado
Bens da Aristocrata Indústria de Móveis e Estofados vão a leilão


A investigada se apresentou espontaneamente, no último dia 11, à delegacia, onde prestou depoimento e confessou ter cometido o crime, mas foi liberada pela polícia, pois não havia antecedentes criminais. Além disso, a mulher informou endereço fixo em Bento Gonçalves e telefone para contato.

No entanto, a polícia constatou que as informações passadas por Ana Paula, em relação à residência e ao contato telefônico, não procediam, o que motivou um pedido de prisão preventiva, que foi decretado pela Justiça.

De acordo com as autoridades, ela foi levada ao Departamento Médico Legal (DML), para recolhimento de material e, posteriormente, será encaminhada ao Presídio Estadual de Bento Gonçalves.


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros