Exame de DNA confirma a identidade de homem que foi esquartejado em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Oficial28/08/2017 | 14h37Atualizada em 28/08/2017 | 14h37

Exame de DNA confirma a identidade de homem que foi esquartejado em Caxias do Sul

O nome do santa-mariense Luciano Vargas Silva foi o único cogitado durante toda a investigação

Exame de DNA confirma a identidade de homem que foi esquartejado em Caxias do Sul Reprodução/
O santa-mariense Luciano Vargas Silva, 45 anos, conhecido como Pig Foto: Reprodução
Pioneiro
Pioneiro

O exame de DNA confirmou que Luciano Vargas Silva, 45 anos, é o homem que foi esquartejado em Caxias do Sul. Pedaços do seu cadáver foram encontrados em um contêiner de lixo da Rua Sinimbu, no Centro, na madrugada de 2 de agosto. O nome do santa-mariense foi o único cogitado durante toda a investigação, porém, como não foram encontradas a cabeça ou as mãos da vítima, o registro oficial dependia da perícia.

Leia mais
Polícia Civil prende, em Santa Catarina, dois investigados por esquartejamento em Caxias do Sul
Assassino teria usado celular de esquartejado para despistar amigos e familiares
Polícia acha duas filhas de homem que teve o corpo esquartejado em Caxias

Pelo crime, seguem presos temporariamente João Carlos da Rosa Gomes, 63, e Alminda da Rosa Gomes, 54. O casal é ex-sogro de Vargas e, para a investigação, a motivação do crime é disputa pela guarda de um menino de sete anos, que é neto dos investigados. João Carlos é açougueiro e morava com a mulher no bairro Desvio Rizzo. Após o crime, o casal se mudou para Palhoça (SC), onde foram presos no dia 17 de agosto.

Os investigados foram trazidos para Caxias do Sul e optaram por se manter em silêncio. Eles são representados por um advogado de Novo Hamburgo. A expectativa é que o inquérito policial seja concluído na segunda semana de setembro.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros